quinta-feira, 12 de janeiro de 2012

A estigem e o Dorminhoco

    Enquanto a estiagem castiga criadores e agricultores de Santa Catarina o governador Raimundo Colombo curtia suas férias em Miami. O secretário de agricultura, também de férias, não tomava conhecimento do fato que vitima milhares de agricultores catarinenses.

    Na bancada federal, nenhum deputado de SC se manifestou a respeito do assunto, tampouco participaram das reuniões que as bancadas federais do Paraná e Rio Grande do Sul convocaram para pedir ajuda emergencial para atendimento das vitimas da seca.

    Ao chegar de férias Raimundo Colombo tomou pé da situação e começou a ensaiar uma reação. Marcada uma audiência com a ministra da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, para às 9:30hs de hoje no Palácio do Planalto, o governador  Colombo dormiu no ponto e teve um pequeno atraso de 1:30h . 

    Sem saco (ops!) para esperar, a ministra se mandou e foi cuidar de coisas mais importantes.

    O apelido lageano do governador, Dorminhoco, começa a fazer sentido!

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "A estigem e o Dorminhoco":
Manda a Ideli ou o Esperidiäo resolver entäo, Canga. Único que foi atrás (...ado! kkkkk)* do prejuízo foi o governador. 

*O comentário em vermelho é do blog. Até eu gostei!!! kkkkkkk!

Um comentário:

Anônimo disse...

Adianta ir atrás de reforço e chegar atrasado? É, o povo catarinense merece, votou em massa neste governador, que paguemos todos por este erro.