quinta-feira, 7 de janeiro de 2010

Perguntas que não querem calar ?



Alguns enigmas intrigam a cabeça dos Florianopolitanos neste início de ano (eleitoral). Três assuntos dominam o cenário político da cidade: O Escândalo Bocelli, a famigerada árvore de R$ 3,4 mi e o indiciamento do vice governador Leonel Pavan por corrupção passiva.

1 - Onde estão os R$ 2,5 que o governador Luiz Henrique "adiantou" para a dupla Dário & Mário "adiantar" para a empresa Beyondcom que contrataria Andrea Bocelli ?

2 - Porque o secretário Cowallazzi teve que ir até a Europa para pagar pelo contrato do show do Bocelli se a empresa para quem "adiantaram" os R$2,5 mi tem sede no Rio de Janeiro ?

3 - Porque o prefeito Dário Berger ordenou, e divulgou, que Mário Cowallazzi demissionário fosse falar com o governador ?

4 - E os R$ 100 mil que a Polícia Federal afirmou que foram pagos a um dos sete indiciados na Operação Transparência foram mesmo para a mão do vice governador Leonel Pavan ?

É roubalheira e corrupção com o nosso dinheiro por todos os lados. Tanto na esfera estadual quanto municipal. Assim não dá ! Assim não dá ! (FHC)

Nenhum comentário: