domingo, 21 de fevereiro de 2010

Aumenta pedágio na BR-101

Canga, Olha o aumento do pedágio na BR 101

Quando os ponteiros marcarem 0h hora de segunda-feira, a Auto Pista Litoral Sul, concessionária que administra o trecho entre Curitiba e Palhoça, vai cobrar mais caro pela tarifa.
O aumento será de R$ 0,10 para carros de passeio. O reajuste já era esperado, mas subiu quase o dobro em relação à inflação dos últimos 12 meses.
Mas cálculos apresentados pela concessionária à Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) apontavam que o reajuste deixaria a tarifa em R$ 1,16. O arredondamento de quatro centavos a mais, segundo a concessionária, foi uma escolha para facilitar o troco.
A promessa é de que, no ano que vem, este aumento seja compensado arredondando o valor da cobrança para baixo. Essa diferença deve aumentar a arrecadação da empresa em R$ 890 mil por ano somente nas praças de Araquari e Garuva. Em média, 61 mil veículos cruzam o trecho entre as duas cidades pela BR-101 todos os dias.
Quando a cobrança começou, no ano passado, o valor-base era de R$ 1,02. Assim que a OHL Brasil (dona da Litoral Sul) ganhou a concessão, a cobrança subiu para R$ 1,10.
Coisa de uma mistura de espanhol indecente com brasileiro corrupto. Dá nisso - já aumentaram, além da inflaçnao e agora sobem mais )<04 style="font-weight: bold; font-style: italic;">Cesarlaus

Lustosa- São José deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Aumenta pedágio na BR-101": Canga, eu já avalio por outro lado. No preço inicial do pedágio, quando o contrato foi firmado - FEV/2008 - incidiam uma série de investimentos que a concessionária teria que fazer, bem como o volume de tráfego que iria pagar. As obras mais significativas, em termo de investimento da contratada, é a modificação de traçado na região da represa da COPEL, no Paraná, que são 2 kms., inclusive com construção de novas pontes, e, aqui em S. Catarina, o CONTORNO DE FLORIANÓPOLIS, que vai de Tijuquinhas até Palhoça- 50 kms. de pista dupla, em traçado totalmente novo. A paranaense está quase pronta, enquanto que a nossa, que CONTRATUALMENTE deve ficar pronta em FEV/2012, ainda NÃO SAIU DO PAPEL. Só que em SC. a concessionária arrecada em 4 praças e no PR. somente em uma. Nossos políticos, que deveriam estar cobrando tal obra, importantíssima para a GRANDE FLORIANÓPOLIS, estão preocupados com árvore de natal, carnaval, feijoadas, Pavan, etc. . É a nova novela da duplicação da BR-101 Sul, agora se repetindo no trecho Norte. R E V O L T A N T E !!!!!!


2 comentários:

Lustosa- São José disse...

Canga, eu já avalio por outro lado. No preço inicial do pedágio, quando o contrato foi firmado - FEV/2008 - incidiam uma série de investimentos que a concessionária teria que fazer, bem como o volume de tráfego que iria pagar. As obras mais significativas, em termo de investimento da contratada, é a modificação de traçado na região da represa da COPEL, no Paraná, que são 2 kms., inclusive com construção de novas pontes, e, aqui em S. Catarina, o CONTORNO DE FLORIANÓPOLIS, que vai de Tijuquinhas até Palhoça- 50 kms. de pista dupla, em traçado totalmente novo. A paranaense está quase pronta, enquanto que a nossa, que CONTRATUALMENTE deve ficar pronta em FEV/2012, ainda NÃO SAIU DO PAPEL. Só que em SC. a concessionária arrecada em 4 praças e no PR. somente em uma. Nossos políticos, que deveriam estar cobrando tal obra, importantíssima para a GRANDE FLORIANÓPOLIS, estão preocupados com árvore de natal, carnaval, feijoadas, Pavan, etc. . É a nova novela da duplicação da BR-101 Sul, agora se repetindo no trecho Norte. R E V O L T A N T E !!!!!!

Anônimo disse...

A propósito do aumento do custo fas tarifas nas praças de pedágio da BR-101, que, nesta segunda-feira(22, por duas vezes já paguei R$1,20 e irei pagar mais R$ 2,40 até a noite, o mais lamentável é que a obra não está pronta. Ainda não foram construídos os viadutos, as rótulas não estão prontas e o usuário tem de enfrentar filas e perder um tempo enorme para pagar a tarifa na praça de pedágio. Passo todos os dias pela no pedágio da BR 101, em Palhoça, e vejo que na maioria dos dias somente metade das 12 catracas funcionam, formando filas enormes nos dois sentidos. Até para cobrar eles são lentos. Um verdadeiro abuso e desrespeito ao cidadão, que não tem a quem recorrer, pois o DNIT é uma farsa, ninguem responde nada por lá, já liguei algumas vezes, só fica no registro.

Abr

LcPadilha