domingo, 7 de fevereiro de 2010

EM REPÚDIO AO PEQUENO HOMEM

Por Janer Cristaldo
O mundo está cheio de pessoas lindas. Mas as abomináveis são legião. Entre estas, as que acham que sabem porque ouviram dizer. Que não lêem livros nem jornais, mas recebem informações por televisão. E que, por ver televisão, acham que entendem o mundo.

Tropeço às vezes com essa gente. Cara, quem és tu para contestar o Sílvio Santos? O Sílvio Santos tem um grande público. A ti, ninguém conhece. Que tens contra o Lula? Tu não ganharias eleição nem pra síndico. O Lula tem sucesso. Já é candidato a Nobel. Qual é tua bronca com o Paulo Coelho? O Paulo vende milhões de livros em dezenas de línguas, tu não consegues vender teus livros nem no Brasil. Que autoridade tens para contestar o papa? O papa é o líder da cristandade, e tu não consegues liderar nem mesmo teus vizinhos de condomínio.

Com estes interlocutores, não adianta argumentar. Se o Sílvio Santos tem sucesso, se o Lula tem sucesso, se o Paulo Coelho tem sucesso, se o papa tem sucesso e você não tem sucesso, então você não vale nada. É a idolatria das celebridades. O pior é que agora, com os tais de Big Brothers, surgem celebridades do nada. Alguém é célebre porque a televisão decidiu que é célebre e estamos conversados. Leia mais. Beba na fonte.

Nenhum comentário: