segunda-feira, 23 de julho de 2012

Smurf´s pedem socorro

    Recebi esta carta de funcionários que trabalham na Zona Azul de Florianópolis. São queles azuizinhos que ficam nas ruas anotando os horários e vendendo cartões de estacionamento.
   Segundo os smurf´s, como foram apelidados por este blog, eles estão vivendo um clima de tensão, ameaças e insegurança a mais de um ano. Desesperados e sem saber a quem recorrer, se socorrem dos blogs e mídias socias para divulgar suas denúncias.


Florianópolis, 28 de junho de 2012.

    Carta aberta à imprensa.    Não sabemos a quem podemos recorrer quem pode tomar alguma providência, quem pode olhar por nós.
    Pedimos a ajuda deste meio de comunicação para um assunto que a pelo menos 1 ano e meio vem tirando o sono e a paciência dos funcionários da Zona Azul.
    Neste período todos nós fomos “ameaçados” por diversas vezes de sermos demitidos. Tudo isso por causa desta história que a Zona Azul vai acabar, que vai ser privatizada e coisa e tal. Não sabemos do dia de amanhã se ainda estaremos empregados ou não, se ainda poderemos fazer uma prestação contando com o próximo pagamento ou coisas assim . Esta agonia não acaba. Sabemos ainda que o Sr. Prefeito (Dário Elias Berger) não ira liberar um real para pagar as rescisões destes funcionário que poderão ser demitidos. Não sabemos do futuro.
    E ainda temos muito para falar. Os monitores - isso mesmo aqueles que trabalham fiscalizando e vendendo os cartões da zona azul – não dispõem de material adequado para o serviço e ainda são cobrados até a última para bons resultados (cobrar é fácil, difícil e estar na rua sem condições de trabalho). O sistema Estaciona Fácil é DIFICÍL, muitas vezes fica fora do ar impossibilitando o usuário de realizar qualquer movimentação em sua conta, os palms, material de trabalho importantíssimo para os monitores, estão obsoletos, com baterias que mal agüentam 2 horas de uso.
    Os funcionários que trabalham na regularização das advertências aplicadas não conseguem realizar parte dos seus trabalhos porque... A INTERNET DA SEDE DA ZONA AZUL ESTÁ CORTADA POR FALTA DE PAGAMENTO (PASMEM FALTA DE DINHEIRO NÃO É).
    E tem mais, tem funcionários sendo forçados pela gerência a levar malote com dinheiro para o banco, podendo ser assaltado e correndo risco de vida, como já aconteceu a pouco tempo com outros dois funcionários e na própria sede da zona azul. Porque não contratar uma empresa de segurança para fazer este tipo de serviço, será que uma vida vale menos que um contrato com uma empresa dessa... Não podemos continuar a deixar isso acontecer.

Não para por ai...

    As mães e pais que tem filhos menores de idade, agora perdem o dia quando precisam levá-los ao medico, tudo isso porque repentinamente a gerência mudou as normas da empresa, sem aviso prévio as funcionários, sem comunicar a quem de direito, sem nada. Agora a criança tem que pegar um ônibus e ir para o posto de saúde sozinha, porque se o responsável for junto ao final do mês vai faltar um dia de salário para a família (temos que rir para não chorar).... Isso é vergonhoso para uma administração pública que nunca foi boa, e agora no final do mandato esta ficando pior ainda.
    A última para completar é que os funcionários internos agora vivem “atrás das grades” com portas trancadas com correntes e cadeados, isolando cada setor como se alguma epidemia pudesse tomar conta dos demais.
    Isso não tem cabimento, agüentamos isso a bastante tempo e não queremos mais passar por estas coisas. Já recorremos ao IPUF, que é quem controla a Zona Azul, mas a resposta que obtivemos é que a pessoa que está administrando a Zona Azul é bastante qualificada, hahaha. Piada essa resposta que recebemos.

    Por isso contamos com vocês para que isso PARE de acontecer.

3 comentários:

Anônimo disse...

A solução para isso está em outubro: expulsar da administração todos aqueles que contribuíram para a situação chegar a este ponto. E não falo somente da atual, mas das antecessoras (mesmo que em nova roupagem) que contribuíram para o problema.

ateu capitalista disse...

NÃO CUIDAM DOS CARRROS E SÓ MULTAM.
MINORIA É EDUCADA.
NÃO ME SENSIBILIZO.

Léo disse...

Igual a Criciúma... Só multam!