sábado, 13 de fevereiro de 2010

Dupla do barulho reage e ameaça tomar o poder

Olha só o naipe da dupla. Ninguém merece!

Dário Pinheirinho de Natal Berger e Leonel R$ 100 mil Pavan reagem às acusações de corrupção, formação de quadrilha e desvio de dinheiro público e ameaçam tomar o poder. Pavan, assumindo o governo de Santa Catarina no caso de vacância de Luis Henrique Boceli da Silveira, outro enrolado em investigações de crimes eleitorais e outros mais.
Já Dário Berger, o prefeito itinerante de Florianópolis, após um periodo na muda, coloca a quadrilha na rua e tenta tomar de assalto o lugar que seria de Eduardo Pinho Moreira, todos do PMDB, "o partido que gosta de roubar".
Dário, abrigado no PMDB por oportunismo político, joga tão pesado quanto Leonel Pavan. Os dois grandes gangsters da política catarinense tem dinheiro e poder de fogo de articulação. Apostando em uma aliança com o PT, seguindo o rastro de meliantes nacionais como José Sarney e Renan Calheiros, conta com o apoio de prefeitos da Grande Florianópolis e do ex-governador Paulo Afonso, outro corrupto de letra conhecida.
Dário estaria por trás das denúncias de corrupção na Celesc, maior fonte de caixa 2 para a campanha de Eduardo Pinho Moreira.
Leonel Pavan pressiona o seu partido a reagir e sair em sua defesa. Depois dos acontecimentos em Brasília, com a prisão de governador José Roberto Arruda, em ação inédita e surpreendente da justiça brasileira, após um breve exilio em Gramado (RS) Pavan volta à cena política e confirma sua disposição de assumir o governo. É denunciado pelo Ministério Público Federal, em Brasília, e pelo Estadual.
A ação de Pavan assumindo o governo contamina qualquer iniciativa dos Demos. Quem mais sai perdendo nesta jogada é o candidato Raimundo Colombo. Semi contaminado pelo seu ex-colega de partido, José Roberto Arruda, Colombo ficaria enlameado ao colocar-se ao lado de Pavan subindo em um palanque que nem mesmo José Serra, candidato à presidência da República subiria.

Marcelo Souza deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Dupla do barulho reage e ameça tomar o poder": O problema é que esta eleição vai estar contaminada pelas negociatas em torno da campanha presidencial - que também será plebiscitária , conferindo se Lula consegue eleger poste ou não [nesse caso o poste do PT já está definido(???)]. Em SC as facções criminosas aliadas a grande mídia local tomaram conta do Estado , e, segundo informações de amplos setores do funcionalismo estadual - Luiz Henrique Bocelli da Silveira é o Alí Babá e os seus secretários os 40 ladrões, tal é o nível de descalabro, descaminho, prevaricação e roubo a luz do dia. Logo, o financista de campanhas anteriores de LHS - o vice-corrompido Arrows, fechou o cofre, restando ao nosso megalomaníaco candidato ao senado busca outra fonte clara de financiamento - Dário Casvig Berger, com suas empresas de vigilância e os contratos denunciados por Esperidião Amin na campanha anterior, serve de fonte robusta para os desejos eleitoreiros. Resultado, o governador já tem o nome para seu lançamento. No PT, a saia justa da senadora são seus envolvimentos com a defesa de figuras carimbadas da maracutaia política nacional, e, os casos rumorosos de uso ilicito de recursos para benefício de filhos e nora, além de ex-marido e família.
Resultado: a eleição será carregada de propostas inócuas, inexiquiveis, e com muita artilharia pesada.
Melhor continuar na França , esperando a neta nascer.

2 comentários:

Anônimo disse...

O problema é que esta eleição vai estar contaminada pelas negociatas em torno da campanha presidencial - que também será plebiscitária , conferindo se Lula consegue eleger poste ou não [nesse caso o poste do PT já está definido(???)]. Em SC as facções criminosas aliadas a grande mídia local tomaram conta do Estado , e, segundo informações de amplos setores do funcionalismo estadual - Luiz Henrique Bocelli da Silveira é o Alí Babá e os seus secretários os 40 ladrões, tal é o nível de descalabro, descaminho, prevaricação e roubo a luz do dia. Logo, o financista de campanhas anteriores de LHS - o vice-corrompido Arrows, fechou o cofre, restando ao nosso megalomaníaco candidato ao senado busca outra fonte clara de financiamento - Dário Casvig Berger, com suas empresas de vigilância e os contratos denunciados por Esperidião Amin na campanha anterior, serve de fonte robusta para os desejos eleitoreiros. Resultado, o governador já tem o nome para seu lançamento. No PT, a saia justa da senadora são seus envolvimentos com a defesa de figuras carimbadas da maracutaia política nacional, e, os casos rumorosos de uso ilicito de recursos para benefício de filhos e nora, além de ex-marido e família.
Resultado: a eleição será carregada de propostas inócuas, inexiquiveis, e com muita artilharia pesada.
Melhor continuar na França , esperando a neta nascer.

TV Florianopolis disse...

Bom Dia Floripa! "Darvan" no carnaval com a marchinha "bundinha" na TV Florianopolis, uma coprodução da RMTV - TV Acorda e TV Alenha.