quarta-feira, 13 de abril de 2011

Cangablog e a discussão das raças

Depois de postar matérias sobre a nova administração política do Deter, mostrando a pouca prática e o deslumbre de seus administradores vindos de Joinville, o Cangablog começou a receber e-mails agressivos com acusações de racismo. Tudo porque o presidente do Deter, Sandro Silva, é de cor preta. Na verdade os comentários é que são racistas, todos se referem a cor da pessoa e não a pessoa em si como profissional, administrador etc e tal.
Esse discurssinho de pobrezinho, discriminadinho e perseguidinho já está me enchehdo o saco, há tempos. Sempre tive dedos para falar no assunto. Com tanta pressão políticamente correta tinha até receio de falar negro para quadro-negro de escola. Viado então nem se fala. Mas é uma ignorância chamar gay de viado associando com o bichinho número 24 da zooloteria, o popular jogo do bicho. O viado de gay vem de uma abreviatura de trasnviado e nada tem a ver com o animal de formas esguias, fluidas e graciosas que vive na mata e entrou nessa de viado.
Bem, consegui consegui quebrar um paradígma (hahaha! adoro falar paradígma!) estou falando de preto, negro, viado, azul sem medo algum. Me sinto melhor. 
Só espero que o vereador Márcio da Souza não ache uma brecha na lei para me acusar de racista. Afinal é disso que vive e se elege, né? Falando na raça, na cor e nas perseguições.


Pois hoje recebi mais um e-mail anônimo, assinado "Muller" , defendendo o presidente do Deter, Sandro Silva, porque é negro.

E daí seu "Muller"? Qual o problema? O que isso tem a ver com a cor do indivíduo? Ser negro não o faz mais importante que qualquer outra pessoa. Não interessa se o cara é branco, preto, pardo ou azul! O cara tem que cumprir horários, trabalhar, não roubar nem deixar roubar. O dinheiro que paga o salário desta gente indicada politicamente para altos cargos em orgãos públicos (que para mim já é um tipo de corrupção) é nosso que somos de todas as cores.

Abaixo as bobagens do "Muller"

MULLER deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Mais uma enganação da dupla":
Meu caro canga, 
se é que posso chamar de meu caro, tenho lido nos ultimos dias em seu blog, o seu descontentamento com o nosso presidente do Deter, pois saiba o sr: que este jovem promissor da política estadual, é um moço trabalhador, honesto, não tem vicios políticos que vcs estão acostumados a ver por esse estado,pois bem seu canga,o Sandro foi o primeiro negro da historia de joinville a se eleger vereador por nossa cidade com quase 5000 votos,vc acha que se ele fosse tudo isso que vc escreve ele teria moral para fazer tantos votos numa cidade que é tida como germanica,onde nunca tinha um negro como vereador e ainda mais seu canga,Presidente da maior camara de vereadores do estado por 2 anos e a cada final de ano devolver para a prefeitura mais de 2.000.000,00 de reais fruto esse de uma excelente administração,por isso seu canga deixe o rapaz trabalhar e mostrar a que veio,não sou empregado do Sandro, pelo contrario, não votei nele pra vereador pois sou suplente de vereador em joinville mas com certeza depositei toda a confiança nele pra deputado estadual,por isso seu canga procure saber quem é SANDRO SILVA,pra depois escrever essas bobagens,eta povo provinciano, que não adimiti que um negro do interior chegue na presidencia de uma administração estadual,como diz o velho lobo Zagalo:VOCES VÃO TER QUE NOS ENGOLIR.... MULLER 

ana claudia deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cangablog e a discussão das raças": Racismo é problema de visão e espelho. Se o tal "ex" vereador de Joinville, atual Diretor do Deter está se sentindo ofendido por algo que como leitora não vi em nenhum trecho da matéria, marca um horário na agenda dos nossos vereadores na Capital e depois na Assembléia Legislativa, pois tá na moda o "plebiscito".
Interpretação de texto é pra poucos, principalmente para aqueles que não tem a quem puxar sacos e querem as verdades mostradas.
Que cada um faça a sua parte, cumpra com suas obrigações e justifiquem os Salários e Diárias que recebem pra irem pra casa no meio da semana.
Denunciar é fato para imprensa e ser Honesto é obrigação de cada ser Humano.
Deixo bem claro que não conheço o Jornalista em questão, mas sei bem que mostrar fatos reais incomodam muito a quem acha que em qquer cantinho se coloca um "tapete" pra esconder as sujeiras.
Parabéns pelo seu trabalho. 



Augusto J. Hoffmann deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cangablog e a discussão das raças": Prezado Rubim,
A maioria dos seus leitores entenderam suas críticas à admnistração do Deter ou, à falta desta. Esse desvio é adrede, como dizem advogados: para se furtar à discussão do tema proposto. Melhor seria, imitar o Min. Falcão, como ditadura - nada a declarar!
O Brasil, como Estado pode ter uma dívida imensa para com alguns dos seus cidadãos, discriminados, ora por cor, opção sexual ou até condição material. Mas a sociedade, como um todo, não pode ser alçada como apenada, pagando por erros culturais, históricos. Que a discrinação racial é abominável, disso poucos ainda tem dúvida. Mas utilizar o tema como álibi, para fugir da responsabilidade, além de repulsivo, por si, demonstra claramente a incompetência para o exercício de determinada função. Ao que se vê, diante de tantos fatos, é o caso do Deter.

 
Lila deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cangablog e a discussão das raças":
Caríssimo Canga; é dureza quando se misturam os canais e confundem (muitas vezes propositalmente) racismo com crítica precisa; o fato de alguém ser negro não exime a pessoa de receber críticas por sua atuação profissional, ideias, o que for, certo? A mesma coisa com relação a quem é gay: se a opinião de um gay for completamente equivocada, merece ser criticada sim – não pelo fato da opção sexual, mas pelo conteúdo da ideia. No momento em que mais se deve levar em conta a tal da igualdade, invertem-se os valores. Ô, tristeza! Abraço!
 Cometários de anônimos: Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cangablog e a discussão das raças": Como disse um apresentador do MTV, nós todos temos algum resquicio de Negritude no sangue, em algum momento de nosso passado esta lá em nosso DNA, por tanto, aqui que eu saiba em nem um momento foi abordado nos textos do Canga, a pele ou o DNA, deste Vereador de Joinville e por outro lado aqui os "provincianos", tem sim muito respeito pela "Manchester Catarinense".
O que se observa nestes comentarios é puramente uma intenção de disvirtuar a atenção do que ocorre dentro deste orgão publico e mais ainda, como todos nós pagamos muito de impóstos para o estado de Santa Catarina, não vejo o porque de vitimisar uma "otoridade", que esta lá para trabalhar e por nós, ser fiscalizado.
Tá na hora do moço Sandro Silva e seus assessores para asuntos de blogs", baixar a guarda e rever suas maneiras de lidar com a imprensa Blogueira, que não vai descansar enquanto o moço descansa.
É só cumprir a sua gestão dentro dos preceitos "normais" e cumprir seus horarios de trabalho e mostrar serviço, que logo todos largam do seu pé.
Por enquanto só vi uma vitima aqui, o povo que paga os salarios.
E para concluir, abaixo a homofobia e o "racismo", pra voces tambem. 




Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cangablog e a discussão das raças":Canga, esse povo pelo que leio, não soube interpretar tua nota mesmo depois de EXPLICADA MINUCIOSAMENTE. Quanto a cor do Presidente do DETER, isso é uma bobagem, o que os FUNCIONÁRIOS do órgão querem é que o mesmo cumpra decentemente suas funções para o Cargo que ganhou, ou seja: trabalhar de 2ª à 6ª, zelar pelo bom andamento do órgão, coisa que até agora não foi visto enfim, que honrem a Confiança que lhes foi depositada pelo Governador.

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Cangablog e a discussão das raças":Realmente o Canga está certo. Acompanho toda esta questão do DETER e nunca percebi qualquer relacionamento da cor do cara com a administração dele. Quem quiser defendê-lo mostre as ações e providências que foram adotadas, e não bancando a vítima. Para o usuário, não interessa a cor do Presidente. Racistas são estas pessoas que precisam do assunto para sobreviverem porque com ações e competência está difícil...

9 comentários:

Anônimo disse...

Como disse um apresentador do MTV, nós todos temos algum resquicio de Negritude no sangue, em algum momento de nosso passado esta lá em nosso DNA, por tanto, aqui que eu saiba em nem um momento foi abordado nos textos do Canga, a pele ou o DNA, deste Vereador de Joinville e por outro lado aqui os "provincianos", tem sim muito respeito pela "Manchester Catarinense".
O que se observa nestes comentarios é puramente uma intenção de disvirtuar a atenção do que ocorre dentro deste orgão publico e mais ainda, como todos nós pagamos muito de impóstos para o estado de Santa Catarina, não vejo o porque de vitimisar uma "otoridade", que esta lá para trabalhar e por nós, ser fiscalizado.
Tá na hora do moço Sandro Silva e seus assessores para asuntos de blogs", baixar a guarda e rever suas maneiras de lidar com a imprensa Blogueira, que não vai descansar enquanto o moço descansa.
É só cumprir a sua gestão dentro dos preceitos "normais" e cumprir seus horarios de trabalho e mostrar serviço, que logo todos largam do seu pé.
Por enquanto só vi uma vitima aqui, o povo que paga os salarios.
E para concluir, abaixo a homofobia e o "racismo", pra voces tambem.

Anônimo disse...

Canga,esse povo~pelo que leio, não soube interpretar tua nota mesmo depois de EXPLICADA MINUCIOSAMENTE.
Quanto a cor do Presidente do DETER, isso é uma bobagem, o que os FUNCIONÁRIOS do órgão querem é que o mesmo cumpra decentemente suas funções para o Cargo que ganhou, ou seja: trabalhar de 2ª à 6ª, zelar pelo bom andamento do órgão, coisa que até agora não foi visto, para de viajar e levar a "chefe de gabinete" junto, é outra que foi nomeada para trabalhar de 2ª à 6ª e não só parte da semana, enfim que honrem a Confiança que lhes foi depositada pelo Governador.

Anônimo disse...

Realmente o Canga está certo. Acompanho toda esta questão do DETER e nunca percebi qualquer relacionamento da cor do cara com a administração dele. Quem quiser defendê-lo mostre as ações e providências que foram adotadas, e não bancando a vítima. Para o usuário, não interessa a cor do Presidente. Racistas são estas pessoas que precisam do assunto para sobreviverem porque com ações e competência está difícil... Roberto Scalabrin

Augusto J. Hoffmann disse...

Prezado Rubim,

A maioria dos seus leitores entenderam suas críticas à admnistração do Deter ou, à falta desta. Esse desvio é adrede, como dizem advogados: para se furtar à discussão do tema proposto. Melhor seria, imitar o Min. Falcão, como ditadura - nada a declarar!

O Brasil, como Estado pode ter uma dívida imensa para com alguns dos seus cidadãos, discriminados, ora por cor, opção sexual ou até condição material. Mas a sociedade, como um todo, não pode ser alçada como apenada, pagando por erros culturais, históricos. Que a discrinação racial é abominável, disso poucos ainda tem dúvida. Mas utilizar o tema como álibi, para fugir da responsabilidade, além de repulsivo, por si, demonstra claramente a incompetência para o exercício de determinada função. Ao que se vê, diante de tantos fatos, é o caso do Deter.

Lila disse...

Caríssimo Canga; é dureza quando se misturam os canais e confundem (muitas vezes propositalmente) racismo com crítica precisa; o fato de alguém ser negro não exime a pessoa de receber críticas por sua atuação profissional, ideias, o que for, certo? A mesma coisa com relação a quem é gay: se a opinião de um gay for completamente equivocada, merece ser criticada sim – não pelo fato da opção sexual, mas pelo conteúdo da ideia. No momento em que mais se deve levar em conta a tal da igualdade, invertem-se os valores. Ô, tristeza! Abraço!

Anônimo disse...

QUER DIZER ENTÃO QUE NEGRO SAFADO PODE CONTINUAR FAZENDO CAGADA DEPOIS DO MEIO DIA QUE NÃO PEGA NADA ? - AH SAI DESSA O $AFADO !!!
VEM PRÁ MINHA DELEGACIA Ô !

LesPaul disse...

Pois, pois meu amigo Canga. Estou há dias sem o devido tempo pra comentar essa merda toda. Pois, pois. Tenho sangue negro por parte de um bisavô, alemão de olho azul por parte de outro, e como disse pro síndico abismado com minha nova forma física: carcaça de Chevette com motor de Opalão V6.Chega dessa palhaçada em que a moldura, colorida, branca, preta, azul ou rosa, vale como justificativa às safardagens, ao mal exercício da função pública, as traquinagens políticas. Se precisar, é causa que a banca adoraria patrocinar, na buena e na faixa, nós negros, brancos, amarelos, machos e viados, enfim, múltiplos homens de boa natureza, humanistas sem favor às babaquices, aos deslumbramentos, às facilidades do poder que ilude apenas aos eleitores, 5000 ou não. Paulão.

ana claudia salum disse...

Racismo é problema de visão e espelho. Se o tal "ex" vereador de Joinville, atual Diretor do Deter está se sentindo ofendido por algo que como leitora não vi em nenhum trecho da matéria, marca um horário na agenda dos nossos vereadores na Capital e depois na Assembléia Legislativa, pois tá na moda o "plebiscito".
Interpretação de texto é pra poucos, principalmente para aqueles que não tem a quem puxar sacos e querem as verdades mostradas.
Que cada um faça a sua parte, cumpra com suas obrigações e justifiquem os Salários e Diárias que recebem pra irem pra casa no meio da semana.
Denunciar é fato para imprensa e ser Honesto é obrigação de cada ser Humano.
Deixo bem claro que não conheço o Jornalista em questão, mas sei bem que mostrar fatos reais incomodam muito a quem acha que em qquer cantinho se coloca um "tapete" pra esconder as sujeiras.
Parabéns pelo seu trabalho.

ana claudia salum disse...

Sr Jornalista meus comentários podem ser publicados normalmente, e assinados como Ana Claudia ou Ana somente, porém gostaria que se possível não usasse meu sobrenome, pois assim como o Sr, tbm denuncio, colaboro em muitos blogs e MP, mas infelizmente tenho um sobrenome conhecido.
Aprecio seu trabalho e acredito que se continuares a não curvar para os políticos, seu blog crescerá a cada dia.
Boa sorte.