sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Os factóides de Ideli Salvatti

   Ministra Ideli Salvatti anuncia mudança no pedágio de Palhoça para hoje, 31 de agosto de 2012. 
   A facilidade com que Ideli promete coisas na imprensa é impressionante. Recentemente em uma entrevista coletiva, convocada pelo seu staff, Ideli anunciou a vinda de  R$ 5 bilhões para obras em Santa Catarina. Estamos esperando!
   Mas esta mudança do posto de pedágio de Palhoça, assunto de profundo interesse da ministra, ela já vem prometendo há tempos e nada acontece.
    
   Está no DC de 07/08/2012: A ministra Ideli Salvatti, que participou da reunião da ANTT, garante que é possível cumprir o atual cronograma. 
 - Temos condições de marcar o dia 31 de agosto para a transferência da praça de pedágio, como também dos atendimentos no trecho — afirma a ministra.
   
   Lá em novembro de 2011, Ideli deu uma coletiva na Alesc prometendo outra data para a transferência: ALESC - 11/11/2011 - Ministra Ideli Salvatti anuncia transferência de praça de pedágio na Grande Florianópolis
    Em coletiva de imprensa na manhã desta sexta-feira (11), na Assembleia Legislativa, a ministra da Secretaria de Relações Institucionais, Ideli Salvatti, anunciou a transferência da praça de pedágio na BR-101, em Palhoça, para a divisa com o município de Paulo Lopes, em um prazo de seis meses. 

   A novela vem desde 2009 com sucessivas promessas da ministra: DIÁRIO CATARINENSE - 21/08/2009 - Praça de pedágio na BR-101 em Palhoça pode ser transferida de lugar
   A praça de pedágio na BR-101, em Palhoça, na Grande Florianópolis, pode ser transferida de lugar. A possibilidade de mudança foi discutida na tarde de quinta-feira pela senadora Ideli Salvati (PT-SC) e pelo prefeito de Palhoça, Ronério Heiderscheidt.

   Aí tem!  
   A mudança de local de cobrança do pedágio da BR-101 tem um outro problema que ninguém está levantando, uns por que não se deram conta e outros por conveniência, é claro!
   A construção do novo posto de pedágio será feita a 43 km de distância do atual, sentido sul. Acontece que  a concessão dada à Autopista Litoral Sul é um trecho de 383,3 quilômetros, conhecido como Corredor do Mercosul, que compreende o Contorno Leste de Curitiba (BR-116), a BR-376 e a BR-101 e o Contorno de Florianópolis (que ainda está enrolado e será construído), fazendo a ligação da capital paranaense ao município de Palhoça (SC).
   Com a mudança do posto, como quer a ministra Ideli, a Autopista Litoral Sul ganhará novos 43 quilômetros que não estão no contrato do governo federal com a concessionária.  
   Hummm....

Um comentário:

Anônimo disse...

Vige...Maria agora sim...como é que ele vai se explicar no caso da Ponta do Coral. Lá vai ser a maior cobrança, ele vai corarr, vai sair correndo dali. Sera que colocaram ele lá intensional? Alguma dúvida? Tenho certeza que ele foi parar num ninho de cobras. Talves até seja bom, por que assim que ele perceber que esta num bêco sem saida é capaz de ele correr da raia, colaborando em transformar a Ponta do Coral 100% pública, Antes que seja preso.