quinta-feira, 9 de agosto de 2012

JORNALISMO

PORQUE DEFENDER O DIPLOMA

    Por Carlos Chagas
    A exigência do diploma para jornalistas exercerem a profissão foi aprovada no Senado, quase por unanimidade, pois apenas dois senadores votaram contra. Ainda que a matéria dependa da Câmara, conclui-se haver sido feita justiça, depois que o Supremo Tribunal Federal, em 2009, pronunciou-se contra a obrigatoriedade do diploma.
    A maioria dos barões da imprensa coloca-se contra a emenda constitucional, assim como aquele bando de jornalistas sabujos, empenhados em bajular o patrão. Além, é claro, de uns poucos bem intencionados coleguinhas que tem todo o direito de pensar e de manifestar-se como bem entendem.
     O argumento fundamental contra o diploma continua pueril: dizem que vai atropelar a liberdade de expressão. Mentira. Acrescentam que o dom de escrever nasce com o indivíduo e que a limitação agride a liberdade. Outra mentira. Ninguém está proibido de escrever em jornal ou de expressar-se pela mídia eletrônica. Apenas, quem não tiver diploma atuará como “colaborador”. Como jornalista, só quem tiver adquirido nos bancos universitários a gama variada de conhecimentos imprescindíveis ao exercício da profissão. Porque ser jornalista não é apenas dispor do dom de escrever ou manifestar-se pelas câmaras e microfones. Exige saber editar, selecionar, apurar, ponderar, respeitar, diagramar, resumir, coordenar e chefiar, predicados mais fáceis de adquirir os que receberem lições ordenadas de Ética, História, Política, Economia, Geografia, Psicologia e quanta coisa a mais? Leia mais. Beba na fonte.

2 comentários:

Augusto J. Hoffmann disse...

No jargão da profissão: o furo! O furo mesmo é outro, o que pega é a tal ética: não tem banco de faculdade nem pós, capaz dessa transfusão. Já a competência do cozinheiro, como ensina o Janio de Freitas, é na cozinha da sala de redação, ao sabor de um tempero infalível, o tempo.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Não ataco a não defendo o diploma. Penso que com ou sem diploma há espaço para todos. O que não me agrada é assinar jornais e diariamente receber burrices como a que vai abaixo:


"No Correio do Povo na edição digital
Noticias Sem comentários »

Política

Julgamento do mensalão no STF ouve defesas de políticos e de mais três réus

Representantes dos deputados Pedro Henry e Pedro Corrêa irão expor argumentos hoje





Diz o blogueiro – em processos somente RÉUS são ouvidos ainda que sejam detentores de algum mandato eletivo ou ocupando algum outro cargo público decorrente de nomeação. O redator está INOVANDO, ou melhor, e mais correto, INVENTANDO."