quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Deputado quer abrir a caixa preta do MPC

deputado Jailson Lima abordou dois assuntos polêmicos ontem da tribuna na Alesc. Um foi a maracutaia do softwer de gestão em sala de aula contratado sem licitação pela Secretaria de Educação. A coisa foi feita como num passe de mágica e da contratação fraudulenta até 3 dias foi tudo pago. Bem às vésperas da saida o secretário de Educação Marco Tebaldi, conhecido por rolos feitos quando era prefeito de Joinville. Gente do LHS.
     O outro aviso do deputado foi para os marajás secretos do Ministério Públicos junto ao TCE ao que o líder do PT, deputado Dirceu Dresch, disse que entrará na justiça contra a liminar que o proíbe de receber cópia do resultado da auditoria feita pelo Tribunal de Contas do Estado no Ministério Público junto ao Tribunal de Contas (MP-TCE). A liminar foi concedida pelo Tribunal de Justiça de Santa Catarina a um mandado de segurança impetrado por um dos procuradores do órgão que sofreu fiscalização.
     Essa vergonhosa proibição da justiça em manter em segredo a investigação dentro do PMC mostra que existe uma relação incestuosa entre os poderosos do PMC e a justiça catarinense. Coisa de quadrilha. 
    O órgão está na mira do parlamentar desde o ano passado, quando reportagem em jornal da Capital mostrou que o MP-TCE tinha total autonomia financeira, que não havia controle sobre os gastos e que pagava supersalários, muito acima do teto constitucional.
     “Queremos abrir a ‘caixa preta’ do Ministério Público do Tribunal de Contas, um órgão que até recentemente poucos sabiam que existia”, declarou Jailson.
 Veja o video do pronunciamento do parlamentar:



J.P. deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Deputado que abrir a caixa preta do MPC": Notem que cortaram a fala dele rapidamente, mesmo que uma fala dure mais tempo sempre é concedido a continuação até a conclusão, desta vez não, pois estava cutucando a ferida.
J.P.

L.A. deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Deputado que abrir a caixa preta do MPC": O Deputado Jailson Lima não vai recorrer do processo não? Tem que manter posição até o fim ou vai ser a chacota da população.
Saiba ele que o Ministério Público Estadual que deveria estar ao lado dele, em defesa da sociedade, deixa o Ministério Público junto ao Tribunal de Contas livre-leve-solto!Quem sabe por ser um fato que afronta os principios constitucionais (Constituição Federal) o Deputado convoca o Ministério Público Federal, pois este funciona.

2 comentários:

Anônimo disse...

Acho que este Deputado é muito fogo de palha, não tem coragem para mexer no Ministério Público junto ao Tribunal de Contas.
Logo, logo a turma do carioca Jorge Bornhausen vai fazer o chinês parar de falar.
Outra, o PT em Santa Catarina é uma nada vezes nada, não tem representação e sequer combate alguma coisa.
Bornhausen manda em todo lugar, em todos os Poderes, no Legislativo tem vários Deputados inclusive a Presidência da Alesc, no Executivo tem o Governo, no Tribunal de Contas tem Conselheiro, no Ministério Público junto ao Tribunal de Contas tem o seu amigo de mesa e no Judiciário tem seus tentáculos.
Como mudar isso? Todos estão atrelados as peripécias do dono de Santa Catarina!

Andre Schuttler disse...

Fogo de palha significa a primeira devolução de $$ da história da Alesc?

O anônimo não sabe é de nada! Parabéns deputado pela iniciativa. Nosso futuro depende de iniciativas como a sua. Que os outros 39 façam o mesmo.