quarta-feira, 16 de maio de 2012

DETER: uma empresa à deriva!

     Apertem os cintos. O piloto sumiu!
    Chamar o ex-presidente do DETER, Sandro Silva, de piloto é muito elogio. A passagem de Sandro Silva pelo órgão foi apenas para esquentar cadeira. Se fez ali muita políticagem e articulações pagas com dinheiro público. 
    A indicação de políticos para dirigir empresas públicas é uma das origens da corrupção. Aves de arribação, sem nenhum preparo ou conhecimento sobre as pastas que ocupam, usam o cargo para fazer política, caixa 2 de campanha eleitoral, recebem polpudos salários, forjam diárias, tudo com o nosso dinheiro.
     O Departamento de Transportes e Terminais de SC (DETER) parece ser um desses casos. Ali o presidente, Sandro Silva, ex-vereador em Joinville, se desincompatibilizou do cargo para concorrer nas próximas eleições em Joinville. Seria candidato a vice prefeito em alguma chapa que fizesse o jogo do PMDB. Parece que a sua situação está um pouco complicada. A prometida vaga de suplente no lugar do deputado Altair Ghidi (PPS) fez água. O deputado Altair conhecido pelo seu temperamento digamos...volúvel, agora, não quer largar o osso.

    Com todas estas trapalhadas, sobra para o Deter e seus funcionários de carreira que nada tem a ver com essa politicagem. A empresa se encontra à deriva sem ninguém para responder pelo órgão. Nada acontece e nada é feito. A maioria dos técnicos da empresa ficam o dia tentando se ocupar para passar o tempo e cumprir a jornada de trabalho. 
    Uma situação degradante!

    Carro alugado 
    Dia desses o Cangablog denunciou a velha prática pré-eleitoreira de alugar carros sem identificação para os órgãos públicos. Foi o caso do Deter. Os carros alugados pela Diretoria do Departamento de Transportes e Terminais de SC, usam placas normais e sem qualquer identificação do serviço público. No caso da presidência o carro alugado foi um Fiat Linea Essence, 1.8, cor branca e placas MIX 6797
    Sem aparecer na empresa desde março, tirou férias e depois emendou com a exoneração, Sandro Silva tem sido visto em Joinville desfilando com um carro com essas características.


Anonymous Remailer (austria) Caro Sérgio,
Se forem mexer no abelheiro dos carros oficiais alugados, garanto que o Sr. Canga terá farto material para colocar em seu Blog, pois a maioria dos carros locados para seus dirigente não usam e nunca usaram logo de idenficação conforme estabele e legislação. E o pior é que o Tribunal de Contas, a Aditoria da Fazenda, os Setoriais de Controle Interno dos órgão e Ministério Público sabem dos fatos (desmandos) e não fazem nada. 

É mole!

3 comentários:

Anônimo disse...

Sem contar bens do DETER que ele ainda não devolveu, tais como, Telefone celular, notbook de última geração. O DETER esta fazendo publicações no Diário Oficial sem assinatura de um responsável pelo órgão, ou seja tais publicações não tem validade alguma. E por ai vai.

Anônimo disse...

aqui em criciuma a casan mantem dois carros alugados um astra e um fiat estrada sem logotipo da casan para os dois diretores usarem passeiam com eles finais de semanas e tudo com dinheiro publico e ninquem faz nada foram carnaval em laguna com combustivel degraça tem 370 reais de diarias no contra sem apresentar notas ficais enquanto um servidor tem que apresentar nota fiscal para receber 24 reais para trabalhar fora de sua sede num minimo 50 km de sua cidade de origem

Anônimo disse...

Interessante seria a consulta do histórico de multas do veículo... muitas multas, em várias situações que talvez não possam ser explicadas...