segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

Ferrugem: bandidos espancam professor e músico

 O professor universitário Evandro de Brito, 41, e o amigo Érick Casarini, 39, de Florianópolis, ao sairem de uma casa noturna na praia da Ferrugem, Garopaba (SC), foram covardemente espancados por três bandidos. Estão hospitalizados em estado grave. Já se sabe os nomes de dois dos agressores, caras que pegam onda na região. O dono do carro é um tal Edinho, possui um Celta prata, placa de Cidreira (RS). Ele teria levado no veículo os outros dois até o local da agressão. O segundo é conhecido pelos apelidos de Rasta Natural, tem cabelo rastafari. O terceiro agressor ainda é desconhecido e todos estão foragidos de Garopaba. 
Da Waves

   
    Amigo de umas das vítimas, o fotógrafo Eduardo Dutra envia um relato com detalhes absolutamente lamentáveis sobre o episódio absurdo daquela noite.

    Infelizmente somos obrigados a divulgar uma notícia como esta, retrato da pura violência, racismo e descaso com a vida.

    O episódio aconteceu na noite da última quarta-feira, por volta das 5 horas da manhã. Ao que se sabe, Evandro de Brito, doutor em Filosofia pela Universidade Federal de Santa Catarina, uma pessoa de bem, estava apenas se divertindo na praia da Ferrugem.

    Evandro, que é negro, comia batatas fritas quando um dos agressores chegou e meteu a mão no alimento dele, já com a pretensão de arrumar confusão. Foi o que acabou acontecendo. Amigo de Evandro, Erick Casarin, músico de Florianópolis, outra vítima desta tragédia, chegou para tentar separar o amigo da confusão.

    Erick começou a apanhar também. Ele comentou depois que apagou já no terceiro golpe e os dois foram espancados ali mesmo e largados no chão. Quando se recuperaram, saíram correndo em direção à Vila da Ferrugem, quando os agressores, não contentes com o que já haviam feito, voltaram de carro para finalizar a história, armados de chaves de rodas e desferiram vários golpes na cabeça e corpos dos dois que já estavam imóveis neste momento. A intenção parecia ser de matar, em um ato de absurda covardia e maldade pura.

    Largaram os dois desmaiados, que foram encontrados no mesmo local, com vida. Foram hospitalizados em estado grave, mas sem risco de morte.

    Já se sabe os nomes de dois dos agressores, caras que pegam onda na região. O dono do carro é um tal Edinho, possui um Celta prata, placa de Cidreira (RS). Ele teria levado no veículo os outros dois até o local da agressão. O segundo é conhecido pelos apelidos de Rasta / Natural, tem cabelo rastafari. O terceiro agressor ainda é desconhecido e todos estão foragidos de Garopaba.

   Foi instaurado inquérito policial na delegacia de Garopaba e o IML (Instituto Médico Legal) fez exame de corpo de delito nos dois para registrar os danos causados.


Seguem aqui os telefones das delegacias de Garopaba e Cidreira para eventuais contatos. Delegacia de Garopaba - A/C ALEX - (0xx48) 3254-3190 e Policia Civil de Cidreira (RS) - (0xx51) 3681-1166


Qualquer informação ou fotos dos agressores, por favor entrem em contato com as delegacias, Facebook, meios de comunicação. A princípio, o caso está sendo investigado na delegacia de Garopaba.

5 comentários:

Anônimo disse...

Nossa Canga, estou horrorizada com esta barbárie!
Conheço o Evandro,fizemos algumas disciplinas na UFSC juntos. Sempre super tranquilo, gente da paz.
É lamentável.

Anônimo disse...

O caso é exemplo de pura maldade!!! Esperemos que também não o seja de impunidae...

Anônimo disse...

Que vergonha isso aconteçendo numa das melhores praias do estado de Santa Catarina.
Com as descrições dos agressores tá ai uma boa oportunidade para a policia e o governo do estado de Santa Catarina toma uma atitude contra esse tipo de situação que cada vez mais vem aconteçendo no nosso país.
DE OLHO NELES

Anônimo disse...

Tem que dar o troco na mesma "moeda".

Top-Scape disse...

Evandro tem Doutorado em ser HUMANO.
Tenho pena desses fracos batedores.
Força Evandro, não afrouxe, a galera USJ
te espera na ESFIRRA.