sexta-feira, 9 de novembro de 2012

Argentina protesta contra Cristina Kirchner

   
   Um megapanelaço organizado por opositores da presidente Cristina Kirchner - o "8N", como foi batizado pelos organizadores em alusão à data (8 de novembro)- reuniu na noite desta quinta-feira mais de 500 mil pessoas na capital da Argentina, Buenos Aires. O número é uma estimativa da organização do protesto - a polícia ainda não divulgou dados nesta noite. Ainda assim, a manifestação é a maior realizada contra o governo desde que Cristina assumiu a Presidência argentina, cinco anos atrás.
   Diante do obelisco - um dos principais monumentos da capital - iluminado com as cores da bandeira, os manifestantes pediram mais liberdade democrática e não à "re-reeleição" de Cristina, ideia lançada por intelectuais, mas não encampada oficialmente pelos governistas. Leia mais na Folha.


Nenhum comentário: