quinta-feira, 4 de outubro de 2012

MP pede cassação de Djalma Berger


   Do Blog do Moa:
   O Promotor de Justiça Eleitoral Jádel da Silva Júnior ajuizou na 84a. Zona Eleitoral de São José ação de investigação judicial eleitoral contra o candidato à reeleição de São José, Djalma Berger, por abuso do poder político e de autoridade. O Promotor quer a cassação do registro de candidatura e a sua inelegibilidade pelos próximos oito anos. Djalma teria utilizado a máquina pública municipal em benefício de sua campanha. Segundo a ação, Djalma estaria utilizando servidores públicos municipais, durante horário de expediente, para atuarem em benefício de sua campanha eleitoral. Djalma, segundo a ação, valeu-se de diretores, especialistas, coordenadores e praticamente toda a equipe pedagógica da Secretaria Municipal da Educação para participarem de passeatas e demais atos de sua campanha eleitoral durante o horário de trabalho.
   Alega mais o Ministério Público: "O candidato à reeleição instituiu ainda Decreto n.º 36.720/2012, em 10 de abril de 2012, fixando novo horário de expediente nos órgãos e entidades públicas municipais. Ou seja, o período de expediente dos servidores anterior ao Decreto, de segunda a sexta das 09:00 às 19:00 horas fora revogado por aqule expediente legislativo, que fixou como novo expediente dos servidores apenas o período vespertino, isto é, das 13:00 às 19:00 horas, visando a sua campanha eleitoral." Leia tudo. Beba na fonte.

2 comentários:

gafanhoto disse...

milagre..um promotor que tem aquilo roxo...porque os outros não dá para confiar muito.vide o arquivamento do caso do ferro-velho no patio da deic.FOI ARQUIVADO!!!

Unknown disse...

Não vai dar em nada ,eles compram todo mundo , o dinheiro fala mais
alto, eles falam que compram quem eles quiserem.Olha o que deu no processo da Beira Mar de São José.FOI ARQUIVADO. Tenho vergonha de
ser Brasileiro , lei é só para pobreza .

JÁ VI ESSE FILME .