domingo, 15 de abril de 2012

Tio Bruda e o truck do Colombo

- Alô, é o  tio Canga?  Tá me iscuitando?

- Oi  tio Bruda, é o Canga, pode falar. Tô escutando, meio baixinho mas dá pra entender.

- Pois tio Canga, faz um tampão que quero falar com você, mas o tal de sinal aqui pras bandas da serra é uma porquera. 
Como hoje tinha que dar uma viajada até a cidade prá fazê o rancho do mês, depois de tomá uma com mintruz,  comprei umas fichinhas, daquelas que tem uma valeta no meio,  e me pinchei pro orelhão que fica bem do ladinho da bodega do  cumpadre Firmino.
 

- Mas tio Bruda, como é que pode não ter sinal de telefone celular da terra do Governador?

- Olha tio Canga, tem horas que a gente até desacorçoa. O Colombo, todo final de semana tá aqui por Lages mas não toma tento de arrumá o tal de sinal, até porque ele não quer ser incomodado nas suas fazendas lá na Cuxia-Rica.


- Mas tio Bruda, você não me disse qu ia se mudar pra coréia, lá pro chinaredo?

- Home do céu! Até que passou pelas minhas idéias essa mudança. Mas andei dando uma bombiada por e me desagradei. Aquilo tá tudo abandonado, ta virado num frege, numa tapera. Me desiludi com a idéia. Vou continuar com essa vergonheira de sinal do telefone, sofrendo mais do que boi na canga.


- Mas vo aproveitá pra te contá uma novidade: O Colombo diz que vai trazê uma fábrica de caminhão, com um nome meio esquisito, SINOTRUCK. Pois tio Canga, com esse nome dá pro vivente descunfiá. Truque mesmo só aquele da televisão que desentortava as culher.
 

- Tio Bruda, eu não acredito, voces vão ter uma fábrica de caminhão e ainda tão reclamando?

- Para né tio Canga! É que, um amigo meu, entendido dessas coisas, deu uma bombiada na papelada que o Colombo assinou e discubriu que  os caminhão só vão ser construidos aqui em Lages quando as galinha criá dente. O que vão construi é um galpão pra enchê de peças de caminhão que vem de navio lá dos Chineses. Pergunto tio Canga: Isso não é um truque? Tenha santa paciência né!!!

- É mesmo Tio Bruda?

- Canga véio, um fato me chamou atenção no dia das assinaturas da pepelada pro Colombo trazê a Truque: O Colombo tava sempre ladeado de dois candidatos a prefeito de Lages: o Ceron e o Elizeu, que são da tal base de apoio, coisa nova na política. Antigamente aqui na serra, quem se juntava com adversário era chamado de vendido. Hoje a desculpa é que tudo é da base de apoio.  Eu acho que é sim tudo na base das tal emenda, na base da liberação de uns troco pro deputado, na base de um emprego pra mulher, um emprego pro filho, um emprego pra amante, é tudo na base. 

- Agora tio Canga, o Colombo tem que apoiar ou  Ceron ou o Elizeu? Apoiar os dois não dá!  Isso é o mesmo que levar a patroa e a amante no mesmo baile. Vai terminá num entrevero de saltar butiá dos bolso.

Nenhum comentário: