quinta-feira, 11 de fevereiro de 2010

Arruda é preso, Paulo Octávio assume

Tá lá no blog do Claudio Humberto:
Atualizado às 18:48
- O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, decidiu encaminhar ao Supremo Tribunal Federal um pedido de intervenção no governo do DF, a fim de preservar a ordem pública, impedindo que se cumpra a cadeia de sucessão, isto é, a posse do vice-governador Paulo Octavio e do presidente da Câmara, deputado Wilson Lima, aliado de ambos. O governador do DF, José Roberto Arruda, acaba de se entregar na superintendência da Polícia Federal, depois que o pleno do Superior Tribunal de Justiça referendou por 12x2 votos o decreto de prisão preventiva do governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, e de mais quatro auxiliares e aliados: o ex-secretário de Comunicação Wellington Moraes, o diretor de Operações da estatal de energia CEB Haroaldo Brasil de Carvalho, do
assessor pessoal e sobrinho Rodrigo Arantes e do ex-deputado Geraldo Naves. Um quinto envolvido já está detido: Antônio Bento, conselheiro do Metrô-DF. Os mandados de prisão foram expedidos e a Polícia Federal se encaminhou aos endereços dos acusados para cumpri-los. A prisão estava descartada, mas o relator do caso, ministro Fernando Gonçalves, reavaliou melhor as provas colhidas pela Policia Federal na tentativa de suborno do jornalista Edson Sombra, para mudar seu testemunho no caso Caixa de Pandora. A corte especial do STJ esteve reunida em sessão extraordinária e decidiu referendar a decisão em votação expressiva. Todos são acusados de tentativa de obstruir a instrução criminal por meio de suborno a testemunha, crime considerado gravíssimo. Arruda responderá por formação de quadrilha e corrupção de testemunha, nos termos da denúncia do Ministério Público Federal.

Yuri deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Arruda é preso, Paulo Octávio assume": Se tivéssemos uma imprensa catarinense comprometida com a população, alguém teria feito um paralelo com o caso do vice-governador Pavan (PSDB) e teria perguntado ao senador Raimundo Colombo (DEM) o que ele pensa disso tudo, já que o governador Arruda era (é) do DEM e o vice dele, também enroscado até o pescoço, ainda é correligionário do senador Raimundo Colombo.
Yuri.

Aline Graziela deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Arruda é preso, Paulo Octávio assume": A entrevista do Agripino, do DEMo, disponível no youtube, dizendo que lamentava a decisão da prisão é vergonhosa. Não bastasse isso, ele ainda mente quando diz que o DEM já havia decidido desfiliar Arruda. Será que ele está esclerosado? O DEM fez corpo mole, nitidamente, para quem quisesse ver, e deixou o cara sair de fininho. A desfiliação do vice não foi nem colocada em questão. Ele lamenta a prisão, e nós lamentamos que o povo do Rio Grande do Norte continua elegendo este tipinho de gente

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Arruda é preso, Paulo Octávio assume": Estes acontecimentos das últimas horas renovam nossas esperanças, de que tenhamos também em Santa Catarina decisão assim honrosa ao brinhoso trabalho da POLÍCIA FEDERAL DO BRASIL.

3 comentários:

Anônimo disse...

Estes acontecimentos das últimas horas renovam nossas esperanças, de que tenhamos também em Santa Catarina decisão assim honrosa ao brinhoso trabalho da POLÍCIA FEDERAL DO BRASIL.

Yuri disse...

Se tivéssemos uma imprensa catarinense comprometida com a população, alguém teria feito um paralelo com o caso do vice-governador Pavan (PSDB) e teria perguntado ao senador Raimundo Colombo (DEM) o que ele pensa disso tudo, já que o governador Arruda era (é) do DEM e o vice dele, também enroscado até o pescoço, ainda é correligionário do senador Raimundo Colombo.

Yuri.

Aline Graziela disse...

A entrevista do Agripino, do DEMo, disponível no youtube, dizendo que lamentava a decisão da prisão é vergonhosa. Não bastasse isso, ele ainda mente quando diz que o DEM já havia decidido desfiliar Arruda. Será que ele está esclerosado? O DEM fez corpo mole, nitidamente, para quem quisesse ver, e deixou o cara sair de fininho. A desfiliação do vice não foi nem colocada em questão. Ele lamenta a prisão, e nós lamentamos que o povo do Rio Grande do Norte continua elegendo este tipinho de gente.