quinta-feira, 8 de março de 2012

‘P…, Ecad!’

Por Tatiana de Mello Dias

A cobrança do Ecad sobre blogs que postam vídeos no YouTube está gerando uma onda de protestos. Já tem até Tumblr: “P…, Ecad”, que enumera reclamações e denúncias sobre cobranças abusivas.


    O Ecad é quase unanimidade: muita gente odeia. O Escritório tem brigas que vão desde emissoras de televisão (como a própria Globo) até artistas independentes, que reclamam por ter de pagar para tocar suas próprias músicas em seus shows.
    O Ecad é a única instituição autorizada a arrecadar direitos autorais no País. Não é um órgão do governo e não tem nenhum tipo de fiscalização governamental. Ele é composto por várias associações de músicos que o utilizam para receber os direitos autorais. Para isso, o Ecad adota ações dignas de um filme policial: tem antenas no alto de prédios para captar o que é que as rádios andam tocando, gravadores instalados em blocos e trios elétricos para fiscalizar os axés e marchas de carnaval e seus famosos fiscais, munidos de bloco e caneta, que anotam o que toca nos shows para saber o que deve ser cobrado. Leia mais. Beba na fonte.

Nenhum comentário: