quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Marketing político e dinheiro público


Sabemos da importância dos marketeiros na construção da imagem dos políticos. O marketing, sem dúvida alguma, é uma arte que aliada à mídia assume importância decisiva em uma campanha eleitoral.
Collor é o melhor exemplo do poder do marketing político.
Pois agora fico sabendo que o prefeito itinerante Dário Berger chamou seu marketeiro do coração, Fábio Veiga, para cuidar da sua enlameada imagem política.
Fábio Veiga está credenciado como um dos melhores marketeiros políticos do pais. Agora, fazer milagre acho que não faz.
Afora isso, começaram a pipocar na imprensa, não na oficialesca ainda, denúncias de relação incestuosa, suspeita, do marketeiro com a Prefeitura de Florianópolis. Abaixo matéria do Tijoladas sobre o assunto. Tudo documentado:

Fabio Veiga meteu a mão em R$ 2.667.000,00 em verba publicitária da Prefeitura da Capital
a partir de 27 de novembro de 2009. Teve contrato com 27 (vinte e sete) termos aditivos. Isso é caso de polícia. Teve contrato que nem o valor aparece no Diário Oficial do município. O Ministério Público tem o dever de vereficar a legalidade desses contratos. Isso tá cheirando a grana para acampanha do Dário. É muito dinheiro para campanha publicitária de uma prefeitura falida. Beba na fonte.

Sandra Salles deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Marketing político e dinheiro público": Pois é, Canga. Essa é outra ABERRAÇÃO desta corja que nos governa, a aparecer diante dos nossos olhos incrédulos. Quando pensamos que havíamos visto tudo, lá vem uma pior que a anterior. Ingênua, eu achei que se não dessem em nada (como acontece com tudo aqui em SC), os episódios da árvore de natal e do No-Show do cantor italiano pelo menos teriam a vantagem de tirar de qualquer eleição um estrupício como o Dário. Pois nem isso! Tá ele aí, com a cara mais deslavada do mundo, querendo justamente o que? a chave de um cofre maior do que aquele que ele tá detonando no momento. Sinceramente, é de chorar em alemão...

Um comentário:

Sandra Salles disse...

Pois é, Canga. Essa é outra ABERRAÇÃO desta corja que nos governa, a aparecer diante dos nossos olhos incrédulos. Quando pensamos que havíamos visto tudo, lá vem uma pior que a anterior. Ingênua, eu achei que se não dessem em nada (como acontece com tudo aqui em SC), os episódios da árvore de natal e do No-Show do cantor italiano pelo menos teriam a vantagem de tirar de qualquer eleição um estrupício como o Dário. Pois nem isso! Tá ele aí, com a cara mais deslavada do mundo, querendo justamente o que? a chave de um cofre maior do que aquele que ele tá detonando no momento. Sinceramente, é de chorar em alemão...