domingo, 20 de maio de 2012

O cofre do avô do amigo

    Outro dia, no escritório de um amigo, notei uma peça diferente adornando o ambiente. Um grande e bonito cofre antigo.

- Herança de meu avô, foi um grande fazendeiro na região da serra, disse o amigo.

     Perguntei, brincando, se tinha muita grana dentro. O amigo respondeu que não sabia pois a quatro dias tentava abrir o cofre e não conseguia.

- Tens o segredo aí? perguntei, fazendo uma proposta: se conseguisse abrir em 15min. ficaria com a metade do conteúdo.
   Meio cético o amigo riu mas não topou a aposta, vá que...
   Peguei o segredo: duas para a esquerda, uma e mais uma para a direita e...BINGO!!!! O cofre estava aberto! Até eu me surpreendi com a destreza que acreditava enferrujada.
   O conteúdo eram moedas antigas do tempo do império, uma grande cédula de 100 mil Réis e duas de Guarany paraguaio.
    Ficamos felizes com o cofre aberto - fechado sem chave sempre é perigoso em caso de assalto - , mas por todas as histórias que meu amigo contou da fortuna de seu avô, acredito que possa haver um fundo falso naquele cofre.
    O amigo não me chamou para procurar o fundo duplo...se é que tem!

Nenhum comentário: