sábado, 2 de janeiro de 2010

Do blog do Moacir Pereira


"Quando o presidente da Casan, Walmor de Lucca, vem a público para denunciar a improvisação e a falta de planejamento da Prefeitura de Florianópolis, está decretando a falência do poder público. O município é o poder concedente. Acabou de renovar o contrato com a Casan. Há obrigações. A concessionária, ao invés de atender as necessidades de demanda na distribuição d'água, acusa a concedente de negligência e falta de coordenação? Então, esperar o quê? E olha que o prefeito Dário Berger é do PMDB, do mesmo partido do governador Luiz Henrique".
Leia tudo aqui.

Nenhum comentário: