segunda-feira, 30 de agosto de 2010

O que dizem os símbolos


Detalhes do debate. Raimundo Colombo que no início da campanha tinha dito que não iria a todos os debates, mudou de ideia e agora tem comparecido. Ontem à noite esteve no debate da Unisul em Tubarão. Colombo não parecia muito a vontade. Cenho franzido, rabiscava em um papel o tempo todo.
Madame Rochard, colaboradora do Cangablog, fez uma interpretação do desenho de Colombo. Segundo a madame, Colombo estaria se sentindo oprimido, apertado e limitado em seu raio de atuação. A forma cônica do desenho lembraria uma guampa
No bom e claro linguajar serrano, Colombo estaria mais apertado que rato em guampa. Quanto mais corre mais se aperta.

Política com humor e "paixão"

10 razões para Ammmaaar a Argentina: os guapos da política

Esqueça o Sarney, o senador Heráclito Fortes, o Serra, o Arruda, Itamar Franco e a até Lula, tantos políticos de estética duvidosa. Políticos na Argentina são tão malandros quanto, ou mais, vão no jeitinho la garantía soy yo, mas são lindos. Eu que já assistia sem piscar tooodos os informes econômicos do ministro da economia Amado Boudou (Amadinho Bou Bou) ganhei um incentivo na semana passada. É o jornal La Nación que publicou um ranking dos cinco políticos mais tchutchucas da Argentina. É maquiavélico. Ganharam meu voto. Confira os top Five da tribuna:

O governador de Salta, Juan Manuel Urtubey

Leia matéria completa. Beba na fonte.


Jornalistas em ação

Os intrépidos Leo Borba e Glaicon Couvre, jornalista e repórter fotográfico, em ação durante a campanha eleitoral do candidato ao senado Hugo Biehl.
Em Corupá, norte do estado, procuravam o melhor sinal para transmitir fotos e textos pela internet. Encontraram bem no centro da praça da cidade.

domingo, 29 de agosto de 2010

RBS manipula informação de pesquisa

Intrigante o fato da RBS anunciar o resultado da última pesquisa RBS/Ibope para Senado no seu jornal da noite, sem explicar que dos 812 entrevistados 76% estavam indecisos sobre em quem votar para senador.
Isso quer dizer que a mostragem de intenção de voto com a qual trabalharam para anunciar os resultados foi meramente de 24%. Para ser mais claro, de 812 entrevistados apenas 195 opinaram.
É a magia da metodologia na divulgação dos resultados que pode induzir a erro de interpretação os eleitores desavisados. Sobre os 76% de indecisos a própria RBS divulgou no ClicRBS, o que não fez no Jornal da TV que atinge a maior parcela da população.
É isso que se chama de “jornalismo de resultados”. É a RBS "operando" números a serviço de alguém nas vésperas da eleição. O IBOPE também se presta para esse tipo de malandragem, vide os vários processos que responde na justiça por fraudar pesquisas.
Só para constar, no site do DC aparece 76% de indecisos, já na integra da pesquisa do Ibope aparece 53%. Deveriam ser mais claros e precisos para entendimento da população ou a intenção é realmente confundir?
Fora a chamada do clicRBS que ao divulgar a pesquisa RBS/Ibope para o senado em vez de resaltar o fato mais importante que é 76% de idecisos destaca Luiz Henrique liderando com 45%. 45% de quanto RBS?

Os Democratas são os campeões da manipulação de pesquisas. Sempre trabalham com isso às vésperas das eleições. Um exemplo interessante foi quando o PMDB resolveu fazer as prévias para escolher o candidato do partido a governador o que indicava o fim da triplice aliança.
No dia da prévia saiu uma pesquisa da RBS indicando Pinho Moreira com apenas 7% das intenções de votos. Um banho de água fria nas prévias do PMDB.
De graça? Então tá!

João Frederico H. Leite deixou um novo comentário sobre a sua postagem "RBS manipula informação de pesquisa": Para quem ja passou por diversas eleições, inclusive tendo o DEMO, seja como parceiro ou adversario, sabe que os homens são MAGICOS. Em SC o IBOPE foi MANIPULADO, pois é visivel que uma mudança de numeros tão siguinificante, teria que ter como causa um FATO NOVO, e importante. O que se via era justamente a debandada dos integrantes da TRIPA. Portante os adversarios dessa gente ja estão ESCALDADOS, e não cairão nessa ESPARRELA. SC necessita mudar para não ficar mais quatro anos fazendo CABIDES e ROLOS MIL.

Eles não são confiáveis.

Do blog Coturno Noturno

Os donos do Ibope, da Vox Populi, da Sensus e do Datafolha estão, em artigos, entrevistas e palestras, dizendo que a eleição está decidida. O que era briga entre eles no início ficou pacificado pela farta distribuição de dinheiro promovida junto ao setor. Todos estão de contrato novo, seja direta, seja indiretamente. Seja o Grupo Folha com o seu contrato de R$ 64 milhões para fazer as provas do Enem, seja a Vox com as pesquisas diárias de tracking para o próprio PT, seja o Ibope e contratos do filho do Montenegro com a Prefeitura do Rio e o Governo do Rio de Janeiro. O TSE fez uma dura legislação para regular as pesquisas eleitorais. Uma legislação que, com a posse do Ricardo Levando Não Sei o Quê, está sendo totalmente descumprida. Há quanto tempo este Blog denuncia que o Ibope não deposita as cidades pesquisadas no TSE? E que a Sensus repete exatamente as mesmas cidades da pesquisa anterior, assim como a Vox Populi? O TSE proibiu os humoristas de brincar com as eleições, mas permite que o dono do Ibope venha dar entrevistas para afirmar que o Brasil já tem presidente. Quer lavar a sua biografia suja, apostando na égua que está na frente, já que declarou que Lula não elegeria um poste, há um ano atrás. Que credibilidade pode ter o dono do Ibope, que está manipulando as suas pesquisas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, para atender a RBS, repetidora da Globo, que está em campanha de apoio a Dilma na região? E está errando por mais de 10 pontos! Obviamente, no final, o Ibope vai ajustar a margem de erro que faz parte do seu "pacote" de vendas ao mercado. Os donos de instituto de pesquisa viraram cabos eleitorais. Deveriam ser proibidos de se manifestar além dos limites dos seus levantamentos, pois geram noticiário e prejudicam a democracia. As pesquisas não estão tendo a transparência necessária, sob os olhos coniventes do TSE, que está burlando a lei não se sabe com que interesses ao não exigir que as suas próprias determinações sejam cumpridas.

Aqui está uma fraude eleitoral escandalosa em Goiás

Do blog do Cajuru
Atenção!!! Os auxiliares de Marconi Perillo já estão me avisando que houve pesquisa do Ibope em Goiania antes de começar o horário eleitoral. Caras pálidas, eu estou me referindo às pesquisas feitas nos dias de hoje. A pesquisa do Ibope foi encomendada aí em maio, porém a apuração foi feita em junho e a divulgação desses números apurados no mês de junho, só veio a ser feita na segunda semana de agosto. Saibam que esta minha denúncia alerta é exclusivamente pela ausência, em Goiás, da pesquisa Datafolha. Tudo porque o Datafolha, é um instituto, que pelo menos até hoje não se envolveu em escândalos, como é o caso do Ibope, conforme eu começo a contar a história aqui neste artigo.

Basta ler com atenção e isenção. Leia tudo. Beba na fonte.


sábado, 28 de agosto de 2010

Fé e resistência

Por Celso Martins

Dois eventos católicos neste sábado (28.8), em Ratones e em Santo Antônio de Lisboa (Florianópolis-SC), ilustram bem a força da religiosidade popular entre os descendentes dos imigrantes açorianos e dos que foram influenciados por essa cultura. Em Ratones será reinaugurada às 15 horas uma controversa capela erguida em 1924, motivo de longa tensão entre os fiéis locais e as autoridades religiosas. Recentemente, o padre anunciou a sua demolição, o que não chegou a acontecer devido à ação dos moradores. Em Santo Antônio de Lisboa prossegue mais uma Festa do Divino Espírito Santo e Nossa Senhora das Necessidades, festejo proibido pela cúpula católica no início do século 20, mas que se manteve por persistência dos irmãos da Irmandade do Divino e outros católicos.

Ratones rebelde
A primeira inauguração da capela dedicada a Nossa Senhora dos Remédios aconteceu no dia 16 de outubro de 1924, com missa celebrada pelo vigário padre João Casale e a presença de cerca de 1.500 pessoas, conta o historiador Sérgio Luiz Ferreira em seu livro "Histórias quase todas verdadeiras - 300 anos de Santo Antônio e Sambaqui".* No capítulo "Ratones - a comunidade rebelde", o autor narra as difíceis relações entre os católicos locais e as autoridades eclesiais.
"A capela foi construída em terreno particular", escreve Ferreira, mas não foi benta porque o zelador e responsável por sua construção, Antônio José da Rosa, não aceitou doar o imóvel à Mitra Episcopal. A situação permaneceu assim até a década de 1930, quando o então arcebispo visitou o "oratório particular" de Ratones.
Na década de 1940 foi a vez do padre Amilcar Gabriel sentir na pele a independência dos católicos locais. Primeiro em 1947, quando, ao anunciar o desejo de visitar a comunidade, recebeu um não como resposta. "Só querem padre para as festas", anotou. Também não enviaram condução para que fosse a Ingleses. "Pelo que parece o Norte da Ilha é mais arredio da religião", deixou registrado. Leia mais. Beba na fonte.

Sócios de jornal no RS têm contas bancárias bloqueadas

Do Comunique-se

Izabel Vasconcelos e Anderson Scardoelli

A Justiça autorizou o bloqueio online das contas bancárias dos sócios do jornal , Elmar Bones e Kenny Braga. A decisão se refere a uma solicitação de indenização contra a publicação feita por Teresa Rigotto, mãe do ex-governador gaúcho Germano Rigotto. Ela solicita reparo por danos morais, devido uma matéria produzida pelo quinzenal em 2001.

Com o objetivo de garantir a indenização à Teresa, o juiz Roberto Carvalho Fraga, da 15ª Vara Cível de Porto Alegre, autorizou o bloqueio. A matéria do , que é citada no processo, se referia a suposta participação de Lindomar Rigotto, irmão de Germano, em um esquema de fraude à Companhia Estadual de Energia Elétrica, em 1987. Lindomar foi assassinado em 2000, na cidade de Capão Canoa, interior do Rio Grande do Sul. Leia tudo. Beba na fonte.

Leia o texto que deu origem ao processo. Aliás um primor de texto. Uma verdeira aula de como se faz um reportagem.

(Reportagem publicada no Jornal Já, edição 287, de maio de 2001.

Uma tragédia em três atos

Elmar Bones*

O empresário Lindomar Rigotto foi morto com um tiro às nove horas da manhã de 17 de fevereiro de 1999, quando perseguia quatro homens que assaltaram a boate Ibiza, de sua propriedade, em Atlântida, no litoral gaúcho.

A notícia no “horário nobre” da televisão soou como mais um exemplo na escalada da criminalidade no país. Mas era muito mais do que isso.

Por trás da manchete apressada desenrolava-se uma história com todos os ingredientes para um thriller policial de sucesso: dinheiro, drogas, corrupção…

Lindomar Vargas Rigotto, conhecido por Têti, administrador de empresas, tinha 47 anos. Vivia num apartamento de 240 metros quadrados na rua Lauro de Oliveira, na Bela Vista, bairro elegante da capital gaúcha. Leia tudo. Beba na fonte.

Mais: Jornal que teve coragem de divulgar fraude milionária na CEEE agoniza


sexta-feira, 27 de agosto de 2010

A numerologia de Luiz Henrique

Durante oito anos o governador Luiz Henrique chegava a ser chato de tanto que divulgava o número 15 do PMDB. Parecia o Zagalo com aquela bobagem do 13. Fazia cálculos mirabolantes para obter como resultado o número 13. Assim era LHS.
Hoje, em plena campanha eleitoral, o 15 sumiu das ruas. Não existe mais o número 15. Não se vê o 15 em nenhuma propaganda política. Luiz Henrique promoveu e enterrou o PMDB. Obrigou os peemedebistas a votarem no candidato de Jorge Bornhausen. Para muitos partidários é dose para elefante.
Já o 155, número de LHS como candidato ao senado carrega uma curiosidade. O 155 no Código Penal trata de furto. Subtrair, para si ou para outrem, coisa alheia móvel.
Com tantas denúncias de corrupção no governo de LHS, o número 155 virou motivo de piada. Teria caido como uma luva no medelito.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Bem legal

O retrato da polialiança


A foto do jantar da polialiança na casa do prefeito de Palhoça, Ronério Heiderscheidt, retrata o estado em que se encontra a coligação enfiada goela abaixo no PSDB e no PMDB por Luiz Henrique e Jorge Bornhausen.
Os caras estão tão rachados que não sentam nem para comer juntos. Nesse jantar aí da Palhoça sobrou prato e cadeira. Melancólico!

Jânio Vieira deixou um novo comentário sobre a sua postagem "O retrato da polialiança": Uma Cadeira era para o Dário Bochelli, kkkk
Outra para o Pavan da transaparência entristecida...
Que maravilha... eles estão apavorados!!!

Cartas Baianas

CARTA ABERTA A UM AMIGO (E COMPADRE) QUERIDO

Por Emanuel Medeiros Vieira

Dileto Paulão
Não somos “mornos”. Não somos sepulcros-caiados. Eu sei: sempre damos a cara ao tapa. Isso tem um preço. Muitos se omitiram (claro, outros combateram) a ditadura brasileira. Mais cedo, quantos se abstiveram de combater o ovo na serpente que era o nazismo? Ou o fascismo?
“Não, não te mete, vai dar problema”, diziam. E a sombra do medo entrava nos corações e mentes.
No tempo tão finito de nossas vidas – com todas as pedreiras do caminho – é possível deixar algo além da poeira do tempo. Por que escrevo assim? Redigi um texto que intitulei de “A nova direita brasileira”, e um blog o postou. O ser humano se engrandece pelo contraditório, pelo combate através do diálogo. Não sou onipotente. Poderiam combatê-lo, contestando tudo o que disse.
Não. A nação petista que o leu ficou irritada e exasperada. Mas não escreveu algo que o contraditasse. Alguém o classificou de “lastimável”. Lastimável? Em vez do adjetivo, não era melhor contestá-lo? São mentiras o que eu disse?
Exemplos: Eu escrevi disse (ou melhor, eu “lembrei”) que a executiva do PT, que age com mão de ferro contra os dissidentes, dissolveu o diretório regional do Maranhão, obrigando o apoio do partido à “socialista” e “impoluta” Roseana Sarney, candidata ao governo daquele Estado.
Mentira?
Lastimável não é o meu texto. Mas o que o partido está fazendo. Lógico: a verdade mesmo libertando, incomoda quem não a quer ver. O PT não está aliado à elite escravocrata nordestina?
É mentira?
Quem são Fernando Collor e Renan Calheiros? Aqui na velha Bahia, o governo que foi eleito combatendo o carlismo, trouxe crias de ACM para sua chapa, e alijou da maneira mais cruel um político honrado como Waldir Pires.
É mentira?
Num estado com tantas carências e tanto sofrimento, o governador petista gasta em propaganda muito mais do que em saúde, educação e segurança juntos. É demais! Sinceramente: eu nunca vi tanta propaganda na vida. É um delírio narcísico! É um mundo virtual. É só andar por Salvador para ver que ele não existe na realidade. E “mentem”. Sim, mentem. Parece que aprenderam como um ministro de um chanceler austríaco que fez rápida
carreira na Alemanha nos anos 30. (À História cabe revelar o que aconteceu.) Ele dizia que uma mentira repetida dez vezes vira uma verdade. Eu disse que o programa eleitoral do PT não estima a reflexão, mas foi criado a peso de ouro para manipular as emoções mais primárias, como se fosse uma novela.
Pagam rios de dinheiro a marqueteiros, que formam uma nova casta nacional na arte de enganar e de mentir. Não querem politizar o debate. Vão ganhar as eleições? E daí? A gente não entra numa batalha só para ganhar. Imagino, na partilha do poder, o que vai acontecer com essa aliança franciscana e edificante: PT e PMDB.
O partido que foi de Ulysses, não é guloso, mas idealista; não luta só por cargos. Não é um balcão de negócios, mas aspira à transformação da sociedade brasileira. Tem estadistas do porte de Geddel Vieira Lima, de Jáder Barbalho, de Romero Jucá, de José Sarney e de outros. (Além dos supra-citados Collor e Renan.)
É mentira?
É o meu texto que é “lastimável”? Ou esse tipo de aliança? Eu sei o que vão dizer. “E as outras alianças?”, indagarão. Será que o mesmo álibi será repetido a vida inteira? Eu? Só tenho duas mãos e o sentimento do mundo, como dizia Drummond.
Não vou me alongar. Não tenho outro poder, senão o de buscar dizer a verdade diariamente naquilo que escrevo. Pode parecer romântico e espiritualista, mas desde que optei pelo ofício, creio que a literatura é um caminho de transcendência. (E no meu coração, espero que o Espírito um dia prevaleça.)
Toda a escrita é também uma oblação, algo que se oferta aos outros. Eu sei: muita gente muda, e a maior parte dos que mudam é da esquerda para direita. Afinal, é mais confortável ser a favor dos fortes que dos fracos. É preciso conservar a fidelidade a si mesmo. Como alguém lembrou, no dia do Calvário, a massa aplaudia a causa triunfante dos crucificadores, mas o Cristo, solitário e vencido, era a causa de Deus.
Com a sincera estima do Emanuel – escrevendo da terra de Castro Alves, de Anísio Teixeira, de Glauber Rocha, de Raul Seixas e de outros iluminados, “possuídos” pela ira sagrada da Justiça.
Salvador, 25 de agosto de 2010

quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Ideli vai usar boneco para desmentir Colombo

Fotografia meramente ilustrativa

"Colombo que se prepare, pois o louro Zezé vai querer saber onde está o
hospital que ele construiu em Lages".

Alinhar à esquerda
Palavras do candidato petista Hélio Furlan, durante seu discurso em reunião com Ideli e lideranças do Planalto no último dia 19. A afirmação virou alvo de chacota dos petistas. Usar bonecos para agredir adversários é uma técnica de desmoralização política. Mas Raimundo Colombo deixou a pola picando na área ao dizer que havia construido um hospital em Lages.
Além da série de problemas internos na coligação e debandadas da campanha, Colombo agora vai ter que administrar mais essa. Foi pego na mentira.

Aos fatos:
No primeiro dia do horário eleitoral gratuito, o candidato Raimundo Colombo veiculou na televisão e no rádio a seguinte declaração em um VT de 15 segundos: Raimundo: Diziam que era impossível uma prefeitura fazer um hospital. A gente foi lá e fez. Agora, com a sua ajuda eu quero trabalhar pela saúde de toda Santa Catarina. O Hospital que o candidato se refere é o HOSPITAL E MATERNIDADE TEREZA RAMOS, que foi inaugurado em 19 de dezembro de 1943, com a presença do então interventor Nereu Ramos e altas autoridades locais.
A Maternidade Tereza Ramos de Lages foi considerada modelo na época em Santa Catarina e se constituiu na grandiosa obra de Nereu Ramos no município. Tereza Ramos que nominou o hospital, era mãe dos ex- Presidente Nereu Ramos, ex- Governador Celso Ramos, ex- Deputado
Joaquim Fiúza Ramos, ex- Prefeito Vida I Ramos Junior, além de outros que formaram a numerosa família Ramos, que teve como patriarca o ex- Governador Vidal Ramos Sênior.

A declaração de Colombo causou celeuma na Região, pois todos sabiam que havia algo de errado naquela informação.

Freio de arrumação
O candidato Raimundo Colombo no programa que foi ao ar no dia 23, horário das 13,00 horas, fez a seguinte declaração: Locutor: Transformou a cidade num canteiro de obras. Asfalta ruas,
constrói novas escolas, leva água, luz e saneamento a quem nada tinha. A
nova rodoviária, ginásio de esportes, o novo hospital.
Raimundo: Essa é a ala nova do Hospital Teresa Ramos aqui em
Lages. Nós construímos com a união da prefeitura, governo e
comunidade. São seis andares com 110 novos leitos e seis salas de
cirurgia totalmente equipadas. Esse Hospital se transformou numa
referência médica pra toda a Região.

Popular: A saúde é a coisa mais importante que o Raimundo Fez.

Locutor: Pois é, esse novo hospital é colado no antigo que já existia.Tinha gente que dizia: constrói mais longe Raimundo, assim as pessoas reparam mais, dá mais voto. Muita gente pensava assim, menos o Raimundo que sabia que do jeito dele é que tava certo. Assim a obra ficava mais barata. Não precisava mais uma cozinha, mais administração, mais um monte de escritórios, o que faltava na cidade era leito, UTI, isso ele fez, uma prova de
coragem e independência.

João Frederico H. Leite deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Ideli vai usar boneco para desmentir Colombo": VENDIDO, MENTIROSO e LOUCO. Nacionalmente conhecido como o SENADOR de PIJAMA. É essa figura que estamos correndo o risco de ter como Governador. Ja chega quase oito anos de ROLOS, ARMAÇÕES e CABIDES.
João Frederico H. Leite
Urussanga - SC

terça-feira, 24 de agosto de 2010

24 de agosto: Getúlio Vargas "sai da vida para entrar na história"

Meu Pai era Getulista. Temos até hoje, na parede da sala de casa, a sua carta de nomeação como Guarda Aduaneiro assinada pelo Getúlio. Quando novo, fez um estágio na guarda pessoal do Gegê em São Borja. Tudo gente boa.
Lembro das revistas Fatos & Fotos que guardava com uma quantidade de imagens da morte e do enterro do presidente trabalhista. Volta e meia tirava as revistas de um armário e mostrava para nós, após a janta. Na época, Quaraí tinha luz até às 9 horas da noite. As leituras comentadas se davam à luz de um farol a querosene que espalhava sombras pelo ambiente tornando mais trágica aquela narração. Lia as matéria em voz alta e chegava às lágrimas lembrando do Pai do Povo.


Leia artigo completo clicando aqui.
(publicado originalmente em 26 de agosto de 2009)

Comentário:
Caro amigo, Canga.

Você sempre nos surpreendendo com resgates históricos, através de uma belíssima narrativa. Agora entendo o porquê da tua eloquencia verbal. Vem sendo preparado desde pequenino...
abraço fraterno

Luiz Carlos Padilha

Festa brega é com eles !

Enfim, o mês do cachorro louco está indo embora, mas não sem antes ter sua loucura sacramentada pela primeira Festa do Brega, promovida pela parceria entre a D'brega'S Drama Band, o DJ Christiano (mais conhecido como DJ Chrisfestere) e o Armazém Vieira, nesta quinta, dia 26 de agosto, a partir das 21 horas!

Com seu repertório dançante e inconfundivelmente cafona, a banda chega com tudo, agitando o povo com as atrapalhadas cafajestadas de seus prosaicos integrantes, dispostos a chacoalhar os corpos sãos e as mentes abertas com muito Sidney Magal, Wando, Frenéticas, Odair José, Jane e Herondy, Abba, Gloria Gaynor, Ritchie, entre outros clássicos. Nos intervalos e ao final do show, quem comanda a festa é o superempolgante e empolgado DJ Chrisfestere (que, avisamos, não é o Montanha, como alguns dos nossos amigos podem pensar!), que vem fervendo para abrilhantar ainda mais o evento brega, incluindo os mais dançantes sucessos dos anos 80, aqueles que embalaram a infância e a adolescência de muita gente.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

Como é que esse bandido não está na jaula?

Segundo Arruda, o roto falando do descozido, Roriz não está preso porque corrompeu com muito dinheiro o Ministério Público

Aline deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Como é que esse bandido não está na jaula?": Ele não está na jaula da mesma forma que outros tb não estão... como Pavan, Maluf, Knaesel, Sarney, Edmar Moreira (aquele do Castelo), Dário, etc.

VIGARISTAS PRECURSORES

Por Janer Cristaldo

Leitor me pergunta que tenho contra Paulo Coelho. Contra o homem, nada. Muito menos contra o escritor. Se ganha milhões com seus livrinhos que mesclam misticismo com auto-ajuda, que deles faça bom proveito. Mas não serei eu quem os lerá. Até já tentei. Quando foi lançado O Diário de um Mago, dei uma olhadela no livro, tudo o que diz respeito à Espanha me interessa. Não consegui ler nem cinco páginas. Não diz nada sobre Santiago. Com um verbete do Guide Michelin estaria melhor servido. Também tentei lê-lo na meia página que assinava no Globo. Nunca conseguir ir além da metade da meia página.

Coelho persegue um filão que muito dinheiro trouxe aos escritores que o exploraram, entre eles Carlos Castañeda e Lobsang Rampa. Castañeda, de origem brasileira, por muito tempo passou por escritor peruano. Em A Erva do Diabo, narra suas experiências com um índio do deserto de Sonora no México, Don Juan. O livro, lançado em 1968, foi adotado por hippies e movimentos da contracultura e se tornou best-seller do dia para a noite. Na época, vendeu como pão quente. Hoje, as novas gerações já nem sabem quem foi Castañeda. Leia tudo. Beba na fonte.

*Ilustração do Cangablog

Movimento brusco: Colombo troca coordenador de campanha

Motivo de indagações nos meios políticos e jornalisticos a substituição de Antonio Ceron por Derly Massaud no comando da campanha de Raimundo Colombo. A luz vermelha acendeu em algum setor da polialiança e tiveram que fazer uma manobra de emergência.
A despencada de José Serra nas últimas pesquisas (ou Zé como o marketeiro dos tucanos resolveu batizar Serra no meio da campanha) pode ser o motivo do nervosismo na casa dos Demos.
Só se troca de coordenador de campanha quando a coisa vai mal para o candidato.
Domingo, Colombo foi recebido em reunião do PMDB de Lages e ouviu uma choradeira só. Reclamações de todos os lados.
Segundo o blog DNA Lageano "Falta material de campanha, falta mobilização e precisa mais organização, foram algumas das mensagens que Colombo ouviu da militância".
Bem, nas pesquisas, e isso os Demos sabem fazer, parece que Raimundo Colombo navega em um mar de estrelas (mar de estrelas?) mas não é o que deixa transparecer o movimento interno.

Thedora deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Movimento brusco: Colombo troca coordenador de cam...": O problema não é a coordenacao da campanha e sim o candidato que não empolga. Muito macio, bom moço, suave demais, no meio de duas mulheres "faca na bota" como dizem em Lages ele se apaga

domingo, 22 de agosto de 2010

O plágio da Ideli: Uma campanha não levada a sério

Quando vi não acreditei. Claro, é coisa de marketeiro e a candidata vai a reboque. Se cai na real manda tirar do ar. Mas desconfiômetro parece que é manga de colete para essa gente.
Ideli resolveu fazer uma cópia, paraguaya, do programa da Rede Globo - Mais Você - apresentado por Ana Maria Braga.
Novos tempos! A rede Globo, canal de TV demonizado por essa esquerda da Ideli como instrumento de dominação ideológica da direita, hoje serve de modelito para Ideli. Em artigo anterior aqui do blog (De medusa a Brabie em um mandato) já havia desconstruido a trajetória de "vida louca desenfreada" que a candidata está levando. Repaginou a cara, a cintura, os cabelos e, claro, as idéias. É outra Ideli !
De Ideliógica a Idelinnnnnnda!!!!!!!!

Achei a propaganda muito ruim. Falta seriedade para quem quer ser governadora de estado.

Karoline Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "O plágio da Ideli: Uma campanha não levada a sério...": É a velha política de pão e circo. A falta de seriedade e de caráter da senatriz não me impressiona mais. Já comprei meu nariz de palhaço para ir até a urna!

Valeu Silvinho !

sábado, 21 de agosto de 2010

Cartas Baianas3


A nova direita brasileira

Por Emanuel Medeiros Vieira
A velha a gente já conhece. E a nova?
Por exemplo, os “companheiros” que pegaram boquinhas na Eletrosul e em outros órgãos controlados pelo PT, não gostariam de serem chamados de direitistas. Mas são. Também é direitista toda a aparelhagem sindical de ternos bem cortados (e chamavam o Joaquinzão de pelego!), com secretárias gostosas e celulares de última geração. Socialistas? Nada disso. Essa nova direita está na executiva do partido que age com mãos de ferro stalinista contra os dissidentes (como para dissolver o diretório do Maranhão, impondo a candidatura ao governo do Estado da “socialista” e “impoluta” Roseana Sarney). Essa nova direita “companheira” está nos fundos de pensão das estatais, onde rolam bilhões de reais. É muito dinheiro, muito mesmo! Por isso, eles não “podem” perder as eleições.
São milhares de cargos em toda a burocracia estatal. Os “companheiros” nunca se deram tão bem! Onde está também essa nova direita? Na burocracia partidária, no Palácio do Planalto, nos ministérios, nas autarquias, nas agências reguladoras, na multidão de “conselhos” regiamente pagos, na Petrobrás, nas assembleias, nas câmaras municipais, nas prefeituras, na mídia amestrada, na CUT e em todos os sindicatos, na Câmara Federal, no Senado e em outras instâncias.
Os reis da mamata, os aproveitadores, os velhacos de todos os matizes (e com retórica nacionalista) formam a nova direita brasileira. Para camuflar sua cobiça, sua enorme volúpia por cargos, benesse e prebendas dizem que “não se pode deixar que a direita volte”. Quem, cara pálida? É como o gatuno que, na rua, grita “pega ladrão” para disfarçar seu próprio roubo. É um álibi compensatório, como diria Freud. Um “truque” ou arranjo mental, como definiriam os psicanalistas. Só assisti a duas vezes ao horário eleitoral dito gratuito. Prefiro a companhia melhor e mais nobre de Machado de Assis e de outros autores. Mas vi dois. Meu Deus! Que empulhação! Quanta mentira!
É dito que Lula foi o melhor presidente que o país já teve. Mas é tudo virtual. PAC, Pré-Sal (que quando sair do papel, talvez o petróleo já não seja a hegemônica fonte de energia; haverá outras menos poluidoras). Pode ser grande na distribuição de Bolsa Família e de outras esmolas.
As pessoas têm memória fraca. É preciso lembrar que Lula e o PT foram contra o Plano Real e não assinaram a Constituição.
O senador Mercadante – um “homem de palavra”!- disse que o Plano Real acabaria logo. Dilma aparece com uma um poço de ternura, de bondade, de compaixão e de sabedoria.
Não é a mulher truculenta, que não tolera divergências, não é a stalinista contumaz, não é a mitômana famosa! Por isso o PT, como os coronéis nordestinos de antigamente, não quer uma Educação libertadora. Como a atual, se engana mais facilmente. Inventam um programa eleitoral (feito a peso de ouro) para manipular as emoções mais primárias, como se fosse uma novela, não para estimular a reflexão, mas para ludibriar. Pagam rios de dinheiros a marqueteiros , que formam uma nova casta nacional na arte de enganar e de mentir. Não querem politizar o debate. Apenas mistificar. E não falam em corrupção. Falar de corda em casa de enforcado...
Um povo com conhecimento não seria ludibriado tão facilmente. Em vez do tacape, passam uma ideia de paz, de ternura, de bondade, de tolerância. Imaginem essa turma com uma ditadura na mão! Lula segura o “lúmpen” com o programa Bolsa Família, e protege o andar de cima (banqueiros). Assim, a patuléia pode comprar, em dez suaves prestações, eletro-eletrônicos nas Casas Bahia. E Lula, acovardado e medroso, não abre os arquivos da ditadura. Lula é um Forrest Gump piorado. Piorado? Sim, porque o original tinha ternura, compaixão. E ele não. E é megalomaníaco. Detesta quem pensa, quem lê.
E os puxa-sacos babam quando ele diz qualquer platitude ou alguma nova asneira. Seu raciocínio beira à idiotia. É de pasmar que setores da academia e gente que se considera culta e informada, se deixe enganar tão facilmente. Não atribuo à má-fé, mas ao despreparo intelectual. Acham que “pobreza” é virtude, que é um álibi para tudo, que um cidadão por ter sido pobre pode fazer o que quiser. É o elogio da má-índole. Não existe gente bem equipada ou com solidez teórica no partido para que se possa debater.
Essa gente foge do contraditório, como o diabo da cruz. Não tiveram ídolos, não tiveram sonhos, não tiveram razões mais nobres para combater. Ou para viver. De minha parte (não mais para mim, mas para os que vierem depois), espero um país em que a política não seja mais a atividade favorita dos delinquentes, dos velhacos, dos patifes e dos traidores.
Eles passarão...(Não é, Quintana?)

Salvador, agosto de 2010

PSDB acusa Franklin Martins de “ameaçar” liberdade de imprensa

Do Comunique-se

Por meio de nota divulgada à imprensa, o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra, acusa o ministro da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República, Franklin Martins, de ameaçar as liberdades de imprensa e de informações.

Guerra considerou “falsa e nociva” a manifestação de Martins sobre declarações dadas pelo candidato do PSDB à Presidência, José Serra, durante o 8º Congresso Brasileiro de Jornais. Serra afirmou, em discurso, que o governo federal censurava e perseguia a imprensa. O ministro rebateu, dizendo que o candidato “faltou com a verdade”.

“Jornalista, o ministro Franklin Martins já manifestou publicamente seu entusiasmo pelas teses que conspiram contra os fundamentos mais elementares de sua profissão. Sua nota, pois, desmente a si mesmo”, critica Guerra. Leia tudo. Beba na fonte.

sexta-feira, 20 de agosto de 2010

A FARSA DA NOSSA DEMOCRACIA

Por Edison da Silva Jardim Filho

A entrevista do professor titular aposentado da Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Faculdade do Largo de São Francisco), Fábio Konder Comparato, veiculada na revista “Fórum”, que se encontra nas bancas, deveria ser lida por todos os eleitores que vão votar nas eleições de outubro. A “Fórum” é uma revista patrocinada por intelectuais, ONG’s e entidades de esquerda- depois do governo Lula, é possível ainda existir essa distinção ideológica no Brasil?-, que tem por objetivo aprofundar o debate sobre as questões estruturais do país.

Perguntado se vivenciamos uma democracia no Brasil, o professor Fábio Comparato respondeu no mesmo diapasão dos meus artigos: “Óbvio que não vivemos numa democracia.” E continuou ele: “Democracia é, sobretudo, soberania popular. Soberania significa controle. Poder de controle significa tomar grandes decisões e fiscalizar, responsabilizar e destituir os representantes.” Mas o cerne de sua pregação, pela leitura atenta que fiz da alentada e pertinente entrevista, é a necessidade de virem a ser usados, no Brasil, os mecanismos de democracia direta, consistentes do “plebiscito”, “referendo” e “iniciativa popular”, visando educar, politicamente, o povo. Esses institutos de democracia direta, ou seja, exercidos pelo povo sem a intermediação dos seus representantes, estão previstos tanto na Constituição Federal, quanto na Constituição Estadual. O artigo 2º, parágrafos 1º e 2º, da Lei nº 9.709, de 18 de novembro de 1.998, que regulamentou, nessa questão, a Constituição Federal, apresentam, de forma clara, a distinção entre “plebiscito” e “referendo”. “Plebiscito e referendo são consultas formuladas ao povo para que delibere sobre matéria de acentuada relevância, de natureza constitucional, legislativa ou administrativa. O plebiscito é convocado com anterioridade a ato legislativo ou administrativo, cabendo ao povo, pelo voto, aprovar ou denegar o que lhe tenha sido submetido. O referendo é convocado com posterioridade a ato legislativo ou administrativo, cumprindo ao povo a respectiva ratificação ou rejeição.”

O desprezo dos nossos governantes por esses instrumentos de democracia direta, traduz muita coisa ao mesmo tempo: o caráter antidemocrático e oligárquico deles; a aposta histórica que fazem na deseducação política do povo; o interesse que têm no descolamento entre os seus mandatos e quem deveria ser o dono deles, ou seja, o povo; em suma, a farsa que é a democracia brasileira. O único “referendo” feito no Brasil, o foi em 2.005, e versou sobre a “proibição da comercialização de arma de fogo e munição em todo o território nacional”, prevista no chamado: “Estatuto do Desarmamento” (Lei nº 10.826, de 23 de dezembro de 2.003). Foram realizados somente dois “plebiscitos”: o de 1.963, sobre o sistema de governo: parlamentarismo ou presidencialismo- João Goulart governava sob o regime parlamentarista, adotado para debelar a crise institucional provocada pela renúncia do presidente Jânio Quadros; e o de 1.993, que teve por objeto a forma de governo: se república ou monarquia, e o sistema de governo: se presidencialismo ou parlamentarismo. Recentemente, houve a aprovação, pelo Congresso Nacional, e a sanção, pelo presidente da República, da denominada: “Lei da Ficha Limpa”, cujo anteprojeto foi de “iniciativa popular”. Mais recentemente ainda, a Assembleia Legislativa de Santa Catarina recebeu o primeiro anteprojeto de lei de “iniciativa popular”, que cria a “defensoria pública”.

Trocando em miúdos, e puxando a brasa para a nossa sardinha: se realmente vivêssemos numa democracia, teriam de ser realizados, tomando carona nas eleições que se avizinham, “plebiscitos” sobre a construção do estaleiro da empresa OSX, em Biguaçu e na Baía Norte, e da fosfateira das multinacionais Bunge e Yara, em Anitápolis, e um “referendo” sobre a instituição do “Código Estadual do Meio Ambiente”, este decidido, a marretadas, pelo então governador Luiz Henrique da Silveira e por sua base encabrestada na Assembleia Legislativa.

Do amigo Emanuel

Amigo Sérgio
Não havia visto o comentário da tua generosa leitora, Karoline Silva.
Escrevi uma cartinha para ela - curtinha mesmo.
Poderias postá-la?
Me dá um retorno?
(Obrigado).
Tenho arrepios tecnológicos, e prefiro enviar aos teus cuidados.
O blog está muito bom!
(O elogio é do coração: mantém acesa a chama da indignidade cívica, e também o humor, além do velho e bom erotismo...)
Abraço do Emanuel

À JOVEM KAROLINE
Salvador, 20 deagosto de 2010
Tua mensagem, Karoline, me emocionou.
Com 65 anos e tantas lutas (e "lanhado" também pelas escolhas que fiz), não perdi a ternura.
É impossível escrever e viver sem compaixão.

Se não travaste outras lutas, és também um exemplo de ética e de fibra com os teus 20 anos.
Estás num caminho bom.
Mesmo com tanta patifaria em volta, não perdes a consciência de cidadania e a chama da indignação.
O problema é que muitos jovens de classe média para cima receberam "tudo pronto".
E sem sonhos, é difícil viver!
E sem projetos, pode vir o tédio e o vazio existencial, a sensação de falta de sentido, e o apelo para o mais fácil (e o mais terrível), como as drogas..
Conselho é bobagem, mas se puder dar uma sugestão, escreveria o seguinte:
Multiplica e irradia a tua voz, Karoline!
Socializa a tua indignação!
Reúne familiares, amigos, colegas de escola, para vocês discutirem e debaterem os problemas nacionais, como a gente fazia nos nossos vinte anos.
Há muito para ser fazer.
Posso parecer apenas edificante, um tanto "piedoso" e "carola" (fui "coroinha"...), mas como compensa ajudar quem mais precisa!
Como?
Há hospitais, há igrejas.
Por que não tentar criar uma biblioteca num bairro carente?
Ou tentar instalar alguma numa escola pública sem livros?
O conhecimento é que nos libertará!

E nunca se mirar nos péssimos exemplos de quem tem sobrenome famoso, e sente-se sempre impune.
"Nada acontecerá comigo, tenho costas quentes", dizem algumas vozes.
O pior deste país é a impunidade!
Quando a impunidade não triunfar, quando issoa contecer, a Justiça não será esse horror que se vê aí, protegendo sobrenomes famosos, punindo apenas só os humildes, e a política será uma exercício para o homen sde bem, e não para velhacos, patifes, traidores, corruptos e bandidos de colarinho branco.
Em frente, Karoline!
Lembra das palavras de Eduardo Galeano: "Ela está no horizonte... Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Por mais que caminhe, jamais a alcançarei. Para que serve a utopia?
Serve para isso. Serve para caminhar."
Karoline: um beijo no teu coração do Emanuel Medeiros Vieira (ilhéu-candango, agora vivendo na velha Bahia).

Justiça esconde processo dos menores estupradores no site do TJ

É impressionante o poder de certas pessoas e empresas sobre o justiça catarinense. No escandaloso caso do estupro de uma menor de 13 anos por filhos de pessoas influentes em Florianópolis essa situação ficou patente.
A influência e o poder destas pessoas é tão grande que eles determinam o que vai ser feito, como vai ser feito, manipulam provas e documentos e decidem até o sigilo do processo.
No caso especial, o processo dos menores estupradores não aparece no Sistema de Automação do Tribunal de Justiça (SAJ) que teria a função de tornar as ações do órgão mais transparentes pra a população. Uma vergonha!!!!
Ganha um premio quem souber o número do processo e quem determinou o sigilo !

Leia mais sobre desaparecimento de provas e de testemunhas do caso no Temperos & Apimentadas.

Resuminho de falcatruas

EXTRATO DE INSTAURAÇÃO DO INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO N. 06.2010.000003-2
COMARCA: Capital
PROMOTORIA DE JUSTIÇA: 31ª
Data da Instauração: 7/1/2010
Partes: Representado: a apurar.
Objeto: Utilização de possível documento falso, na sessão do dia 2/12/2009, na Câmara Municipal de Florianópolis, para votação do Projeto de Lei Complementar n. 951/2008, que tratava de suspensão, por prazo determinado, de novas edificações na Bacia do Itacorubi.
Promotor de Justiça: Newton Henrique Trennepohl

EXTRATO DE INSTAURAÇÃO DO INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO N. 06.2010.002177-6
COMARCA: Capital
PROMOTORIA DE JUSTIÇA: 31ª
Data da Instauração: 27/5/2010
Partes: Representado: Município de Florianópolis.
Objeto: Supostas irregularidades ocorridas na utilização de espaço público municipal por particulares, para fins comerciais.
Promotor de Justiça: Newton Henrique Trennepohl

EXTRATO DE INSTAURAÇÃO DO INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO N. 06.2010.003131-5
COMARCA: Capital
PROMOTORIA DE JUSTIÇA: 31ª
Data da Instauração: 19/7/2010
Partes: Representante: João Antônio Heizen Amim Helou; Representado: Município de Florianópolis.
Objeto: Possíveis irregularidades cometidas pelo Município de Florianópolis, - contratação do Instituto Nacional para Desenvolvimento das Artes Arquitetura e Turismo das Cidades - DIVERSCIDADES, para realização do I Fórum das Américas sobre Mobilidade Urbana nas Cidades; Architectour - Seminário Internacional da Arquitetura para a Cultura e o Turismo; e Termo de Parceria n. 001/2010, para a restauração e reabilitação da antiga casa da Câmara e Cadeia de Florianópolis, objetivando instalar o Museu da Cidade.
Promotor de Justiça: Newton Henrique Trennepohl

EXTRATO DE INSTAURAÇÃO DO INQUÉRITO CIVIL PÚBLICO N. 06.2010.003390-0
COMARCA: Capital
PROMOTORIA DE JUSTIÇA: 31ª
Data da Instauração: 5/8/2010
Partes: 26ª Promotoria de Justiça da Comarca da Capital; Representado: Município de Florianópolis e Federação Catarinense de Surfe (FECASURF).
Objeto: Supostas irregularidades em convênios firmados entre o Município de Florianópolis e a Federação Catarinense de Surf (FECASURF), no período em que a entidade foi presidida por Vereador Municipal.
Promotor de Justiça: Newton Henrique Trennepohl

Mãe da menina estuprada agradece apoio de blogs

Sr Sérgio,

Meu nome é ******, sou a mãe da menina de 13 anos violentada no dia 14 de maio.
Gostaria de agradecê-lo pelo espaço em seu blog.
Para mim, a solidariedade dos blogs tem sido de extrema importância para que esse crime não fique impune, principalmente quando a divulgação ocorre em espaços respeitados como o seu.
Minha vida tornou-se uma batalha 24 horas, pois mesmo quando anoitece, preocupo-me em vigiar o sono de quem tanto amo...e quase perdi.
Acredite quando digo que lhe agradeço de coração, pois divulgar toda essa injustiça descarada (desculpe-me pelo termo indelicado), é estender a mão à quem foi jogada ao fundo de um poço profundo prestes a ser tampado e lacrado para uma morte fria lenta.

Mais uma vez, aceite meus sinceros agradecimentos.
Boa noite.
(A mãe da menina pediu que não tivesse seus dados pessoais divulgados).

Alberto deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Mãe da menina estuprada agradeçe apoio de blogs": O Judiciário catarinense consegue ser pior que o Judiciário nacional, e olha que para ser pior que a Justiça nacional, tem que ser ruim mesmo. Os membros do nosso Judiciário, não passam de carreiristas que só pensam em si mesmo. Ganham salários exorbitantes para servirem de advogados exclusivos dos ricos e poderosos. Provavelmente há exceções, porém, não fazem a mínima diferença.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Nigth "germânica"

Estive ontem em Blumenau e dei uma bandinha na night. Fazia tempos que não curtia a noite "germânica", na verdade, muito tempo. Noite mesmo era do tempo do Bar Kriado. Mas ontem tive um grata surpresa. Fui conhecer o Pub The Basement que funciona no porão de um prédio tombado pelo patrimônio histórico. Show!

Saí para assistir a grande vitória do Internacional (bi-campeão da Libertadores rumo ao bi-campeonato mundial), em um barzinho no centro da cidade. Fim de jogo saí atrás de outro bar, de preferência com música. Daí a surpresa: no final da Curt Hering, em uma galeria encontrei o Butiquin Wollstein !

O lugar é realmente mágico! Pequeno, conchegante, feito com madeira de demolição e uma decoração curiosa. Mas o forte do Butequin, além da grande variedade de bebidas, é a música.

Bem, ontem foi a noite do Trio Mazzaropp. Formado por Marzin Silva (guitarra e viola) JP Batera (bateria) e Prof. Oscar (Baixo). Jazz com sabor brasileiro e uma mistura de musicalidade fantástica! Música instrumental de primeiríssima qualidade!

antonio rogerio deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Nigth "germânica"": Figura esse Sérgio, falante e engraçado, foi um prazer recebê-lo no nosso Butiquin Wollstein.
Fábio Wollstein e equipe

L.A. deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Nigth "germânica"": Maaassa! Blumenau e suas surpresas! também gosto da cidade! Experimenta arranjar ou alugar uma bike e dar uma circulada pela cidade e região!

Comprovem abaixo o som da rapaziada:

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

ALÔ PREFEITURA !!!!!

Leitor denuncia prisão de cachorro:

ENQUANTO O MOSQUITO ESTÁ NO ESTALEIRO...TEM UM CACHORRO HÁ 4 ANOS TRANCADO EM UMA JAULA DE 1X1MT NA RUA Rua Valdemiro Francisco Senabio, 343, no Rio Vermelho. Um pastor alemão branco. Passa os dias ganindo e ninguém faz nada. Quando soube, começei a peregrinação em busca de uma solução. Estou há 1 hora no telefone, um passando pro outro. telefones que não atendem...e assim vai...Canga, se puderes ajudar! Está aí, MAIS UMA MERDA DE SITUAÇÃO EM NOSSA CIDADE. Não há política publica que funcione. A policia ambiental, apesar de responsável conforme a Lei de crimes ambientais, diz que não pode atender esses casos. Encaminha pra quem? tcham,tcham: PARA A NOSSA EFETIVA E ATUANTE PREFEITURA! que não sabe de nada, não atende telefone, encaminha o caso para JESUS CRISTO!!!

A subserviência falou mais alto. De novo.


Na noite desta terça-feira, a Câmara de Florianópolis prestou um novo desserviço à população. Ignorando o apelo da maioria dos cidadãos, rejeitou pedido para que o prefeito explicasse, publicamente, porque mentiu no caso da restauração do palácio Dias Velho, antiga Casa da Câmara e Cadeia Pública, na Praça XV de Novembro.

Como já foi exaustivamente exibido pela mídia, a ex-diretora do Ipuf desmascarou o prefeito e seu principal secretário ao provar que ambos tinham conhecimento do teor do Termo de Compromisso firmado para restaurar o prédio, um dos mais importantes patrimônios históricos da cidade, pela fortuna de R$ 25 milhões (valor suficiente para erguer seis prédio de doze andares, segundo especialistas).

- Ao invés de comemorar o vergonhoso arquivamento, o prefeito deveria explicar como assinou um documento autorizando a captação de R$ 25 milhões, com direito a comissão de R$ 2,5 milhões, para a restauração de um dos mais importantes patrimônios da cidade, com uma entidade que jamais realizou serviço semelhante, e, pior, é presidida por uma comissionada da prefeitura sobrinha do ex-governador – afirma o vereador João Amin, acrescentando que confia na independência do Ministério Público e do Tribunal de Contas

terça-feira, 17 de agosto de 2010

Morreu o "Ricochete"

José Ricardo Cortez Galotti Peixoto era o nome do "Rico" irmão da Dil, do Eloy e do Joca, todos filhos da queridíssima Dona Cely e do seu Zézinho Galotti.
O Rico, nascido no Rio, já vivia aqui há muitos anos. Fizemos amizade nos anos 80 quando o seu irmão Eloy trabalhava no jornal O Estado e depois veio para o jornal Afinal.
O Rico sempre foi tratado com carinho especial por todos nós do Afinal e até recebeu o apelido de Ricochete, acredito que do Negão Flávio que hoje mora no Rio.
Na sexta-feira fiquei sabendo pelo Piroco (Paulo Afonso) que ele estava internado. Hoje li no obituário do DC sobre a sua morte.

Do DC:
Existem pessoas que superam seus problemas e procuram passar adiante os ensinamentos adquiridos durante a vida. José Ricardo Cortez Galotti Peixoto, 55 anos, era uma dessas. Seu Rico, como era carinhosamente conhecido por todos, era natural do Rio de Janeiro e vivia há 36 anos em Santa Catarina. Atualmente, era morador da comunidade da Praia da Pinheira, em Palhoça. Fiscal da Saúde aposentado por motivo de doença, seu Rico trabalhava de forma incessante na ajuda da comunidade, fosse com as crianças carentes ou com os pescadores da região. No Natal, ele comprava presentes nas lojas de R$ 1,99 e fazia questão de distribuir a todos que não tinham condições. O tamanho de seu coração e de sua bondade sempre foram visíveis. Fora usuário de drogas e estava havia 13 anos longe do seu vício. Escreveu um livro, onde conta sua vida e os problemas que a droga lhe trouxe. Era também palestrante do grupo Alcoólicos Anônimos (AA), onde relatava sua vivência sob o efeito de entorpecentes, realizando um trabalho de conscientização populacional. Internado no Hospital de Caridade, em Florianópolis, desde o dia 28 de julho, seu Rico faleceu domingo, por conta de um grave problema pulmonar. Ele deixa com saudades a mulher Mary, que busca dar continuidade aos projetos sociais do marido. A missa de sétimo dia em homenagem a seu Rico será na sexta-feira, às 19h, na Igreja São Luís, no Bairro Agronômica, em Florianópolis.

Parada da Diversidade Floripa 2010

Florianópolis vai ficar mais colorida no dia 5 de setembro, quando acontece a 5ª edição da Parada da Diversidade, que em 2010 tem como tema “Abraçando a Diversidade”.

O evento, que no ano passado reuniu 80 mil pessoas (segundo a PM) na Avenida Beira Mar Norte, este ano tem tudo para alcançar a casa dos 100 mil participantes, ficando atrás apenas da parada de São Paulo, de acordo com estimativa do organizador Tiago Silva.

A grande atração é a cantora Wanessa (ex-Camargo), que abriu o show da musa Beyonce na Capital no início do ano. Wanessa, que em 2010 iniciou uma turnê dedicada ao público GLS, apresenta em seus shows sucessos do seu novo CD “Meu Momento”, além de clássico de Shakira, Lady Gaga, Kelly Holand e Pussycat Dolls.

A concentração inicia a partir das 14h na altura do Bar Koxixo’s. Como já é tradição, a abertura da Parada 2010 terá a execução do Hino Nacional pela Banda da Polícia Militar de Santa Catarina – é a única Parada do Brasil que conta com a participação da banda oficial da PM.

Muitas outras atrações estão programadas para o dia 5, um domingo. Dentre as atividades está a celebração do primeiro aniversário da Lei Anti-Homofobia, apresentada pelo vereador Tiago Silva e aprovada ano passado pela Câmara de Vereadores da Capital.

Mosquito no estaleiro...de novo

Estou recebendo um infinidade de e-mails perguntando pelo blogueiro e terrorista cibernético Mosquito. O cara está sumido do blog. Está twittando direto mas pelo jeito a maioria dos seus leitores não utiliza a ferramenta que enlouqueceu o inseto.

Papo seguinte:
Domingo o Mosquito foi levado do estádio da Ressacada, onde foi assistir o baile do Avaí no Corintians, para a Policlínica do Rio Tavares. Igual a outra vez: da Ressacada direto para o hospital.
Tá obeso, pressão alta e mais um monte de coisas. Abaixo alguns comentários dele no twitter:

Continuo em observação no Hospital de Caridade - Entro em dieta rigorosa - Amigo médico renomado clinico obesidade garante tratamento FREE.
Estarei em forma para o 1 encontro nacional de blogueiros progressistas dias 20,21,22 em SP Levarei TijoladasPRESS


Acompanhe o inseto no twitter aqui.

Apenas perguntas

Presidente da República é Agente Público?
Governador do Estado é Agente Público?
Prefeito é Agente Público?

A resposta é positiva.

Todos estão relacionados na categoria de Agente Público, estando, pois enquadrados, para efeitos eleitorais, no art. 73, da Lei 9.504/97, que trata das Condutas Vedadas aos agentes públicos. Portanto, a reunião política eleitoral realizada pela Tripa-Aliança no dia de ontem 16/08, que trouxe para Florianópolis mais de 200 prefeitos e vices, em pleno horário, afrontou a Lei Eleitoral. Se o Presidente Lula não pode fazer campanha em horário de expediente, também os prefeitos de várias regiões do Estado, não poderia estar às 14 horas, em plena segunda feira participando de ato eleitoral.

Em abril o DEM através de seu líder na Câmara de Deputados, Paulinho Bornhausen questionou a participação do Presidente Lula na campanha de Dilma. Será que o líder vai agora questionar a participação dos Prefeitos em horário de expediente na campanha do seu candidato ao Governo de Santa Catarina?

João Frederico H. Leite deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Apenas perguntas": É o caso de verificar a participação dos CABIDES de EMPREGO, digo, SECRETARIAS que foram montadas para o unico fim de
apoiar a TRIPA. O Paulo é por demais conhecido, reclama muito quando a coisa é contra, a favor vale tudo. É brincadeira e o nobre
deputado, poderia também questionar o seu candidato por ter entrado com solicitação para tratamento de saúde. Paulo deveria defender o povo e não a TRIPA.

Carta Aberta ao amigo Sérgio Rubim

De Emanuel Medeiros Vieira

Continua!
Lendo o teu blog (e os de outros humanistas), constatando a reincidência do Mal, das falcatruas, das tramóias e das velhacarias, marca registrada do Estado patrimonialista brasileiro, não nego que, às vezes, bate um desânimo danado, uma espécie de impotência para conseguir melhorar os padrões de conduta de tantas pessoas, e de tornar republicana as relações entre o público e privado. (Pobres filhos da Ideli! Não têm dinheiro para pagar advogados!)

Desânimo?

Mas, gramscianamente, repito sempre que É PRECISO MANTER O PESSIMISMO DA INTELIGÊNCIA E O OTIMISMO DA VONTADE. É que “vim” de longe”: estou com 65 anos e comecei a luta aos 15. Nessa altura da vida (não sendo aposentado do INSS), poderia “esquecer” os problemas nacionais e alienar-me completamente.

Não consigo.

Creio que honrei minha família, minha geração, meus amigos (perdoa o tom retórico, mas escrevo com o coração). Lutei tenazmente contra a oligarquia catarinense, a ditadura nacional, escrevi meus livros e sempre busquei intervir buscando o “núcleo do humano” e da Justiça.
Poderia me dedicar apenas ao que amo, como a literatura (escrevendo, lendo, como faço todos os dias). Quando lembro que nos seus inícios, um dos slogans do PT, era “um partido que não rouba e não deixa roubar”, fico assombrado.
Seria humor negro? Nunca se viu uma turma chegar com tanta sede ao pote. Eles falavam da chamada “burguesia” mas o que queriam era chegar a ela.
Quem nunca comeu mel... (Não é, mamãe?)
É um “bolchevismo sem utopia”, como classificou alguém. Repito: um partido que não rouba e não deixa roubar!
Com Jáder Barbalho, Renan Calheiros, Fernando Collor, Romero Jucá, a sempre danosa família Sarney, e tantos outros seres tão idôneos? Não, senhor José Dirceu: a corrupção não é assunto pequeno burguês.
Agora que vivo no Nordeste (fazendo a “ponte” afetiva com, Brasília), na velha Bahia, fere mais o coração humano, constatar o grau de crueldade dos donos do poder, a traição imperdoável do PT e seus novos oligarcas, além da obscena concentração de renda. E as mentiras.
(Não, não vim do PFL, atual DEM.)
Tancredo dizia que a ARENA era o partido dos grotões. Será o destino do PT? A campanha que membros do partido faz aqui no Nordeste é fascista e terrorista, garantindo que os outros candidatos, se ganharem a eleição, terminarão com o Bolsa- Família.

Quem dará continuidade é a amiga da família Sarney, esse poço de ternura, de humanismo e de sapiência: a dona Dilma, aquela que não grita com funcionários e que detesta a mitomina!
Aparecerá como a “Barbie da esquerda” no horário eleitoral gratuito. Não me importa que ela ganhe. Não perderei a coerência por causa de eventos tão tristes e danosos ao país. O Império Romano durou quantos anos? Um dia, ele acabou, não?
A aliança petista com a elite escravocrata nordestina, também terminará um dia. Não devo estar mais aqui. Mas sei, como falava Carlos Castãneda, que nada pode temperar tanto o espírito de
um guerreiro quanto o desafio de lidar com pessoas intoleráveis em posições de poder. Estou sendo claro?
A “sábia” Ideli e todos os cínicos poderão rir de mim, e me chamarão de romântico, idealista, cristão. Eles pensam que mudar um país é dar geladeira e iogurte para a população. O nosso “grande estadista” Lula, carregado de megalomania, chegou a dizer que se o Bush tivesse ligado antes para ele, não teria invadido o Iraque...
Num país de “tanto conhecimento”, também afirmou que ler dá azia!
Sérgio: termino com os versos de Fernando Pessoa:

“Cumpri contra o destino o meu dever.
Inutilmente? Não, porque o cumpri.”

Continua, amigo!

Salvador, agosto de 2010

Karoline Silva deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Carta Aberta ao amigo Sérgio Rubim": Entendo os sentimentos relatados pelo sr. Emanuel e lhe digo: com 65 anos o senhor viu muita coisa progredir, viu mudanças boas mesmo neste Estado Patrimonialista, viu a "democracia" se reestabelecer, viu os movimentos estudantis, enfim... conseguiu ver algum tipo de consciência política.
E eu? Tenho 20 anos, nasci em 89, o clima estava se apaziguando. Não lembro das crises, da inflação e mal lembro do plano real. Tudo parecia pronto pra minha geração... e esse é o mal. O mal de uma geração sem consciência política, sem vontade, sem companheirismo, sem luta! Uma geração acomodada que se importa mais com o que vai rolar na balada do dia ou qual a roupa vai estar em evidência na estação...
A culpa? Não sei de quem. Só sei que meus pais me ensinaram bons princípios e eu pretendo fazer o mesmo por meus futuros... E assim, continuo com o pessimismo da inteligência e o otimismo da vontade, como dizem as sábias palavras pelo senhor citadas, não engolindo absurdos como este que relatei (justiça gratuita aos pobrezinhos Salvatti Mescolotto) e ficando feliz que exista algum espaço - ainda - para compartilhar esta indignação.
Abraços.
Karoline Silva

O Vento Sul e o Diabo




(Texto chupado do blog Vento Suli)

O Diabo é um dos três verbetes com maior número de sinônimos na língua portuguesa, segundo o Aurelião. São mais de cem nomes para o Dito Cujo. Mas deve faltar um, o Vento Suli. O Silvio “ligeirinho”, um amante do Vento Sul, lembrou em seu comentário de uma música do Dazaranha: “o diabo desembarcou, desembarcou na Ilha”. Um dos integrantes da banda, o Jerry, que não gosta do Vento Sul, explicou que os antigos diziam que dia de Vento Sul era o diabo que estava revoltado, vindo e virando a vida e as sombrinhas das pessoas. O Fábio, amigo que mora na Armação do Pântano do Sul, também acha que o Vento Sul é o Diabo, não aquela figura maldosa, mas um brincalhão. Segundo ele, nos dias de Vento Sul, o Danado fica brincando com a porta da casa. Se ele quer deixá-la aberta, vem o Vento Sul e a fecha bruscamente; se quer deixá-la encostada, lá vem o Pé-de-bode para escancará-la. E você, acredita nisso?

Papito...


segunda-feira, 16 de agosto de 2010

FOLHA SILENCIA SOBRE NEGOCIATA DOS SARNEY

Por Janer Cristaldo

Quando a polícia descobriu no escritório da empresa Lunus, em São Luís, no Maranhão, um cofre com R$ 1,34 milhão separados em pacotes com notas de R$ 50, corria uma piadinha na Internet. Roseana Sarney acorda seu marido no meio da noite:

- Murad, vamos fazer uma sacanagem?
- Vamos, Roseana. Onde é que eu assino?

O Estado de São Paulo e os portais de Veja e Terra denunciaram, neste domingo, mais uma falcatrua da famiglia Sarney. O jornal exibe documentos dos arquivos do Banco Santos indicando que a governadora do Maranhão, Roseana Sarney (PMDB), e seu marido, Jorge Murad, simularam um empréstimo de R$ 4,5 milhões para resgatar US$ 1,5 milhão que possuíam no exterior. Vamos à notícia: Leia tudo. Beba na fonte.

TRE nega pedido de vereador para fechar blog

O pedido foi feito pelo vereador Cleosmar Fernandes, de Laguna, que acusa o blog Apimentado de atacá-lo politicamente.
Leia a notícia do Apimentado abaixo:

O Tribunal Regional Eleitoral, negou o pedido de liminar feito pelo vereador Cleosmar Falcatrua Fernandes, o pedido foi feito para eliminar o blog apimentado da rede. O Falcatrua afirma em sua petição que o blog foi criado com a finalidade de atacar a ele vereador e candidato a deputado estadual pelo PR. Na verdade o blog tem por finalidade denunciar os abusos e crimes cometidos em nossa querida Laguna, que culpa tenho eu se ele é o campeão da corrupção, se ele parar de roubar é lógico que não vai ser mais noticia. Nas próximas horas devo apresentar minha defesa, estou tranquilo, pois contra provas não se pode argumentar. Tenho certeza de minha credibilidade, agradeço aos mais de 4.000 acessos, porque a luta pela transparência do dinheiro público continua.

OBRIGADO !!!!!!!!!!!!!!!!!

Da leitora Karoline Silva

Sérgio!

Abaixo colo a tela do SAJ do TJSC com o mais esdrúxulo desrespeito às leis processuais, o filho da Senadora Ideli Salvatti entrou com uma ação de cobrança contra um banco e teve a cara de pau, que herdou tanto da mãe quanto do pai, de pedir JUSTIÇA GRATUITA, alegando HIPOSSUFICIÊNCIA! E o pior, tal pedido foi considerado, pedindo que ele comprovasse a necessidade! Convenhamos que só o sobrenome dele vale alguns milhares de reais. E o pior, é uma ação de cobrança!!!
Soube que a irmã dele, Mariana, fez a mesma coisa e, o pior, o pedido de Justiça Gratuita pra ela foi atendido.
Até onde vai a falta de consciência ou ainda, a ganância de uma pessoa? Sonegando até o recolhimento de custas judiciais!! Parece que safadeza também é hereditária!!!!

Isso tem que ser divulgado, o processo é público!

Abraços!!

http://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/deusa.gif

http://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/tituloSC.gif

http://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/inst.gifhttp://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/corre.gifhttp://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/academia.gifhttp://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/direto.gifhttp://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/consul.gifhttp://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/juris.gifhttp://esaj.tjsc.jus.br/cpo/imagens/SC/concursos.gif


Partes do Processo (Principais)

Participação

Partes e Representantes

Réu

Banco Bradesco S/A
Advogado(a) Claudia Regina Masson

Autor

Felipe Salvatti Mescolotto
Advogado(a) Geslani de Fátima Dariva e outro

domingo, 15 de agosto de 2010

Coincidências: leitor do blog dançou em concurso e acabou na Defensoria Pública da União

Recebo e-mail do jornalista Rafael Leiras que morou aqui em Floripa e volta e meia comentava no Cangablog. Coincidentemente hoje postei uma notícia sobre empatação de conscurso e acima o artigo do meu amigo Edison Jardim sobre defensoria pública. Pois o Rafael, lá em Natal, comentou sobre os dois assuntos.

É, Rubim, esse negócio de concurso público é enrolado mesmo. Mas, como tudo na vida, no fim sempre recompensa quem merece, apesar de todas as barreiras que o cara tem que enfrentar, como a estupidez de interesses mesquinhos, e ainda inventando tempo e energia para conseguir meter a cara nos estudos.

Você deve lembrar de mim. Dei a cara a tapa no rolo da ALESC e deu no que deu: por buscar justiça, tive que engolir uma tempestade de sapos. Mas a fila anda rápido e já nem vivo mais em Floripa. Fazia tempo que não acessava seu blog e hoje vejo ali duas coincidências pessoais. 1) Mais um rolo envolvendo concurso estadual = mais gente tendo a amarga experiência de ser "passado pra trás". Não sei se você já passou por isso, mas certamente conhece alguém. É duro. 2) A polêmica sobre a implantação da Defensoria Pública de SC e a grande importância desse órgão para a sociedade.

Explico: é que exorcizei essa história da ALESC, resolvi sair da ilha, passei num concurso para a Defensoria Pública da União e estou morando em Natal. No começo, Rubim, confesso que fiz alguns concursos "apenas" porque precisava de um emprego melhor pra sustentar minha família. Meus sonhos e meu trabalho sempre passaram bem longe da idéia de virar funcionário público. Mas... esta semana começo no novo trabalho, já andei conversando com os defensores federais daqui e estou muito empolgado pelo grande trabalho que os jornalistas aprovados nesse concurso têm pela frente, em todo o Brasil: levar à sociedade o trabalho essencial que é feito por esse órgão (e que ainda não é reconhecido). Nos próximos anos, temos a missão de elevar a imagem da DPU ao seu verdadeiro status e, com isso, deixar claro a todos que não pode haver democracia sem uma Defensoria Pública forte, trabalhando em cada canto do país.

O Ministério Público, por exemplo, veio construindo, ao longo dos últimos 15, 20 anos, a sólida imagem que tem hoje. Lembro que era um órgão pouco conhecido. Hoje, qualquer pauta relacionada ao MP que chegue numa redação sempre é olhada atentamente. Da DPU, com seu trabalho que dá dignidade, garante direitos fundamentais e até salva vidas de quem não tem quase nada, fala-se pouquíssimo. Enfim, é hora de mudar isso, e o trabalho começa nesta terça com a posse dos novos servidores. Vários jornalistas foram aprovados para as unidades da DPU em todo o Brasil, e se conseguirmos fazer um trabalho integrado, a DPU de 2020 será enfim conhecida e reconhecida (como é hoje o MP). E consequentemente terá que chegar a todos os cidadãos brasileiros, com a qualidade e a autonomia necessárias. Além do trabalho principal de assistência jurídica, acho que há muitas outras iniciativas que a DPU pode adotar, mas não quero colocar o carro na frente dos bois... Como comentou comigo um futuro colega que já trabalha no órgão, em outra área: "A Defensoria é a última esperança de muita gente que não tem mais a quem recorrer".
(Parece bem mais salutar que trabalhar na nossa respeitabilíssima ALESC, não?)
Abraço,
Rafael Leiras