terça-feira, 19 de abril de 2011

Presidente Checo rouba caneta na maior cara de pau.



Augusto J. Hoffmann deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Presidente Checo rouba caneta na maior cara de pau...": Se parece com a tese do Karl Heinrich, a da predominância da materialidade sobre a ideia. No caso, a caneta é a matéria e a ética, a volatilidade dos ideais. Aqui, temos muitos adeptos, infelizmente, sem câmeras prá flagrar. 

Eduado Guerini deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Presidente Checo rouba caneta na maior cara de pau...": Canga,
Não vejo problema moral em surrupiar uma caneta na frente dos holofotes. Nossa classe política - representantes e governantes, rouba , saqueia, pilha a república brasileira faz séculos, com holofotes e pompa, não fazemos nda senão, com o olhar estupefato e paralisados pelo ato, proferirmos algumas frases de indignação, como uma simples reação individual. Concordamos, ainda que,reprovemos o ato circunstancial e rotineiro.
Que viva o saque e a pilhagem. Cada qual com sua trapaça.

3 comentários:

Eduado Guerini disse...

Canga,
Não vejo problema moral em surrupiar uma caneta na frente dos holofotes. Nossa classe política - representantes e governantes, rouba , saqueia, pilha a república brasileira faz séculos, com holofotes e pompa, não fazemos nda senão, com o olhar estupefato e paralisados pelo ato, proferirmos algumas frases de indignação, como uma simples reação individual. Concordamos, ainda que,reprovemos o ato circunstancial e rotineiro.
Que viva o saque e a pilhagem. Cada qual com sua trapaça...

Augusto J. Hoffmann disse...

Se parece com a tese do Karl Heinrich, a da predominância da materialidade sobre a ideia. No caso, a caneta é a matéria e a ética, a volatilidade dos ideais. Aqui, temos muitos adeptos, infelizmente, sem câmeras prá flagrar.

Anônimo disse...

Não existe nenhuma Praia do Riozinho, parem com essa mania de gaúcho!É Praia do Campeche!!