sábado, 26 de maio de 2012

Justiça bloqueia bens de Mescolotto

    Janaina Cavalli (DC)

     A Justiça determinou, no último dia 18, o bloqueio dos bens do presidente da Eletrosul, Eurides Luiz Mescolotto. Outros quatro gerentes e nove funcionários da estatal também tiveram seus bens bloqueados. A liminar ordena "a indisponibilidade de bens em nome de todos os réus até o valor de R$ 86.093,17".

    A notícia foi publicada no Boletim Intersul e no jornal Fala! Intersindical, dos trabalhadores da Eletrosul. A assessoria de imprensa da empresa confirmou a decisão judicial.

    Como reportou o Diário Catarinense em setembro de 2009, a Eletrosul havia contratado, naquele ano, a empresa Newfield Consulting para a prestação de consultoria na área de planejamento e gestão. A empresa, então, subcontratou a nora de Mescolotto, Maria Solange Fonseca, casada com Filipe Mescolotto, filho do presidente da estatal com a ministra Ideli Salvatti. Leia tudo. Beba na fonte.

Nenhum comentário: