terça-feira, 16 de outubro de 2012

   Acho que ouvi esta frase em um filme do faroeste americano quando era piá. A cena que sempre me vem à cabeça é de um cowboy descendo as escadas de uma grande casa, estilo ...E o vento levou, sentando-se à cabeceira da mesa do café, já ocupada por várias pessoas, e proferindo a frase:

- me sinto bem esta manhã!

     Havia levado um balaço em um duelo dias atrás e estava convalescendo. Espero que tenha se recuperado bem. Naquela cena, ao menos, disse que estava melhorando.

    Pois eu também me sinto bem esta manhã! 
    A expectativa dos terríveis efeitos colaterais da segunda dose de Interferon que tomei na última sexta-feira, não se confirmaram. A febre, que se manteve em 39,5 durante 7 horas, na primeira aplicação, desta vez simplesmente não deu às caras. Maravilha! Senti uma leve dor no corpo, uma certa indisposição e me enfiei na toca. Dormi e acordei, às 6h da manhã de sábado, disposto e me sentindo bem na manhã!
   Comi algumas frutas e fui fazer uma caminhada. O Campeche é uma praia maravilhosa. Linda e ainda com alguma coisa preservada. O esforço para destruir o que resta de natureza aqui é grande, mas eles chegam lá. Com a administração Dário Berger, dirigida por empreiteiros, logo o Campeche atingirá o status das praias do norte da Ilha: um inferno de concreto com milhares de pessoas poluindo o mar e sem acesso à areia. 

   Os brega
   Ouço das pessoas, as vezes, comentário estéticos sobre a voracidade construtiva dos Berger. Comentam que são "bregas", e adotam um estilo americano, tipo Miami, para a Ilha de Santa Catarina. Bobagens! Não existe estilo na administração Berger. Existe sim, uma volúpia pecuniária de acumulação constante de dinheiro para financiar os projetos de poder da família.
   Agora a "moda" é plantar palmeiras por toda a cidade, bem ao estilo Miami. Não me desagradam as palmeiras. Mas isso acontece, não pelo estilo como pensam alguns, acontece  porque alguém está ganhando dinheiro na função de vende/compra palmeiras.    Um exemplo do "gosto" dos Berger é o mini campo de golfe contruido dentro do gabinete de prefeito, apeado do poder, de São José, Djalma Berger. Jogar golfe "é chic". 
   Afe!!!

   Caminhada
   Não andei na areia à beira-mar, fui pela Av. Campeche em direção à Pequeno Príncipe. A avenida está em petição de miséria. Totalmente esburacada e com barro por todos os lados. O asfalto foi arrancado, há meses, para as obras da rede de esgôto que a Casan está contruindo, bem em frente ao bar do Abel, no turístico e badalado Riozinho.
   Dali sairá um "emissário clocal" que jogará merda no oceano depois da Ilha do Campeche. Vão conseguir poluir a, talvez, única praia limpa de mar aberto da Ilha de Santa Catarina. 
   Mas, depois, com o asfalto pronto, pintado, sinalizado, ninguém lembrará dos meses de transtorno e sujeira que viveram com as morosas obras. Tudo faz parte de um plano: o "tapete preto" chegará à Av. Campeche dias antes do segundo turno das eleições. 
   Apostem!

   Obras de ocasião
    
   Bem, continuei pela Av. Pequeno Príncipe em direção à praia. Caminhei pelo novo calçadão, também construido às vésperas o primeiro turno das eleições, ainda inacabado, com aquele poste fincado bem no meio do cruzamento com a Av.Pequeno Príncipe.
    Fui até a praia, fiquei observando o mar e a nossa bela Ilha do Campeche. Respirei fundo, inspirei, levantei os braços, enchi os pulmões daquele ar que imagino puro, prendi até sentir uma tonturinha e depois soltei lentamente liberando com ele algum peso ou pensamento indignado que ainda estava rondando dentro de mim. Saí leve de volta à Av. Pequeno Príncipe. 
   
   Caminhei rápido, quase correndo, paralelo ao campo de pouso onde Antoine de Saint- Exupéry  aterrisava seu avião de passagem para Buenos Aires transportando correspondências e encomendas do correio aéreo francês.
   Ao chegar na esquina com a Rua da Capela dobrei à direita. Antes observei o "menir", plantado pela aeronáutica, e o parquinho infantil construido, dias antes das eleições, pelo Lela, intendente do Campeche. Lela foi  candidato, eleito, a vereador de Florianópolis.
Ruaaa....
   Bem, antes de entrar na minha rua, curti a Primavera do vizinho Valmir, que está maravilhos. Sempre está! Depois fui tomar um banho e me preprar para buscar a Luisa, minha neta, para o nosso café matinal de todos os sábado.

   Cheguei na casa da Luisa e  ela já me esperava ansiosa. Saímos logo, quase sem se despedir da mãe que observava, com uma ponta de ansiedade, aquele despreendimento da filha tão pequena rumo ao...desconhecido! Callejera como o avô!
Pão de queijo com suco! Hmmm...
   Nos divertimos, comemos pão de queijo, tomamos suco de laranja e rimos das bobagens e palhaçadas que eu fazia e ela repetia. A risada dela é algoooooo! Uma alegria espontânea sem igual! A gente curte muito juntos!

   Bem, os efeitos - aqueles - dos remédios estavam cada vez mais longe. Fiquei contente de o meu organismo ter reconhecido o Interferon, na segunda dose, e me livrado do sofrimento da reação de defesa. 

   Estamos jogando juntos eu e ...o meu coração!

6 comentários:

Anônimo disse...

Lets Go my friend. A doença vai sumir como os Berger um dia também terão passado. Os efeitos é que persistem um pouco, cada vez menos. Já não sei falo de política ou de doença, ou naquilo em que muito se assemelham.
Miami é brega pra quem é brega. Até Paris ou Firenzi, Cannes ou MOntecarlo é brega para os tais. O mal gosto está na pessoa, nos olhos que veem e nas ações breguíssimas dessa patota. O La Perle, condomínio mais caro da cidade tem nesses tempos de cotas, uma representação expressiva dessa casta de... bregas. Jurere, então, nem se fala em ano de safra boa de soja - do Rio Grande ao Mato Grosso, espécimes, gêneros e subgêneros de bregas se apresentam multiplicados pelo propícioar veranil.
Ou seja, não é a grana ou o lugar. Bem a propósito, não vejo a hora de reabrir os restaurantes em Miami com meu amigo Torch Berry e dar umas tacadas em um dos 36 mil campos que a Flórida dispõe com meu velho agenciado Canyon Looper, o verdadeiro companheiro de El Tigre nas aventuras pela América, continental e deliciosamente brega. Só que lá, brega ou não, corrupto vai pra cadeia. Abraço abençoado com votos de saúde, LesPaul (os Portugas tão guardados em local com temperatura e luz apropriados.

Lila disse...

Caríssimo: acho que se depender das escolhas, da capacidade, da visão política e da decência de Dario Berger & Equipe, Cafonópolis entra no mapa muito em breve e vai ser difícil tirar.

Melhoras, boa recuperação!

GAFANHOTO QUE COME PATO ROUCO disse...

CANGUITA, VOCÊ QUER MAIOR RAZÃO DO MUNDO PARA TOMAR INTERFERON DO QUE ESTA LINDA MENINA AÍ DA FOTO???
FIQUEI COM OS OLHOS CHEIOS D'ÁGUA COM A OUTRA FOTO DELA COM A MOCHILA SEGURANDO SUA MÃO!
QUERO ENVELHECER ASSIM TAMBÉM! POIS AINDA NÃO TENHO NETOS.
COMO FAÇO PARA TE CONHECER???

Anônimo disse...

Se o esgoto for tratado de forma eficaz o emissário pode ser uma alternativa! O que não pode é cruzar os braços.......as obras são necessárias!!! Falaram um monte das obras do Trevo da Seta.........e ironicamente no Sul da Ilha o Gean ganhou!!!

Anônimo disse...

Se o esgoto for tratado de forma eficaz o emissário pode ser uma alternativa! O que não pode é cruzar os braços.......as obras são necessárias!!! Falaram um monte das obras do Trevo da Seta.........e ironicamente no Sul da Ilha o Gean ganhou!!!

Anônimo disse...

Nada nunca será perfeito....a cidade nunca será perfeita! Haverá obras, haverá trastornos. A população de Florianópolis está perto de 500 mil pessoas, e não de 20 mil pessoas. Na política só ganha o cara que leva os chupins junto!!!! O cara tem que roubar para ele e para os outros!!!