sábado, 31 de julho de 2010

O REI SEMPRE ESTEVE NU

Por Edison da Silva Jardim Filho

Há notas explicativas de entidades associativas que são verdadeiras plataformas e confissões de alma, de práticas e projetos de vida, de modus operandi, de interesses já não mais inconfessáveis, se não da maior parte dos seus membros, pelo menos das pessoas que formam os seus órgãos diretivos.

Agora, foi a vez da Associação Comercial e Industrial de Florianópolis- Acif, por intermédio do seu presidente, Doreni Caramori Júnior, cuja nota publicada tinha o escopo de revelar a sua posição sobre a construção e operação, em Biguaçu, do estaleiro da empresa OSX, pertencente ao homem que tem cifrões no lugar dos olhos, Eike Batista.

A Acif, nessa questão do estaleiro, age da mesma forma como o Sindicato da Indústria da Construção Civil da Grande Florianópolis- Sinduscon, através do seu presidente, Hélio César Bairros, agiu por ocasião da denominada: “Operação Moeda Verde”. Lembram-se ainda dela?... Ricos e poderosos políticos, empresários e agentes públicos estavam nas duas pontas da corrupção envolvendo licenças ambientais para empreendimentos estabelecidos em Florianópolis.

A nota da Acif tem os dois fatores principais da conversa-fiada das entidades associativas dos empresários e da classe política brasileiras, quando se encontram às voltas com a defesa de empreendimentos que suscitam a aplicação da legislação que dispõe sobre a preservação do meio ambiente: o sofisma da “geração de emprego e renda e de desenvolvimento econômico da nossa região”- no caso, a Grande Florianópolis-, e as agressões gratuitas e injustas lançadas na direção dos ambientalistas e das ONG’s que não estão disponíveis no grande “mercado persa” tupiniquim, que “cria dificuldades para vender facilidades”, bem ao gosto dos médios e grandes empresários e dos políticos.

“O empreendimento de R$ 2,5 bilhões trará benefícios econômicos para toda a região, gerando milhares de empregos (5 mil postos diretos)”. Ninguém nasceu ontem para não saber que, nesse tipo de empreendimento, o pessoal técnico virá de fora, e os peões igualmente, porque, com a sua avidez por trabalho, o preço dessa mão-de-obra ficará muito mais barato do que com o aproveitamento dos nativos e residentes. Abstraindo os danos ambientais irreversíveis já suficientemente enfocados, alevantam-se as não menos importantes facetas social e infraestrutural do problema. Há menção de que a população de Biguaçu poderá vir a quase dobrar... Os prefeitos dos municípios da região da Grande Florianópolis e os governadores do Estado nunca se preocuparam com os brutais déficits em saneamento básico e de moradias populares dignas em bons locais, em suma, com o planejamento e organização das nossas cidades. E, de mais a mais, urge eu perguntar: quem deu legitimidade para a Acif conjecturar que a maior parte da população da região da Grande Florianópolis deseja o progresso ao custo do sacrifício de suas belezas naturais e da falência do poder público? Essa indagação nunca foi, clara e seriamente, objeto das discussões que costumam ser feitas somente nos períodos eleitorais.

“ONG’s que não representam coisa alguma além do interesse de seus ‘donos’, os pequenos grupos contrários ao empreendimento contam uma história cheia de som e fúria.” “Grupelhos dedicados à algazarra”. Peço vênia aos meus eventuais leitores para, daqui, prestar uma homenagem ao meu irmão, empresário e ambientalista, Geraldo Luiz da Silva Jardim. Ele mantém intacta uma área razoavelmente grande de floresta, no município de Rancho Queimado, da qual retira as ervas medicinais que vende. Foi também devido a sua luta, que as multinacionais Bunge e Yara não conseguiram instalar, recentemente, uma fábrica de fertilizantes no bucólico município de Anitápolis. Tal qual o meu irmão, inúmeros outros defensores do meio ambiente florianopolitano e catarinense, agem, sincera e desprendidamente, fora e dentro dos órgãos públicos encarregados dos licenciamentos ambientais.

Se prevalecesse somente a vontade de entidades associativas como a Acif e o Sinduscon, e dos políticos, há muito tempo não teríamos razões para enaltecer, para quem não conhece, as belezas naturais da região da Grande Florianópolis e de Santa Catarina.

Eduardo Espíndola deixou um novo comentário sobre a sua postagem "O REI SEMPRE ESTEVE NU": O artigo é mortífero de bem escrito! Eu não sabia que aí em Floripa a coisa era igualzinha como aqui no Rio de Janeiro...
Eduardo Espíndola

Sobre o poderoso Juquinha

Prezado Sérgio,
Sobre o Secretário de Obras que tem o acesso de sua fazenda asfaltada pela empreiteira Sul Catarinense.

A fonte é segura, CIDASC.

Não sei se você tem conhecimento, mas todos os bovinos devem ser registrados na CIDASC e recebem um brinco devidamente numerado para possibilitar o rastreamento da carne vendida para o mercado interno e para o exterior.
O Sr. Nilton Alexandre, popular Juquinha, Secretário de Obras de Florianópolis, possui registrados na serra Catarinense: fêmeas 595 e machos 1247 totalizando 1842 cabeças de bovinos.
Este rebanho precisa de no mínimo 62 milhões de metros quadrados só de campo,
não contando contando o mato(floresta).
Não sei se a CIDASC dá uma certidão, mas é o fato.

Leitor pediu para não ser identificado por motivos óbvios.

Bom demais ! Para vocês queridos leitores...

Na prefeitura os enroladores do dinheiro público continuam os mesmos

Frase do new prefeito Márcio de Souza sobre novo rolo da Prefeitura Municipal com a escola de samba Grande Rio que terá Florianópolis como enredo:

“Neste momento não estou autorizado a divulgar o valor do patrocínio. Na ocasião oportuna isso será feito. Repito: o investimento será captado junto à iniciativa privada por meio da Lei Rouanet, sem a participação de verba pública da prefeitura, do governo do Estado, da União.”

Esta história parece estar na linha dos outros "negócios" feitos por Dário Berguer como o da árvore de Natal, Boceli e restauração da Casa de Câmara e Cadeia que ficou conhecida como "caso Piazza"

Quem está contando bem esta historinha é o Cesar Valente no De Olho na Capital. Beba na fonte

Campeão de multas por crime ambiental, Eike Batista faz doação e recebe elogios de Minc

Publicada em 14/10/2008
Bernardo Mello Franco

BRASÍLIA - O ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, anunciou nesta terça-feira a doação de R$ 11,4 milhões do grupo EBX, do empresário Eike Batista, para investimentos nos parques nacionais de Fernando de Noronha, dos Lençóis Maranhenses e do Pantanal. Segundo o Ibama, uma das empresas da holding, a siderúrgica MMX, deve R$ 29,4 milhões em multas não pagas por desmatamento ilegal do Pantanal.

" Isso não abate as multas do grupo. É uma doação completamente voluntária "

Em solenidade na sede do ministério, Minc entregou um diploma a Eike pela posse de uma reserva particular em Mato Grosso do Sul e, após fazer diversos elogios ao novo parceiro, disse esperar que outros empresários sigam o seu exemplo.Leia mais em O Globo.

Eike Batista diz que BNDS é o melhor banco do mundo

Também pudera, levou do banco RS 1,2 bilhão para o projeto, orçado em RS 1,8 bilhão para obras do Superporto Sudeste, em Itaguaí (RJ)

"O BNDES é o melhor banco do mundo. E é um empréstimo rígido. Só bons projetos ficam de pé. Isso é pago", disse, durante a cerimônia, enquanto agradecia o apoio do banco.

Eike disse ainda que está "na expectativa de trazer para o Rio" (tomara) o estaleiro planejado inicialmente para Santa Catarina, onde enfrenta entraves ambientais.

Segundo o empresário, será construído, junto ao estaleiro, o Instituto Tecnológico Naval. Isso, disse ele, transformará o estaleiro na "Embraer dos mares", referindo-se à fabricante brasileira de aviões, que tem no Instituto Tecnológico da Aeronáutica seu apoio tecnológico.

"Aproveitaremos o conhecimento que nossos sócios coreanos trarão para criar esse centro tecnológico, que reterá o conhecimento aqui", afirmou Eike.

Rolos de Eike com o BNDS

Em um ano em que teve fraco desempenho com ações, o BNDES conseguiu arrumar espaço para uma operação com Eike Batista que representou ganho de cerca de R$ 67 milhões para o empresário. Saiba mais. Beba na fonte.

TV FLORIANOPOLIS deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Campeão de multas por crime ambiental, Eike Batist...": A mineradora MMX foi multada três vezes desde meados de 2007 pela compra de carvão produzido a partir de madeira em áreas onde o acesso era restrito, de acordo com documentos da agência ambiental do Brasil, conhecida como Ibama. O carvão vegetal vinha de uma reserva indígena para alimentar a planta de ferro-gusa da MMX em Corumbá, no coração da região do Pantanal do Brasil. Video Eike Batista extraordinary people http://www.youtube.com/watch?v=XT4JlDrHl0Y

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Anvisa acha anabolizantes e fecha farmácia de vereador em SC

Fabrício Escandiuzzi, Portal Terra

FLORIANÓPOLIS - A Agência da Vigilância Sanitária (Anvisa) fechou em Florianópolis (SC) a farmácia de propriedade do vereador Renato Geske (PR) devido a uma licença expirada há sete anos e à presença de anabolizantes no estabelecimento. O caso ocorreu na quinta-feira na Lagoa da Conceição, uma das áreas mais nobres da capital catarinense.

Fiscais da Anvisa apreenderam anabolizantes e encontraram vários pacotes de remédios fracionados de forma irregular, além de outros de venda restrita sem nenhum tipo de controle. Uma geladeira utilizada para armazenar medicamentos ainda estaria sendo usada como depósito de alimentos. Leia tudo. Beba na fonte.

Vida longa ao meu querido amigo Ige D'Aquino...nesta data querida

Censura prévia no Mato Grosso do Sul

TRE do Mato Grosso do Sul proíbe jornalista de publicar matérias sobre senador

Anderson Scardoelli
O Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso do Sul proibiu o jornalista Nilson Pereira de publicar matérias sobre o senador Delcídio do Amaral (PT). Caso descumpra a decisão do TRE, Pereira terá que pagar multa diária de R$ 10 mil.

O jornalista afirma que vai recorrer da decisão, pois considera que tudo o que divulga em seu blog e no Twitter são informações verídicas e de interesse do eleitor. Ele também disse que nunca ofendeu a honra do senador e de nenhuma outra pessoa.

"Não posso falar coisas que eu sei sobre o Delcídio, espero que se faça justiça", diz Pereira. Leia tudo. Beba na fonte.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Boneca raivosa de Alagoas ameaça "dar tapas" em jornalista

Conhecido como "boneca raivosa" em Maceió pelo seu destempero verbal e crises de histeria, o ex-presidente Fernando Collor apronta mais uma das suas fora da casinha.

Collor faz ameaças a jornalista

Ouça o áudio


O senador e ex-presidente Fernando Collor de Mello (PTB-AL) voltou a mostrar sua ira. Na tarde desta quinta-feira, o candidato ao governo de Alagoas ligou para a redação da sucursal de Brasília (DF) da revista IstoÉ e ameaçou o jornalista Hugo Marques devido a uma nota publicada na edição de 21 de julho sobre o pedido de impugnação da candidatura do político alagoano.

"Quando eu lhe encontrar, vai ser para enfiar a mão na sua cara, seu filho da p...", esbravejou Collor, após explicar ao repórter o motivo de sua ligação. Leia tudo. Beba na fonte.

Diego Wendhausen Passos deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Boneca raivosa de alagoas ameça "dar tapas" em jor...": Concordo contigo Aline. Temos cada figura. Só em nosso país mesmo. Se vivêssemos em um país sério, pessoas como Collor de Melo, Paulo Afonso, Delfim, Jader Barbalho, Sarney, dentre tantos outros, estariam no devido lugar, longe do poder público e político.

Aline disse...Pior do que esta criatura são as outras criaturas que votam nele. O que será que têm na cabeça esses eleitores?

Geeeenteeeem..........

Acabei de ver no Jornal Nacional o presidente Lula falando sobre a crise entre a Venezuela e a Colômbia. Mas o que me chamou a atenção foi o aparecimento de Dna. Marisa Letícia.
Estava ao lado do presidente falando com alguém e rindo.
Dna. Marisa é a primeira dama mais ausente da vida social e política do Brasil. Está sumida da mídia há muito tempo.
Pois hoje apareceu mas era outra Marisa Letícia. Está mais nova que eu !!!!!!
Pôrra, ninguém mais envelhece !!!!!
Claro, só nós pobres mortais que não participamos do governo e nem da Rede Globo.
Fiquei impressionado com o rosto da Dna. Marisa. Sem rugas e sem expressão, nada se move, sombrancelhas arqueadas e impecáveis e a boca... bem, a boca foi o que mais me impressionou.
Parece inchada e rasgada até a orelha. Parece o Coringa do Batman. Como esse povo muda, meu deus!

Marcelo Demoro deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Geeeenteeeem..........":
Não é so na Globo e no governo federal, se vc passar pela Alesc, vai se apavorar, tem cada coisa, mulheres, deputados e não é so o Gilmar não, todo mundo plastificado. Eu falo que é a sindrome do Benjamin Button, estão cada vez mais jovens.

Mais um komunossauro

Plínio, do PSOL, defende controle social da mídia

O candidato pelo PSOL à Presidência da República, Plínio Arruda Sampaio, defendeu o controle social da mídia, mas deixou clara sua posição contra a censura da imprensa. Em sabatina realizada nesta terça-feira (27/07) pelo portal R7, Sampaio defendeu as medidas adotadas pelo presidente venezuelano, Hugo Chávez, em relação aos meios de comunicação. Em sua opinião, se uma emissora comete irregularidades e desrespeita as leis, deve ser punida. Leia mais. Beba na fonte.

Leitor denuncia esculhambação na telefonia de Camboriu


Conforme prometi e estou cumprindo, Fiz a av Central da rua 700 até a Av dos Estados, no local verifiquei 11 aparelhos, destes 08 estavam com defeito. Passei pela Av Brasil da Rua 2870 até a Av Central verifiquei 25 aparelhos destes 08 estavam com defeito (obs. esta foi a segunda vez que verifico este local na vez anterior dos 25 / 16 estavam com defeitos. Em anexo consta a gravação com a atendente Taina do 10314, Gravação contém 41 minutos. Segue em anexo gravação com Supervisor Davi e Carolina da empresa RM.
OBS. as gravações em anexo são somente para conhecimento, proibida a sua divulgação. Salvo amparo legal previsto por lei. Cabendo a quem divulga-la sua total responsabilidade.
Essas foram algumas reclamações junto a Anatel

921996.2010 / 922031.2010 / 202053.2010 / 922067.2010 / 922078.2010 / 926733.2010 / 926763.2010 / 921996.2010 / 922031.2010 / 922031.2010 / 922053.2010 / 922067.2010 / 922078.2010 /922053.2010 / 926763.2010 / 926733.2010.
Quanto a empresa que esta executando o serviço para a Oi não é mais a Koerich e sim a RM telecon localizada na Rua Desembargador Gil Costa 605 Estreito CEP 88.070-450 Telefone: 48 3271-3100 site http://www.rminfraestrutura.com.br/
Em Balneário Camboriú e região o responsável é o supervisor Davi fone: 8498-0233 e o contato com o coordenador é o sr Jair dalmarco e-mail jairdalmarco@hotmail.com.

Jonatas JP

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Hora do recreio

Twitter: Juiz nega direito de resposta por suposto comentário


O juiz Guilherme Berezoski Schattschneider, do Tribunal Regional Eleitoral, rejeitou pedido formulado pelo candidato Raimundo Colombo para que fosse concedido direito de resposta por conta de um suposto comentário no Twitter atribuído falsamente à coligação Aliança com Santa Catarina, da candidata Angela Amin.

A decisão é a primeira envolvendo o twitter e a internet na atual campanha eleitoral.

Na sentença o magistrado segue o entendimento do representante do Ministério Público, que reconheceu os argumentos dos advogados do PP e atestou falta de provas da suposta ligação da coligação Aliança com Santa Catarina, principalmente pelo fato de a iniciativa não ter partido da coligação ou de qualquer pessoa ligada à candidata.

Leitor se revolta com declaração de diretor de Educação

O que me deixa mais revoltado é ler um jornal e estar uma matéria como a que está publicada no Jornal de Santa Catarina na data de 20/07/2010, onde o Sr Antônio Elizio Pazeto que ocupa um Cargo Comissionado de Diretor de Educação Básica da Secretaria de Estado da Educação do Estado de Santa Catarina. Dá seguinte declaração, ¨O diretor afirma que as escolas da rede privada têm o privilégio de selecionar bons alunos e ricos, enquanto que o Estado tem o dever de atender a todos os estudantes, sem distinção de classe social¨ O que caracteriza puro preconceito.

Ele esqueceu de comentar que o material didático de uma escola Privada é de primeira qualidade, analisado pelo seu conteúdo e não pela propina oferecida pela editora ou representante do material. Pratica comum em nosso país. E que o principal motivo é a falta de Políticos comprometidos com a educação publica, principalmente na escolha dos materiais a qual descrevi acima, e não pela propina recebida por políticos, sercretarios e pessoas ligadas as Secretárias de Educação (Estados e Municípios) e se não ao Ministério da Educação (Federal).

Uma pessoa que dá uma declaração desta não deveria ocupar um cargo de tanta importância, gostaria de perguntar ao mesmo se é dessa forma que ele pensa dos alunos da rede publica, o que ele esta fazendo ocupando um cargo de Diretor na Secretaria de Educação de Santa Catarina, ou seja os ¨marginais, burros e pobres¨ a que ele se refere, deve dar um bom retorno financeiro a ele. Me refiro a estas palavras, pois foi isso que eu compreendi ao ler a seguinte frase ¨O diretor afirma que as escolas da rede privada têm o privilégio de selecionar bons alunos e ricos, enquanto que o Estado tem o dever de atender a todos os estudantes, sem distinção de classe social¨ . Tendo em vista que a boca fala o que o coração esta cheio este sr que é tão graduado deveria estar trabalhando em uma instituição privada e não publica.

O que me deixa mais admirado foi ao ver o currículo do Sr Antonio, uma pessoa graduada com um excelente histórico do ponto de vista apresentado no referido currículo (que consta abaixo da matéria do Jornal de Santa Catarina). ter dado uma declaração desta quero acreditar eu que foi um erro de digitação do editor do jornal. Pois tal declaração colocará por água abaixo todo o seu histórico de serviço. Pois se mostrou uma pessoa preconceituosa, sem capacitação para ocupar o cargo a qual foi convidado a participar. E que tendo ele a visão que teve deveria estar trabalhando para modifica-lá e não dando declarações como essa.

Estamos bem de funcionários em cargos comissionados, já não bastava a declaração do Delegado ref ao estupro de Florianópolis, agora mais essa. Estamos com um monte de analfabetos diplomados no poder, pessoas preconcituosas, movidas pelo dinheiro.
segue a Matéria do Jornal de Santa Catarina.
http://www.clicrbs.com.br/jsc/sc/impressa/4,186,2977044,15130

Aline Graziela deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Leitor se revolta com declarção de diretor de Educ...": Se os políticos e gestores públicos fossem obrigados a matricular seus filhos em escolas públicas, as coisas seriam bemmmmmmmmmm diferentes.

terça-feira, 27 de julho de 2010

De Medusa a Barbie em um mandato

A senadora Ideli Salvati surpreendeu eleitores, opositores e desafetos. Foi um BAH! geral quando sua foto, que ilustrará o material de campanha como candidata ao governo do estado, apareceu na mídia.
A mudança foi tão radical que a senadora corre o risco de não ser reconhecida pelos eleitores na urna de votação.
Aquela Ideli briguenta, olhos esbugalhados e jeito de militante proletária deu lugar a uma Barbie tupiniquim edulcorada. De mulata com rosto de lua cheia e cabelos pichaim Ideli, após passar pelas mãos de Celso Kamura o papa da "burguesia fútil" nacional, se transformou nesta maravilha que hoje apreciamos.
Não é fácil assumir uma transformação tão radical como a realizada pela senadora. Isso implica em se despir totalmente de conceitos, preconceitos e até ideologias. Não é tão simples como uma cobra que muda de casca e continua cobra. É muito mais que isso.
Para atingir tão alto grau de transformismo a senadora teve que começar por dentro. Mirou-se em modelos antes execrados em seus discursos de militante esquerdista como mulheres burguesas, fúteis e improdutivas "verdadeiras parasitas sociais". Mas belas!
De plástico mas belas!
Que o poder e o dinheiro do poder corrompem, todos sabemos. Mas em certos casos o poder corrompe primeiro as idéias e acaba corrompendo depois o bom gosto. Temos casos de transformismo radical negativo aqui em Florianópolis com o deputado Gilmar Knasel lider dos neobotoxistas.
Mas com a senadora Ideli foi o contrário. Com esta nova casca Ideli completa um processo longo e profundo de transformação que começou nas idéias e agora se concretiza no rosto.

É uma outra Ideli !

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "De Medusa a Barbie em um mandato": Para ser honesto, lia mais o blog do mosquito, o seu algumas vezes, mas agora leio mais já que o do mosquito perdeu o foco. Sei lá o que aconteceu, mas não vejo mais denuncias e artigos como antes. Só fala sobre as brigas pessoais dele e sobre o dia a dia de alguém que vive sendo caçado. E antes que ele se ferre, melhor sair da região de Itajaí, lá é uma máfia grande, lá ele não consegue proteção de ninguém. Aqui em FLoripa pelo menos ele tem uma chance. Gostei da matéria da Ideli Barbie, realmente mostra como o dinheiro muda não só a aparência bem como os pensamentos da mesma. Acho que foi muito laque naquela cabeça para ela mudar até o pensamento proletário dela

Amilton Alexandre deixou um novo comentário sobre a sua postagem "De Medusa a Barbie em um mandato": Eu que fui eleitor dela, tenho uma sugestão. A gente podia ir no PROCON pedir nosso voto de volta

Lili deixou um novo comentário sobre a sua postagem "De Medusa a Barbie em um mandato": Bem diz o ditado: "Não existe mulher feia, existe mulher pobre" ! falasério!

Aline Graziela deixou um novo comentário sobre a sua postagem "De Medusa a Barbie em um mandato": Aquele velho "ditado" popular: Não existe mulher feia (existe mulher pobre). Dinheiro faz milagres. Não acho ruim ela mudar por fora. Péssimo foi ela mudar seus ideais, sua trajetória, suas lutas. Péssimo foi ela se alinhar com o Sarney. E defendê-lo, veja só! Caos! Knaesel, ao contrário, virou um monstrinho neh, medonho.

Do leitor Paulo Soares

É um absurdo... uma violação ao princípio constitucional da publicidade a Diretoria de Auditoria Geral da Secretaria de Estado da Fazenda não publicar no Anexo VIIA - Médias remuneratórias por cargo/órgão do Estado - Servidores Ativos - Maio/10 as remunerações dos servidores da própria Secretaria - Vejam no site da fazenda, inclusive mais especificamente no endereço: http://www.sef.sc.gov.br/auditoria/images/stories/GEAPE/Acomp%20Mensal%20052010/mdias%20remu%20cargo%20orgo.pdf

A Fazenda quer esconder o absurdo das desigualdades da política de recurso humano deste Governo que só dá uma remuneração descente aos pessoal que tem a chave do cofre e esquece Saúde, Educação, Segurança Pública e Polícia Militar.
Isto só acontece na Fazenda mesmo, onde Contadores, Auditores Internos e os Auditores Fiscais são os beneficiados, com gratificações absurdas e imorais. Estes servidores, fora a remuneração ganha por qualquer mortal de qualquer Secretaria, percebe também imoralmente a Gratificação de Atividade Fazendária (GAF) igual a R$ 3.200,00 (Lei 8.411/91), mais a Gratificação de Atividade de Controle Interno igual a R$ 4.900,00 (Lei Complementar 444/2009) e mais Gratificação de Esforço igual a R$ 2.999,00 (art. 6º da Lei Complementar 489/2010), que ano que vem vai para R$ 4.500,00. Isto mesmo, isto se não for servidor antigo com triênios e outras vantagens para aumentar ainda mais tudo isto. E o Auditor da Receita Estadual ganha ainda mais R$ 3.000,00 de Auxílio Combustível, muitos fora do seu posto e não exercendo sua função, exemplo: Paulo Afonso Vieira, Gilmar Knaesel, Renato Hinning entre outros por aí.

Enquanto isto o Ministério Público Estadual não faz nada e fica se fazendo de bom moço. Dependendo de um pires para pedir aumento do duodécimo do orçamento anual nunca terá a imparcilidade devida e combaterá de verdade estes aburdos.

A desigualdade com as demais Secretarias já conseguiram nesta política desgraçada de pessoal!

Aline Graziela deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Do leitor Paulo Soares": Canga, no final dos anexos tem uma pequena observação sobre a falta de informações da SEF:

Ressalva-se que não estão presentes nesta análise os valores e dados relativos às Secretarias de Estado da Administração (código 1501), do Planejamento, Orçamento e Gestão (código 902) e Fazenda (código 901), pelo fato de que o processamento das respectivas folhas de pagamento está sendo feito no novo sistema de gerenciamento e processamento de recursos humanos (SIGRH).

Minha opinião: 1) Sempre tem alguém de olho no que faz e em quanto ganha o pessoal da Fazenda. Todo dia tem algum comentário, nas principais colunas da cidade, sobre as gratificações da Fazenda. Para evitar rolo e mais falatório, eles poderiam ter aguardado a disponibilização dos dados pelo SIGRH para fazerem estas análises. 2) O sistema usado até então era o CIASC. Não acredito que tenham migrado de sistema sem fazer backup e rodar os dois em paralelo (para fazer o batimento das informações e confirmar que o SIGRH funciona corretamente). 3) Ficou muito feio o pessoal da Fazenda, que sabe de tudo, controla tudo, dizer que não tinha estas informações neh..

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Aniversário de morte de Evita Perón

Do blog Aqui me quedo

Diversas manifestações lembram hoje, na Argentina, os 58 anos da morte de Evita Perón. Não sou muito “evitiana”, mas creio que é imprescindível conhecer a história dela para entender os argentinos. Leia mais. Beba na fonte.


Já circulando segunda edição da NAIPE

Já circulando nas ruas, universidades e globosfera a segunda edição da descolada revista NAIPE. Ágil, moderna, com matérias pra lá de interessantes, a revista direcionada para universitários acabou sendo adotada por outros públicos. Além do conteúdo a NAIPE surpreende pelo design e pela beleza plástica da sua diagramação. Coisa de profissionais.

Clique na revista e se surpreenda


Esculhambação da CEF

Continuam na mesma situação precária os caixa eletrônicos da Caixa Econômica Federal no sul da Ilha. A que fica no Posto Galo (Texaco) no trevo do Rio Tavares não funciona nem com reza braba. Quando não tem dinheiro está sem comunicação com a central. E isso tudo quando mais se precisa que é à noite e final de semana. Deve ser serviço porco de alguma empresa terceirizada que rolo com a CEF. Uma vergonha!!!!!!

Zona rural ou zona urbana?

A minha filha perguntou outro dia se morávamos na zona rural ou urbana aqui no Campeche. Falei que na zona urbana. E ela me respondeu que não parecia. No terreno do lado direito de casa temos uma criação de bois. Do lado esquerdo uma plantação de mandioca e aos fundos, entre o nosso pateo e o cemitério da Igrejinha, alguns cavalos pastam tranquilamente. Afora corujas e quero-queros. Hoje registrei o flagrante deste lindo "potrilho" tubiano galopando no pasto. Só não é zona rural porque não quer.

A reconstrução do Bar do Chico


Por Elaine Tavares

O sábado chorou, porque até a natureza sabia que o Bar do Chico era espaço coletivo, das gentes do Campeche. Mas, mesmo com chuva o povo foi para a praia levantar as bases de mais um momento de luta comunitária. Em meio à chuva, o velho bar voltou à vida. Chegou pelas mãos do artista-poeta Paulo Renato Venuto que, durante uma semana inteira investiu na re-criação do bar.
Assim, enquanto a polícia espiava, pronta para intervir se acaso o povo quisesse levantar uma construção, os garotos chegaram com o bar pronto, em miniatura, um gesto poético que mostrou o quanto a força bruta jamais consegue deter a memória. Ali estava o bar com suas paredes pintadas, sua cerca treliçada de madeira, seu telhado, sua aura, seu jeito campechiano. Leia mais. Beba na fonte.

