terça-feira, 31 de julho de 2012

Tio Bruda preocupado com guerra entre PM e Civil

- Alô, tio Canga!

- Oi, tio Bruda! Muita chuva aí pela serra?

- Tá meio fresquinho aqui, mas vocês aí na capital que tão quase virando sapo, né tio Canga?

- É, tá chovendo bastante por aqui e diz que vai assim até quinta-feira.

- Quem que disse? o home da RBS? Olha tio Canga, sou mais o home aqui da serra, o Cotinho, conhecido aqui como Papa Siri. Esse, em questão de tempo, não erra nunca.

- Mas então, tio Bruda, vamos às novidades!

- Mas, tio Canga, tu tá invertendo as bolas, as novidades tão tudo aí na capital com essa guerra de bugio da poliçada! Coisa mais feia, tio Canga!

- Olha, tio Bruda, esse assunto já está até me preocupando. Briga de homem armado é um perigo.

- Tio Canga, eu tenho as minhas idéias sobre esse assunto. Tem uma pinguanxa aí da capital que andou dormindo nos meus pelegos e me relatô umas histórias meia cabeluda. Eu até nem tava acreditando muito, mas agora que saiu naquele, como o senhor diz, tablóde dos gaúcho, eu vi que a coisa é de pretiá o zóio da gatiada.

- Como assim, tio Bruda?

- Tio Canga, a troca desse delegado do Deic, o Carvalho, tem tudo a ver com aquela robalhera do caminhão de ferro velho, lá no Detran, que ele descobriu. O home é bom de lida, prende os pé de chinelo e os grande também.

- Mas eu também tava desconfiado disso, tio Bruda. Afinal aquele coronel que foi indiciado por participação no roubo ainda anda por aí.

- Pois tio Canga, o home é o segundão da segurança. Depois do Dr. Gruba é o coronel Menezes que manda e com todas aquelas acusações o home aida tá no posto. Como é que pode, tio Canga?

- Tão fazendo de tudo prá segurá o PM. Eu soube até que tentaram acabá com o processo na justiça e não deu certo. A coisa falhô! Diz que até uma promotora de São José, que já andou meio de chefe ali pela Segurança, agora tá sentada em cima do processo. Logo ela que não perdoa ninguém, tio Canga. Por que será isso? Já faz três mês que a Dra. Arend tá estudando os papéis e não apresenta denúncia. Ela tá insebando! É muito estudo, tio Canga!

- É, tio Bruda, briga de cachorro grande acaba envolvendo muita gente forte e interesses vários.

- Olha, tio Canga, a pinguaxa me disse que o japonezinho esse que botaram na chefia da Civil, veio de encomenda. Vai limpá a área. Querem segurá o coronel de qualquer jeito. Só que a Civil é ruim de arrêio. São tudo cabortero!

- Pois é, tio Bruda, dizem que o inquérito é muito bem conduzido, forte em provas e o coronel Menezes tá cada vez mais firme.

- Tio Canga, eu acho que aí tem um grande erro do nosso querido conterrâneo, o governador Raimundo. Esse capão é muito pequeno prá dois tigre! Como é que pode Policia Militar mandar na Polícia Civil, tio Canga. Isso não vai dar certo nunca, tio Canga. Eles vão continuá que nem briga de bugio,se pinchando merda!

- Pois, tio Bruda, o negó...tú...tú...tú.

- Essa Tim não toma jeito! Caiu a linha de novo!

Um comentário:

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Pelo que observo tanto aqui como lá essas polícias de quarteirão são podres. Lá um coroné é igual a outro coroné daqui, aquele que montou uma quadrilha dentro do PALÁCIO PIRATINI no governo da paulistana quando roubavam telhas destinadas a socorrer desabrigados por intempéries. O coroné daqui tinha uns quinze na sua QUADRILHA e foi aposentado com mais ou menos 25 mil por mês e a imprensa nada mais falou. Imprensa de merda que se vende por algumas medalhinhas distribuídas anualmente.