terça-feira, 29 de novembro de 2011

PSICANALISTA, MARXISTA E, NATURALMENTE, BURRO

Por Janer Cristaldo

Pior que um psicanalista, só um psicanalista marxista. Verdade que as duas doutrinas são incompatíveis. Mas nestes dias que me foram dados viver, em que há católicos-marxistas, publicitários de esquerda, médicos espíritas e professores universitários que acreditam em Deus – e pior, orientam teses -, nada mais me espanta.

Em entrevista à Folha de São Paulo, o psicanalista britânico Adam Phillips não pede licença para proferir bobagens.
 
Folha - Em Monogamia, o senhor diz que não há nada mais escandaloso do que um casamento feliz. Por quê?

Adam Phillips - O que amamos e odiamos num casamento feliz é ver nossos primeiros desejos e medos acontecendo na vida real. Toda criança começa seu desenvolvimento em uma relação monogâmica, com a mãe. E a maioria passa os primeiros 11, 15 anos da vida muito conectada a mãe e ao pai. É uma espécie de monogamia bissexual. Crescer é passar da necessidade de ter só uma pessoa para a necessidade de ter duas (mãe e pai) e a necessidade e a capacidade de se relacionar com várias.

Cá entre nós, que tem a ver relação com pai e mãe com monogamia bissexual? Como bom herdeiro de Freud, Philips não consegue escapar à tese idiota de que toda relação de um filho ou filha com os pais está eivada de sexualidade. Não existe psicanálise sem o complexo de Édipo ou Electra. É um dogma tão fundamental para a doutrina como a virgindade de Maria para a Igreja. A repórter pergunta então se, diante das dificuldades da monogamia, a solução não seria a infidelidade.

Adam Phillips - Sim. E pode dar certo, mas sempre com conflito. Todo mundo tem ciúme sexual, ninguém suporta dividir seu parceiro de sexo. Alguns dizem que suportam, mas é impossível. Se amamos e desejamos alguém, não queremos dividi-lo com outros.


Parece que o celebrado psicanalista nasceu lá pelo século XIX. Até pode ser que ninguém suporte dividir seu parceiro de sexo, mas a verdade é que todo mundo – ou pelo menos uma significativa maioria – acaba dividindo. As mulheres até podem se manter mais ou menos – mas não muito – fiéis, mas os varões sempre acabam pulando a cerca. Leia tudo. Beba na fonte.


Marcio Pandolfi deixou um novo comentário sobre a sua postagem "PSICANALISTA, MARXISTA E, NATURALMENTE, BURRO": É modinha corrente de alguns "intelectuais" ter asco a tudo q cheire a marxismo. O tal Janer Cristaldo é um deles. Não sei se ele já leu alguma obra de Marx. Mas pelo visto fala de "orelhada"...e de orelhada quem muito fala,
faz a orelha crescer até ficar do tamanho igual a de um ...jumento.



 J.C. Não, não perdi meu tempo lendo Marx. Mas visitei boa parte dos países empobrecidos por seu pensamento. Mais pedagógico do que ler teorias.
 Janer

Um comentário:

Marcio Pandolfi disse...

É modinha corrente de alguns "intelectuais" ter asco a tudo q cheire a marxismo. O tal Janer Cristaldo é um deles. Não sei se ele já leu alguma obra de Marx. Mas pelo visto fala de "orelhada"...e de orelhada quem muito fala,
faz a orelha crescer até ficar do tamanho igual a de um ...jumento.