terça-feira, 1 de novembro de 2011

Leitor indignado dá a real para os bandidos

CARTA AOS BANDIDOS

    Bandidos, enquanto vcs aterrorizarem toda uma população sem qualquer critério ou precedente, serão sempre confundidos com bandidos ou terroristas.
    É sábio dizer que várias, quando não a maioria das ações ditas criminosas, que incidem sobre o patrimônio alheio, no intuito de fortalecer a firma, são meticulosamente planejadas, com requintes de organização e método, porém, ainda não pensaram que, com todo esse senso administrativo, e no intuito de tão somente fortalecer a firma, estão esquecendo-se do foco, ou seja, estão errando o alvo, pois sei que pra vcs, a coisa vai além de não querer tão somente trabalhar ou ser bandido e viver pagando de playboy, mas também e principalmente, é uma forma de não se curvar a leis medíocres e a políticos insanos e corruptos. 

    Por isso, os chamo à reflexão não para as metas, que são claras, mas para as vítimas, pois cada trabalhador que é assaltado numa sinaleira, cada velhinha que sai do banco com uma certa quantia, geralmente para ajudar um filho ou filha ou para quitar um imposto já pago e novamente reivindicado pelo governo, cada casa de família, de pai trabalhador que passa quatro meses trabalhando para o governo e oito é dele, roubando-lhe a televisão, o computador, o DVD, além de enfraquecê-los, vcs perdem o respaldo. 
    A sociedade vendida clama por Robin-hood’s, pois na verdade, todos queriam ter a coragem de vcs, porém, eu garanto, que cada trabalhador, se empunhasse uma arma e partisse para o confronto, saberia a quem intimidar ou saquear, ao poder constituído e suas raposas, pronto, falei, vcs estão atacando as pessoas erradas, pois não são os trabalhadores os responsáveis pela má distribuição da riqueza, pelas mazelas sociais que vimos, o foco de vcs está errado, pois a cada casa de família assaltada, vcs perdem a moral, pois eu sei, até bandido tem ética, menos os políticos corruptos, estas bestas, sangue-sugas. 
    Está na hora de vcs jogarem uma vez e matarem duas bolas, matar dois coelhos com uma só cajadada, e pensem, com respaldo social, roubem as pessoas certas, façam aquilo que todo cidadão dito de bem e covarde gostaria de fazer, partam pra cima do poder constituído e raspem seus caixas, desestruturem suas bancadas governistas e seus trampolins eleitorais, desta forma, além de fortalecerem sua firma, terão o respaldo do povo, não roubem o povo, pois, como disse, são vítimas sem coragem.
 
Júlio C. Costa


Deise Marianni deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Leito indignado dá a real para os bandidos": Aconselharia mais Dom Quixotes. Que nao desistissem de lutar contra os moinhos. Hobin Hood, mesmo roubando dos ricos, ainda assim nao deixava de ser ladrão. E neste ponto nao posso concordar. POis ladrao é ladrao. Assim como nao existe meia grávida. 


Revoltado deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Leito indignado dá a real para os bandidos": Isso vai sensibilizar profundamente os bandidos, tanto quanto aquelas malfadadas passeatas pela paz. Tente dizer isso aos vagabundos da Costeira do Pirajubaé que vem infernizando os moradores, com suas motos e armas, cobrando satisfações sobre lugar e hora, impondo toque de recolher a muitos. Tente olhar nos olhos de um deste motoqueiro e serás morto com certeza. Nenhum deles está no crime por necessidade, na Costeira ninguém passa fome, mas por escolha, por status, pela vida fácil, nunca por revolta contra o sistema ou contra alguém em especial. Diga isso à polícia, que três vezes por ano aparece por lá, importunando os moradores, dando revista em carro de família cheio de crianças, humilhando o trabalhador só para mostrar serviço.
Que venha a lei do talião perdida no passado a escandalizar os intelectuais, pelo menos teremos bandidos verdadeiramente coagidos.
Convocar os vagabundos a uma primavera brasileira? Que piada! 

Virson Holderbaum deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Leitor indignado dá a real para os bandidos": Estou contigo, Júlio
Virson

2 comentários:

Anônimo disse...

deise, robin-wood era ladrao, sim, porem esqueceste de dizer que ele roubava dos ricos (politicos da situaçao da época) e DISTRIBUÍA AOS POBRES, (ahh, mas é apenas detalhe) Revoltado...precisas de aulas de ciencias sociais e ainda assim, solicitar ajuda pra enxergar e mundo real que esta sob tuda otica e não consegues vê-lo, primavera? pra mim vcs dois são, foram ou serão políticos... (júlio)

Anônimo disse...

AHH, DEISE, PELO VISTO ÉS JORNALISTA, ENTÃO ME SINTO NA OBRIGAÇÃO DE ALERTAR-TE, CASO EXISTISSE "MEIA GRÁVIDA" ASSIM COMO ROBIN WOOD QUE É APENAS LADRÃO, O CERTO SERIA "MEIO GRÁVIDA".