terça-feira, 20 de novembro de 2012

Caro Canga!

   Nestes 36 anos de carreira pública já tinha visto governos ruins, mas como esse nunca!
Assim que retomaram os poderes em 1982, os políticos vem modificando a composição das estruturas administrativas, substituindo gradativamente os técnicos de carreira ocupantes dos cargos de chefia, profissionais experientes e capacitados, por correligionários de confiança, independentemente de sua capacidade ou formação. O objetivo, é claro, estabelecer uma rede de favorecimento aos seus interesses visando a manutenção e a permanencia no poder. Com isso, pela gradual desprofissionalização da administração, as questões ligadas ao planejamento, modernização e preparação do Estado para o desenvolvimento simplesmente foram colocadas em segundo plano.

   Até houve, na reforma administrativa do início do primeiro governo Luiz Henrique da Silveira uma tentativa de reverter este quadro. Na lei que estabeleceu a reforma foi instituído que 50% dos cargos comissionados de chefia deveriam ser ocupados por técnicos de carreira com experiência, e até o final do Governo esse percentual evoluiria para 100%. A medida, todavia, não chegou longe. Como resultado dos acordos políticos que possibilitariam a reeleição de LHS, não restou outra alternativa ao Governo que não fosse a derrubada da medida, liberando a nomeação de qualquer um para o exercício de importantes funções públicas . Isso ocorreu é claro atendendo a pressão dos políticos integrantes da tríplice aliança, ávidos pelas nomeações de seus apadrinhados. Com isso a pequena esperança de termos uma administração pública praticada com profissionalismo foi definitivamente enterrada.

   A pergunta que precisa de uma resposta: - como podem estes políticos, falsos moralistas, dormir á noite ? Prejudicando a sociedade, tratam apenas de enriquecer suas famílias e seus grupos enquanto o povo, de uma forma geral, é sacrificado com serviços públicos da pior qualidade, culminando em situações como esta que hoje estamos vivenciando. Insegurança total e, de quebra, greve por tempo indeterminado na saúde. Pessoas com necessidade imediata de cirurgia cardíaca estão nos hospitais esperando, restando apenas o recurso de rezar. Logicamente, se qualquer coisa acontecer a algum figurão importante, ele será atendido em alguma clínica particular e, em último caso, o Hospital Hercílio Luz será acionado imediatamente, com o paciente sendo atendido imediatamente, em São Paulo.

   Como eles podem dormir? Será que são melhores que os internos da penitenciária de São Pedro de Alcântara? Aqueles talvez tenham na ficha a responsabilidade de duas ou três mortes. Será que os políticos tem noção da quantidade de mortes que certamente estão associadas as suas atuações como vereadores, deputados, ministros, governadores ou simples dirigentes ao longo do tempo? Será que tem noção do mal que fazem ? Não posso acreditar que tenham, pois para isso seria necessário acreditar também que são na realidade verdadeiros monstros. Que Deus não tenha pena deles!

R.S.

2 comentários:

Lucio disse...

Excelente este comentário. É mais que um comentário. Trata-se da visão REALISTA do que esta ocorrendo no nariz de todos nós. Apesar da mesma dor com que sentimos isto descrito pelo autor, tenho a certeza que muitos compartilham da mesma ao ler e muitos que leem querem dizer a mesma coisa mas não conseguem, por vários motivos, porém o motivo mais óbvio fica no interior de cada um para seu proprio julgamento. Mais uma vez Parabens para o autor deste comentário.

Anônimo disse...

Pensei que eu fosse um retardado.
Graças ao blog do Canga, e a pessoas como esta, que fez o post, me sinto bem melhor.
Estou até aliviado, agora não estou sozinho em meu pensamento.
Mas, continuo de mãos atadas, pois pra segurar estes políticos, não é pra gente honesta e responsável como nós.