Farwest em Laguna

Lagunense sofre atentado a bala e acusa vereador

Waldir José de Souza sofreu um atentado a bala ontem, domingo, quando se dirigia para o Farol de Santa Marta em Laguna. Segundo boletim de ocorrência registrado por Waldir, os quatro tiros que atingiram o seu carro foram disparados pelo garupa de uma motocicleta.

Baile de cobra
Waldir, no B.O., diz que vem sendo ameaçado de morte e quem estaria por trás disso tudo seria o veredor Cleosmar Fernandes do PR. Waldir vem denunciando o verador sistematicamente, inclusive no Ministério Público, por corrupção em várias áreas de Laguna.
Quando esteve no MP em Florianópolis Waldir apresentou um calhamaço de documentos onde provaria vários atos de roubo de dinheiro público do vereador Cleosmar e "sua quadrilha".

Falso twitter difama Raimundo Colombo

Uma nova conta no twitter (@pp11sc) está pegando pesado com o candidato da polialiança Raimundo Colombo.
O problema é que parece ser um twitter oficial do partido e não é. O autor pode ser até um simpatizante, mas segundo informações que obtive com a direção geral do PP, o partido não apóia esse tipo de agressão. O autor do twitter ainda não se identificou.

João Frederico H. Leite deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Falso twitter difama Raimundo Colombo": Em se tratando do DEMO, é muito provavel que os mesmos estejam ARMANDO, sabemos que isso é bem caracteristico. Por outro lado o candidato tem que deixar claro ao eleitor, como se faz para sair do estagio INIMIGO MAIOR para COMPARSA MAIOR num CURTISSIMO espaço de tempo, e esclarecer õ que siguinifica ¨ SENADOR DE PIJAMAS¨, o que é corrente entre os seus colegas no DF

Larissa Riquelme é roubada no Rio e perde celular

Isso é uma grande falta de consideração. Como é que esses larápios cariocas fazem isso com a "musa" da Copa do Mundo. Ainda levaram o grande o objeto de fectiche da linda paraguaia: o celular.
O telefone móvel usado por Larissa normalmente era "guardado" entre os seus lindos seios de cilicone. Mais tarde passou a guardá-lo na cintura entre a calça e a parte abaixo do umbigo.
Agora, quando comprar um novo celular terá que guardá-lo em um lugar mais discreto para não correr o risco de perder o seu brinquedinho novamente. Quem sabe no cofrinho. É mais seguro.



Eder deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Larissa Riquelme é roubada no Rio e perde celular": Oh, passa declarada e tributada com Imposto de Importação, IPI e ICMS, para poder rodar legalizada e levar para comer um agulhão negro no Lindacap, pros istepôs babarem e as manecas quererem dar com o rufo da tarrafa nos cornos. Cruz credo menino, que coisa mais linda.

Salve Canga!
Fernando Lugo quando se deu a conhecer, apesar de Bispo, tinha uma penca filhos e outros por nascer. Não respeitou o celibato. Puro paraguaio falso. Já Larissa, passou a ponte e ganhou o meu ISO 9004. Big abraço, Sílvio.


Jornalista é perseguida ao investigar desvio de verbas

Redação Portal IMPRENSA

A jornalista Vânia Costa, que trabalha para o jornal O Mato Grosso, procurou o Ministério Público Federal (MPF) para denunciar perseguições sofridas desde o início do mês de julho, ao tentar investigar caso de suposto desvio de verba federal na cidade de Sinop, Mato Grosso.

De acordo com o jornal Folha de S.Paulo, Vânia afirmou ter sido abordada por pessoas que se identificaram como policiais civis, que teriam exigido acesso a documentos e informações sobre as apurações feitas pela jornalista. Três homens chegaram a seguir a profissional de imprensa depois que ela saiu do trabalho; um deles sacou uma arma tentando obrigá-la a parar, porém a repórter se assustou e acabou batendo o veículo. Leia mais. Beba na fonte.

domingo, 25 de julho de 2010

Cleo Pires sem retoques

Atriz posa nua para a Palyboy e exige: “A única coisa que falei era que eu não queria que meu corpo parecesse um corpo que não é meu. Não queria, por exemplo, que tirassem minhas celulites“. (do N9ve)
Então tá !

Manifesto eleitoral


Por Luiz F. J. Maia (maia@inf.ufsc.br)

Aproximando-se mais uma eleição presidencial, é importante que cada um manifeste suas preferências, se possível expondo as razões de sua escolha.
Nossa democracia nos dá oportunidade de votar em qualquer pessoa, mas só dentre aquelas que foram escolhidas pelos partidos, por processos, na maioria das vezes, seguindo critérios pouco recomendáveis.
A perspectiva que se nos apresenta é a de uma escolha plebiscitária, entre Dilma e Serra (nomeei-os em ordem alfabética), induzindo o eleitorado a uma escolha entre herdeiros de Lula e FHC. Desprezando os demais candidatos, com preferência inexpressiva do eleitorado, surge uma terceira força, Marina Silva.
A polarização em torno do nome do candidato a presidente despreza aspectos importantes, como as pessoas que o cercam, lhe dão apoio e tornam-se credores de favores que devem ser honrados ao longo do mandato. Não basta o candidato ser honrado e honesto, é necessário examinar com cuidado as pessoas que o cercam.
Começando pela Dilma, sua eleição significará colocar em importantes e influentes posições do governo nomes como Michel Tamer, José Sarney, Renan Calheiros, do camaleônico PMDB, além das figuras do PT que saíram de cena após o escândalo do mensalão. As coisas boas do governo Lula, que embora dando continuidade a muitas políticas do governo anterior, priorizou os aspectos sociais, diminuindo a miséria e refreando o sucateamento do país, não justificam um continuísmo, quando associado aos mesmos honoráveis bandidos, na designação de Palmério Dória.
Quanto ao Serra, apesar da aparência honesta e competente, comunga das idéias neoliberais e privativistas do FHC, além de também não estar em boas companhias, como Quércia, Maluf (a ficha mais limpa do Brasil) etc.
Resta, como possibilidade, talvez remota, de chegar a um segundo turno, Marina Silva. Marina participou do governo Lula, como Ministra do Meio Ambiente, e como tal fez concessões, acatando políticas com as quais não concordava, até atingir seu limite de tolerância, quando, com extrema coerência e dignidade, renunciou a seu cargo. É uma pessoa que tem seu limite de tolerância, coisa rara no cenário político nacional, onde a regra é praticar a mais abjeta subserviência e fisiologismo para proveito pessoal.
Sou um otimista incorrigível, e como tal vou votar nela para Presidente da República, no primeiro turno e, se possível e necessário, no segundo, além de batalhar para despertar o mesmo espírito cívico nas pessoas de minhas relações.
Parafraseando Bernard Shaw: É chegada a hora de os homens de bem terem o mesmo atrevimento dos canalhas.

Helio deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Manifesto eleitoral": Muito bom artigo. Meu voto já é dela a muito tempo.
Helio.

LesPaul deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Manifesto eleitoral": O artigo é bem traçado (o problema da Dilma, além de reabilitar os mensaleiros está em sua falta de conteúdo, ela é depósito de banalidades triviais e chavões baratos alimentados pela pobreza intelectual que lhe [a ela] cerca. O problema de Marina é que a casca é verde mas o miolo é do vermelho que tinge de vergonha a estrela petista. O vermelho que ruborizou os homens de bem que ajudaram a fundar o PT e que diante da canalhada que se dependurou nas tetas da viúva deixaram o partido. Afinal, que não se deixaram contaminar e saltaram fora. Se o PSol não fosse tão atrasado, mereceria uma olhada de lupa. Quanto às companias, a única virtude das de Serra é que, sem o PMDB, a camarilha a seu lado é menor que ao lado de Dilma.

sábado, 24 de julho de 2010

O ESTALEIRO E AS NOSSAS VIDAS OU...MORTES

Água de lastro sendo despejada no mar

Por Edison da Silva Jardim Filho

Convenhamos: os políticos e os dirigentes das mais importantes entidades associativas dos empresários, de Santa Catarina e de Florianópolis, têm de ser muito inescrupulosos, para continuar defendendo a construção e operação, em Biguaçu e na Baía Norte, do estaleiro- atividade de fabricação e montagem de navios e plataformas- da OSX, depois que foram publicados o Estudo de Impacto Ambiental e Relatório de Impacto Ambiental (EIA-RIMA), apresentados pela mencionada empresa, e o “parecer técnico”, redigido por cinco analistas ambientais da coordenação regional Sul do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade- ICMBio, sediada nesta Capital.

Os conteúdos do EIA-RIMA e do “parecer técnico” são, simplesmente, macabros!

Mesmo um leigo como eu, lendo o EIA-RIMA e o “parecer técnico”, chegará à conclusão de que são inúmeras as certezas de impactos e contaminações irreversíveis, incompensáveis e não mitigáveis, no mar, no fundo do mar, nas correntes marítimas, na micro e na macrofauna aquática (incluídos os tão falados botos-cinzas), nas águas subterrâneas (lençol freático), no solo, nas propriedades privadas adjacentes, no ar, na acústica do entorno (sons ensurdecedores), “nas 6 praias estudadas” pelo EIA-RIMA: Praias do Forte, da Daniela e de Jurerê, em Florianópolis; Praia de São Miguel, em Biguaçu; e Praias da Caieira do Norte e do Antenor, em Governador Celso Ramos- o que sugere que outras ou todas as praias da Grande Florianópolis também serão impactadas-, na Estação Ecológica de Carijós, na Área de Proteção Ambiental de Anhatomirim, na Reserva Biológica Marinha do Arvoredo e na Reserva Extrativista Marinha do Pirajubaé, na paisagem, na infraestrutura, na atividade da pesca, etc, etc, etc...

Tudo bem... A gente está cansada de saber que os políticos só pensam em votos e no financiamento de suas próximas campanhas eleitorais, e os dirigentes das mais importantes entidades empresariais nos rendimentos e lucros dos seus associados, e que eles não arredariam dessas suas fixações já doentias por causa da terra, água e ar, dos reinos animal e vegetal, em suma, da “hipótese de Gaia” (James Lovelock): o planeta terra como um imenso corpo vivo, com todos os seus elementos se interagindo.

Mas, e se estiver em jogo a vida deles, políticos e dirigentes das mais importantes entidades associativas dos empresários, e dos seus filhos, netos e eventuais bisnetos?... Sim, porque, no subitem intitulado: “Risco de introdução de espécies exóticas no ambiente”, do EIA-RIMA da OSX, está escrito, com todas as letras, que há uma real e contínua possibilidade da “água de lastro”, que é colocada no porão dos navios para lhes dar estabilidade, além de outros benefícios, trazer consigo micróbios, vírus e bactérias, que podem causar epidemias- o texto fala em “cólera”- que levem, até, a mortes. Transcrevo somente três trechos: “A água de lastro é o principal meio de introdução de espécies exóticas, porém outros meios necessitam ser citados, como organismos incrustados ao barco. Desta forma, este impacto é relacionado diretamente e exclusivamente à operação do OSX Estaleiro – SC.” “A principal característica destes organismos é a capacidade de reprodução, ocupando o habitat natural de espécies nativas, que frequentemente são deslocadas para outros locais.” “Os organismos invasores podem afetar a saúde humana, causando doenças e mortes, através de epidemias de cólera, transferência de vírus e bactérias, além de microalgas tóxicas.”

Com a palavra os políticos e os dirigentes das mais importantes entidades associativas dos empresários! Especialmente, os candidatos a governador: Angela Amin, Raimundo Colombo e Ideli Salvatti (só a inspiração de um Chico Buarque para conseguir expressar a metamorfose dela e a perplexidade nossa: “Quem te viu, quem te vê./Quem jamais esquece, não pode reconhecer.”); o governador Leonel Pavan; o candidato a senador, Luiz Henrique da Silveira; os prefeitos de Florianópolis, Dário Berger, de Biguaçu, José Castelo Deschamps, e de Governador Celso Ramos, Anísio Anatólio Soares; e o suplente de deputado estadual, e idealizador e coordenador da denominada: “Frente parlamentar em defesa da implantação do estaleiro da OSX em Biguaçu”, Edison Andrino.

Aprecio muito os artigos do Dr. Edison Jardim. São raciocínios claros num estilo impecável. Nem parece advogado. Mais uma vez concordo com ele. A implantação do estaleiro interessa somente aos empresários e políticos. AMARO DA SILVEIRA

L.A.
deixou um novo comentário sobre a sua postagem "O ESTALEIRO E AS NOSSAS VIDAS OU...MORTES": Muito bem posicionado . Tenho a acrescentar que alem de todos os impactos a Empresa OSX e os orgãos competentes não falam nas contrapartidas e nas compensações sociais e ambientais que a empresa deveria propor para a implantação do estaleiro. Com o impacto social enorme que se estabelece com um empreendimento desta natureza, não se fala em postos de saude, escolas e creches, sistema viário e de transporte, moradia, etc. Segundo a OSX esta é obrigação do governo já que vão trazer incremento na arrecadação! E as isenções e beneficios fiscais para a implantação em SC ? Ninguem fala..... Com a palavra os empreendedores e nossos governantes municipais, estaduais e federais.....

Brechó da Seove


A Seove promove brechó na sua sede, na Av. Pequeno Príncipe n°721, sábado dia 7 de agosto. Esta é mais uma edição de seu já tradicional brechó beneficente. Aberto ao público em geral, o evento oferece uma grande variedade de roupas femininas, masculinas, infanto-juvenis e infantis, semi-novas, além de sapatos, bolsas e acessórios. A renda do evento será aplicada na manutenção dos serviços do asilo da entidade. O brechó abre ao público a partir das 09H00 e se estende até às 18H00.
Valeu o toque Eloy

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Blogueira cubana é impedida de viajar ao Brasil

Do Comunique-se:

A blogueira cubana Yoani Sánchez revelou em seu perfil no Twitter que não conseguiu permissão das autoridades de seu país para vir ao Brasil, onde participaria da estreia do documentário "Conexão Cuba Honduras".

Yoani queria ir ao interior da Bahia para assistir à estreia do documentário nesta sexta-feira (23/07). O filme, do ativista brasileiro Dado Galvão, retrata a história de vários blogueiros cubanos e hondurenhos perseguidos pela censura. Leia mais.

Anônimos a mil

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Leitora denuncia a farra com dinheiro público prat...":

A Aline está mais do que correta, a DLC do TCE não faz nada para apurar o descalabro que são os termos aditivos. Tais termos, conforme os contratos, devem constituir-se em exceções, quando há realmente elementos que justificam o aditamento do contrato. Conste que cada aditivo pode ser feito até o valor de 25% do valor contratado, e os aditivos, ao invés de serem exceções, são regra. Há contratos com mais de 20 aditivos e a obra nunca é concluída. Há secretarias que estão com a prestação de contas mais do que atrasadas, no geral desde o ano de 2005, e o TCE faz de conta que está tudo bem. Se for feita uma pequena investigação no arquivo dos contratos de todas as secretarias municipais o cidadão terá a real noção de como se desvia o dinheiro público no presente momento. A população tem abrir os olhos, pois até mesmo a Controladoria Interna do Município que deveria zelar pela lisura dos contratos, tudo faz para acobertar tudo isso. Se os blogueiros quiserem, posso lhes indicar o caminho do desvio, dar nomes de pessoas e secretaria e ainda mais, posso demonstrar como as empresas contradas pela PMF subcontratam as empresas e parentes de secretários, secretários adjuntos e outras figurinhas não menos importantes. Presenciei o achaque a uma empresa gaúcha que havia ganho a licitação, mas que teve o contrato suspenso pois negou-se a pagar 20% do valor do contrato que lhes foi cobrado, ao vivo e à cores, por um secretário municipal. Volto a me postar como anônimo, pois é certo que divulgando meu nome sofrerei retaliações em meu local de trabalho. Ah, ainda em tempo, o teu blog, Aline, tem o acesso bloqueado pelo servidor da PMF enquanto outros blogs podem ser acessado sem quaisquer problemas. Interessando as informações de que disponho, posso repassá-las desde que manifestem o interesse aqui no blog, que também leio diariamente.

Fenaj cria comenda

A Federação Nacional dos Jornalistas criou uma Comenda de Honra para homenagear profissionais que contribuíram com o desenvolvimento do jornalismo e com a organização da categoria. A honraria será entregue a cada 2 anos durante o Congresso Nacional da categoria.

Quem ficou encarregado da criação do "troféu" foi o amigão, baita profi, Mauro Thezainer. O resultado vocês podem apreciar abaixo.

De uma leitora da região do "Contestado"


Caro jornalista,
sou nascida na região do Contestado e o parabenizo pelo texto Contestado - A Guerra Desconhecida.
Gostaria que visitasse meu blog www.jwoitexen.blogspot.com, para conhecer minhas telas, entre as quais, duas releituras de fotos antigas da Lumber.
Desejo-lhe sucesso!
Janete Isabel Woitexen

Esses anônimos...

É incrível a quantidade de leitor que interage com o blog como anônimo. Tem de todo o tipo. Os agressivos, os covardes, os mentiroso, mas também tem os que vem com ótimas pautas e informações.
Abaixo um desses bons anônimos que comentam por aqui:

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Audiência pública discute implantação do estaleiro...":
Anota aí a próxima do Dário, no estilo árvore e reforma da Câmara: Instituto Contato (PC do B e PT), Grêmio Recreativo Escola de Samba Acadêmicos da Grande Rio e Prefeitura de Florianópolis. 30 de julho, 20h, na AABB de Coqueiros. Verifica quem faz parte do Instituto Contato, que programas eles desenvolvem, e quem são os apoiadore$$ con$tante$$. Vi dar samba.

Escândalo à vista: misturar político, ONG e dinheiro público.Senão vejamos:O Instituto tem como parceiros as grandes estatais brasileiras (PT), tem como presidente um candidato a vereador (Tiago Andrino) e o patrocínio, pelo que consta, será para uma escola de samba do RJ divulgar SC, cujo mentor e maior interessado é o Ver.Marcio de Souza(PT) e maior aliado político do Pref.Dario Berger na Camara.Querem mais um ingrediente para escândalo e roubalheira? Vejamos de quanto será o "patrocínio" com o dinheiro público-renúncia fiscal. Alõ, Ministério Público, alô polícia, alô Floripa, alô blogueiros e imprensa livre: olho nessa turma ligeira. Já viram quem são os personagens, né?

Audiência pública discute implantação do estaleiro de Eike Batista

Ministério Público
aponta fragilidades

no EIA-RIMA d
o
Estaleiro OSX

Manifestação do promotor de Justiça Ruy Arno Richtter encerrou série de audiências públicas.

Do blog Sambaqui na Rede

A última audiência pública para discutir o impacto ambiental do Estaleiro OSX terminou com um balde de água fria jogado pelo promotor de Justiça Ruy Arno Richtter sobre o fogo dos empreendedores. Iniciado às 19 horas de ontem (22.7), o debate se estendeu até por volta da 1 hora de hoje (23.7), realizado em Jurerê Internacional com a presença de 738 pessoas inscritas.

Antes de encerrar os trabalhos o presidente da Fatma, Murilo Flores, fez um balanço dos três dias de audiências, contabilizando cerca de 2.500 participantes. Em seguida foi dada a palavra ao promotor do Meio Ambiente da Capital, Ruy Arno Richtter. Ele iniciou afirmando que o Ministério Público catarinense não tem nada contra o Estaleiro OSX, mas vai agir em caso de irregularidade e não aceitará a degradação ambiental.
Leia tudo. Beba na fonte.

Cerceamento e pompa

A audiência pública realizada no Jurerê Sport Center foi cercada de pompa, pressão psicológica e tentativa de cerceamento dos profissionais de imprensa que cobriram o evento. Pompa devido ao sofisticado aparato de telões, monitores, caixas de som, microfones e acústica, formação de mesa, citação das autoridades presentes.
Pressões diante da presença de seis ou sete ônibus com funcionários da OSX e pessoas trazidas de Biguaçu para a audiência. Ao entrar no local do evento as pessoas eram constrangidas por homens e mulheres vestidos de preto, pagos pelo empreendedor, a fazer a inscrição – dar o nome, origem e assinatuta. Leia mais. Beba na fonte.

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Eike Batista não cumpre licenciamentos e sai expulso da Bolívia

Escrita por: Amazônia.org
01-Mai-2006

O empresário brasileiro Eike Batista, dono da empresa EBX, principal acionista da Termoelétrica Pantanal e sócio da Rio Tinto no Pólo Siderúrgico de Corumbá, é hoje o centro das atenções bolivianas, tendo sido considerado persona non grata pelo presidente do país, Evo Morales, diante da pressão que exercia para obter a licença ambiental para os alto-fornos a carvão vegetal para processamento de ferro-gusa que construiu ilegalmente na fronteira com o Brasil.

Denúncia veiculada pelo Foro Boliviano sobre Medio Ambiente y Desarrollo (Fobomade) aponta que a EBX já está concluindo a construção de uma usina em Puerto Quijarro, sem licenciamento ambiental, em desacordo com a legislação. O Fobomade apóia a não-concessão de licença ambiental da siderúrgica em construção pelo presidente Evo Morales.

Saiba mais. Beba na fonte.

Ibama multa empresa de Eike Batista em R$ 25 milhões

"Trabalhamos com tecnologia, investimentos sociais e ambientais e respeito às normas. Queremos conversar e se no fim do processo a população não nos quiser, não vamos ficar. Não queremos ser vizinhos de quem não nos quer". (Paulo Monteiro, diretor da EBX, holding da OSX ontem na audiência pública em Jurerê).

Em 18/07/2008 no blog Ambiente Brasil

O Ibama de Mato Grosso do Sul multou a MMX, do empresário Eike Batista, em R$ 25 milhões. O órgão ambiental rastreou os fornecedores de carvão vegetal da siderúrgica e concluiu que 90% deles operam na ilegalidade. De acordo com o Ibama, foram transportados desde o ano passado pelos fornecedores da MMX 30 mil metros de carvão vegetal a mais do que o constante nos DOF (Documentos de Origem Florestal), o que causa impacto direto a 1.500 hectares de floresta nativa.
O rastreamento foi feito após o órgão aplicar duas novas multas a empresa de Eike: de R$ 15 milhões pela compra das cargas de carvão ilegal e de R$ 10 milhões por agir em desacordo com sua licença de operação pela terceira vez.
Em maio, a MMX também foi penalizada em R$ 250 mil – multa que se soma a outras duas, de R$ 3 milhões, em fevereiro, por adquirir carvão produzido a partir de desmatamento recente na região do Pantanal, e de R$ 1 milhão, em novembro do ano passado, por comprar o produto de uma carvoaria que operava de maneira ilegal em terra indígena, de acordo com o Ibama.
Leia mais. Beba na fonte.


De 22 de março de 2010

A OSX Brasil SA, do grupo EBX, do empresário Eike Batista, dono de uma fortuna de US$ 27 bilhões, inicia hoje a venda de ações no pregão da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa). A oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) interessa diretamente Santa Catarina. Por meio dela, a empresa pretende captar boa parte do dinheiro necessário para a construção de um estaleiro em Biguaçu, na Grande Florianópolis, projeto orçado em R$ 117 milhões.

Além desse estaleiro para a construção de plataformas de navios-sondas para a captação de petróleo, a OSX inclui uma empresa de afretamento (locação de plataformas e navios) e outra de serviços de manutenção. Somando as três, o aporte financeiro deve chegar perto de R$ 2,5 bilhões. Se confirmado, seria um dos maiores investimentos privados da história catarinense.

Na sua estreia na Bovespa, a empresa ofereceu seus papéis por R$ 800 cada. A operação, que envolveu a negociação de 3,5 milhões de ações ordinárias, vai captar R$ 2,82 bilhões, menos de um terço dos R$ 9,92 bilhões previstos inicialmente. Eike Batista, que com essa abertura de capital aumentou o valor da sua fortuna no mercado em US$ 3,6 bilhões, deverá tocar o sino da Bovespa às 10h, ao lado do presidente da OSX, Edemir Pinto, dando início ao pregão do dia.
Saiba mais. Beba na fonte.

Promotor desmonta discurso malandro de arquiteta

Da carta de Rui Arno Richter, 28º Promotor de Justiça da Capital, onde desmonta tentativa da arquireta Cristina Piazza de provar que todos os procedimentos (falcatruas com a prefeitura) tinham sido legais inclusive com conhecimento do Ministério Público.

"Por fim, do histórico extenso de tratativas acima mencionado é possível perceber que em nenhum momento o Ministério Público foi “consultado” sobre a regularidade ou conveniência de formalização do termo de parceria invocado como solução para o caso (e nem poderia ser, já que lhe é vedada a atividade de consultoria a órgãos públicos), termo que agora se sabe nunca foi publicado em órgão oficial de imprensa, e que a sua mera apresentação como justificativa para o encaminhamento do restauro do imóvel tombado não significou e não obteve qualquer espécie de ratificação pelo Ministério Público, que se reservara a analisar tão logo os esclarecimentos prometidos fossem prestados;

Assim, convém ressaltar que o mérito da ocorrência ou não de ato de improbidade administrativa ou atuação irregular do instituto presidido pela arquiteta Cristina Maria da Silveira Piazza não será tratado, evidentemente, no âmbito desta Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, e sim naquelas com atribuição para tanto, que já instauraram os cabíveis procedimentos de investigação sobre estes aspectos do caso.”

Florianópolis, 21 de julho de 2010.

Rui Arno Richter
28º Promotor de Justiça da Capital

Carta completa aqui.

Do meu amigo Alisson Mota (Grupo engenho)

Lançamento da ARG (Autos do Rio Grande)

Fábrica Gaúcha de Carros (esta o P.T não manda para a Bahia)

Lançada nova fábrica gaúcha de carros - Os diretores da ARG - Autos do Rio Grande manifestaram sua intenção de instalar sua primeira filial/montadora da marca, em Santana do Livramento, tendo em vista a proximidade da cidade de Rivera, que facilita o contrabando com o Mercosul.

Os gaúchos poderão contar com uma linha de veículos especialmente projetada para as características do chão nativo, atendendo vários segmentos do mercado, com os seguintes modelos:

- Charrua: Camioneta para a família, amplo porta-mala-de-garupa, onde se leva o farnel e os apetrechos pro mate, muito espaço pra espalhar as patas, na frente e atrás. Nas versões QB (Quanto Badulaque) e CT (Cheia de Tralha).Depois de velha, dá prá cortar e fazer picape.

- Minuano: Carro esporte, nas versões MB (Metido a Besta) e CF (Cheio de Frescura). Grande penetração aerodinâmica, mais assanhado que lambari de sanga. É carro pra quem tem guaiaca cheia.

- Taura: 'Top' de linha, tipo sedã limãozine. Revestimento interno de pelego sintético importado do Paraguai. Terceiro banco em compartimento isolado, especial para transporte de sogra e guri birrento.

- Guasca: Modelo popular de 1000 PV (Pingo-a-Vapor). Bom para quem é pelado de nascença ou como segundo carro da família.
Quem tiver um Guasca e outro carro melhor, guarde o carro bom na garagem e deixe o Guasca de fora.
Nas versões PR (Pé Rapado) e ME (Meio Esgualepado). A ARG cogita ainda, o lançamento do modelo esportivo Bagual GT (Guasca Turismo), que vai depender das vendas das outras versões do Guasca.

Para conhecer melhor os carros da ARG, vejamos os opcionais:

- Buzina em três padrões: holandesa, hereford e zebu.
- Estofamento em couro de vaca. Se quiser curtido, tem que encomendar.
- Injeção eletrônica. Quem aplica é o João da Pecuária.
- Não precisam de ar condicionado.. Tem vento encanado.
- Fogo de chão opcional.
- Não tem macaco. Tem bugio.
- Não tem extintor de incêndio. Tem urinol, que deve ser mantido cheio.
- Três marchas prá frente, uma para trás e duas para a esquerda e duas para a direita, como no vanerão.
- Câmbio paralelo automático, sem esse negócio de ficar pegando na alavanca, porque não pega bem.
- Pára-choques em forma de guampa.
- Não tem portas. Modelos em duas ou quatro cancelas, 'Hatchê'.
- Sai de fábrica com um rádio que só sintoniza Cezar Oliveira e Rogério Melo
- Rédea hidráulica opcional.
- Todos os modelos de pneus Michelan fornecidos pela Borracharia do Piriquito.
- Rotação do motor medida em BPM (Boleios por Minuto).
- Porta-luvas equipado com três opções: papel higiênico, sabugo de milho ou folha de mamona.
-Catalizador 100% ecológico em duas versões, com aroma de bosta de égua ou de
vaca, conforme a preferência do campeiro.

- TODOS OS MODELOS TÊM PORTA-CUIA NO CONSOLE E A ÁGUA PRO CHIMARRÃO É AQUECIDA COM ENERGIA SOLAR!!!

Ecológico uma barbaridade!!!

Aproveite a Semana Farroupilha e encomende o seu!

Recebi do Les Paul.