domingo, 20 de maio de 2012

Desabafo de um funcionário do DETER

    Caro Canga,
    No DETER só falta colocar um cartaz:  O PRESIDENTE SUMIU.
    É uma vergonha o que estão fazendo com uma autarquia que deveria estar bombando em termos de planejamento e operação, pois tem tudo a ser feito. Com certeza isto faz parte de uma estratégia traçada pelos empresários com a concordância dos políticos. O DETER precisa fazer de conta que existe para que os empresários possam dizer que são fiscalizados e cumprem as regras contratuais. Isso é uma grande armação com conhecimento do Governador. O Presidente Sandro Silva saiu de férias e depois de 15 dias suspendeu, mas não reapareceu. Ninguém sabe ao certo o que está acontecendo. O único diretor presente é o administrativo, que se fosse forte colocaria a boca no trombone com tanta falta de trabalho dos demais diretores. E não é só isso. Tem servidores, funcionários do quadro que estão ganhando diárias sem viajar, como complemento salarial, o que é inadmissível. O caso mais gritante é de uma fiscal recentemente concursada que nunca exerceu a função, está lotada no Gabinete, nunca viajou e ganha 10 diárias por mês, apenas para se equiparar aos colegas que viajam em operações de fiscalização. Por falar nesta fiscal, ela deverá assumir a Diretoria de Transportes. 
    Aliás é nestas viagens de operação de fiscalização é que está centrado toda a estratégia montada pelos empresários. Os fiscais só saem em operação para a fiscalização do transporte por viagens especiais de turismo, ou seja, viagens particulares. Jamais verá os fiscais executarem uma operação em Rodoviárias. Porque?! Porque lá operam os grandes empresários com suas linhas de transporte público concedidas e que deveriam ser controladas pelo Estado. Ao se dedicarem à viagens especiais durante os feriadões e fins de semana, estão protegendo as empresas.
   Em todas as reformas administrativas, a opção de incorporar o DETER ao DEINFRA ou à própria AGESC é sempre ventilada, mas nunca efetuada. Agora novamente isto está sendo aventado e não vai ocorrer. O próprio Governo, que é financiado pelas empresas, e os empresários,  precisam manter o DETER em pé, um elefante vazio e inútil para servir como faz de conta de fiscalização e impressionar a sociedade enquanto eles fazem o que querem.
    As leis vigentes da área são de 1980 e a regulamentação também. O Plano Diretor de Transportes nunca foi feito. Os contratos de concessão estão vencidos. O técnicos e profissionais da área se aposentaram, faleceram ou foram embora. Restam alguns poucos abnegados que passam o dia inteiro se ocupando por conta própria para se manter atualizado e não enlouquecer. De todos os Gerentes do DETER apenas 3 são da casa, os demais são de fora e não sabem o que estão fazendo lá. Para que tenhas uma idéia do descaso. O Gerente de Estudos e Projetos que deveria ser um engenheiro é um professor apodentado de filosofia.  Isto é respeito à coisa pública?

Ele foi exonerado dia 04/04 para concorrer às eleições??? Engraçado no DOE nº 19312, de 16/04/2012, DOE nº 19307 de 04/04/2012, DOE 19315, de 19/04/2012,tem publicações do DETER com a assinatura do Sandro como Presidente, não entendo.Gostaria de saber: os ATOS são ilegais, não tem validade??? eles esta inelegível??? em Desabafo de um funcionário do DETER

Osvaldo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Desabafo de um funcionário do DETER": Canga, conforme publicação do Diério Oficial do dia 15/05/2012, o Sandro foi exonerado con data retroativa a 04/04/2012 (artimanha para poder concorrer nas eleições). Ato de exoneração está publicado na página 01 do diário do dia acima citado.
ATO nº 944 - de 4/5/2012
CONCEDER EXONERAÇÃO, de acordo com o inciso I, do art.169, da Lei nº 6.745/85, a SANDRO DAUMIRO DA SILVA, mat.315.125-5-03, do cargo de PRESIDENTE , do DETER, a contarde 04.04.12.(republicado por incorreção)
 

Anônimo deixou um novo comentário sobre a sua postagem "Desabafo de um funcionário do DETER":  SR.rubim, em tese a colocação da pessoa acima esta equivocada, pois a fiscalizaçao da turma da antiga, como vários funcionários sempre vestiram a camisa do Deter, tanto que esta de pé até hoje, muitas foram as lutas pelos desmandos de governantes e seu capachos que assumiram o Deter. Infelizmente, politica com área pública não da paramisturar, sempre sobra para quem trabalha, se hoje existe desmandos dentro do Deter não foi culpa dos funcionários do Deter e sim do politico que tem compromisso com seu cabo eleitoral, e não com a coisa publica. 
Referente ao sr.Sandro Silva, esse já não deveria nem ter entrado, entrou para mostrar sua incapacidade de governar algo, e assim, junto com ele, outros incapazes que lá estão. 
Nessa altura tem que chamar os bombeiros para lavarem o Deter, desta merda toda que esse cidadão fez lá dentro, não é só a dona Aline, fiscal ganhado 10 diarias sem trabalhar, tem o sr Erbrai, que tambem é fiscal. Esta la na diretoria sem função, e outros novos tambem. Uns tem veterinaria, outro vende pneu, outros advogam, e o Deter só para os velhos, graças ao sr.Sandro. 
Enquanto isso os dois fiscais ai citados, passeiam com o carro do Sandro, que é do Deter e alugado, depois entregam ao Sandro para politica da boa vizinhança. Fica aqui um alerta: as gerencias no Rita Maria que os individuos de Joinville não aparecem para trabalhar, e nem se sabem quem é, isso pago pelo Deter, com conhecimento do Sandro, e pago pela contratada ORCALI.
É ISSO é só investigar e virão mais merdas do Sandro. 

Nenhum comentário: