sexta-feira, 12 de outubro de 2012

O almoço grátis da RBS

     O total necessário para a recuperação da Ponte Hercílio Luz é de R$ 226,5 milhões. A RBS anuncia que doou R$ 500 mil, via Lei Rouanet.

    Na verdade a RBS não deu nada. Simplesmente vai deixar de pagar R$ 500 mil de impostos e além disso vai veicular uma campanha publicitária estimulando doações para a recuperação da ponte no valor de R$ 1,5 milhão????!!!!!!    
   Quem vai pagar essa campanha??? Quem vai pagar o espaço publicitário disponibilizado nos meios de comunicação da RBS?????? Você acredita em almoço grátis?
    Assim como a indústria da seca no nordeste brasileiro, os governadores do PMDB criaram a indústria da ponte em Santa Catarina. 

    Vocês lembram quantos milhões o Luiz Henrique da Silveira amealhou para a recuperação da Ponte???? Quantos contratos milionários com empreiteiras foram assinados e aditados? E a ponte Hercílio Luz continua sob risco de desmoronamento e o destinos dos milhões para a sua recuperação estão em lugar incerto e não sabido! 
    Ninguém mais acredita na recuperação da Ponte Hercílio Luz.
    Nem a RBS...

5 comentários:

COMUNISTA DE BOUTIQUE$$$ disse...

ESPAÇO ABERTO PARA ROUBAR..SE É QUE ME ENTENDEM...

Anônimo disse...

O que estão deixando de pagar (500) mais o que ganharam do show do Paul (700) já é uma boa grana heim. Será que as miudezas também virão à público ?

Anônimo disse...

Há duas opções para a ponte:
(__) resolver de uma vez e por em funcionamento (nem que fosse só para pedestre);
(__) gastar com manutenção da manutenção da manutenção, eternamente; desviando-se muito dinheiro.
Qual a opção escolhida até então ??

Anônimo disse...

Ahhh, mas tambem é bom para quem sofre com a maldita insônia. Ontem pelas 3 horas da manha, estavam passando varias vezes esse anuncio chamando empresas para entrar com dinheiro na ponte..Eu ??? fui dormir..KKK este custo deve ser alto..se nao for náo tem importância, ninguem sabe quantas inserçoes forma..

Diego disse...

E qual deveria ser escolhida? A terceira opção, que países desenvolvidos sempre optaram: (__) por essa velharia no chão!