domingo, 11 de novembro de 2012

O comunismo pós-moderno de Santa Catarina

Para quem pensa que os remanescentes de Stálin e Mao são todos comunossauros, que não se modernizam, o PCdoB catarinense dá a maior mostra de avanço e modernidade: aqui comunista não come mais criancinhas. Rouba a comida delas!


   Em 2010 este blog já denunciava uma mistura explosiva de um escândalo anunciado: a junção do já famoso Instituto Contato (PC do B e PT), que tinha como presidente um candidato a vereador, à época, Tiago Andrino, e o patrocínio milionário para uma escola de samba do RJ divulgar SC. 
   O mentor da "ação" e maior interessado era o vereador petista, Márcio de Souza, o maior vassalo do prefeito Dario Berger na Câmara de Vereadores. Agora o escândalo estourou. Com a denúncia, do Estadão, de um dos participantes do esquema milionário montado para desviar dinheiro público que seria para alimentar crianças carentes, o nome dos políticos bandidos logo virá à tona!

Empresário diz que ONG desviou 90% de contrato do Ministério do Esporte

Subcontratado por entidade ligada ao PC do B, João Batista Machado afirma que dinheiro que serviria para pagar alimentação de crianças foi parar nas mãos de políticos

   O dono de uma empresa subcontratada para fornecer alimentos a crianças atendidas por um programa de esportes do governo federal diz que cerca de 90% dos R$ 4,65 milhões que recebeu dos cofres públicos entre 2009 e 2010 foram desviados para políticos de Brasília, Santa Catarina e Rio.   "Era tudo roubo. Vi maços de dinheiro serem distribuídos", afirma o dono da JJ Logística Empresarial Ltda., João Batista Vieira Machado, em entrevista exclusiva ao Estado.
   Machado diz que foi usado em um esquema montado para fraudar o Segundo Tempo, programa do Ministério do Esporte que atende crianças em atividades físicas em horário extraescolar.
   A microempresa sediada no município de Tanguá, na região metropolitana do Rio, foi subcontratada pelo Instituto Contato, entidade sem fins lucrativos dirigida por integrantes do PC do B de Santa Catarina que mantinha dois convênios com o Ministério do Esporte. Machado tinha de fornecer lanches para as crianças.
   O dono da JJ Logística, porém, afirmou ao Estado ter fornecido alimentos cujo valor atingiu apenas R$ 498 mil. Os outros R$ 4,15 milhões saídos dos cofres públicos federais que teriam de ser usados para o fornecimento de lanches para as crianças acabaram desviados "para fins políticos", segundo as palavras de Machado.
   Irregularidades no Programa Segundo Tempo já custaram o cargo do então ministro do Esporte Orlando Silva, demitido pela presidente Dilma Rousseff em outubro do ano passado - a pasta hoje é comandada por Aldo Rebelo, também do PC do B. No último dia 7 de outubro, Orlando não conseguiu se eleger para o cargo de vereador de São Paulo.
   O dono da JJ Logística aponta como responsáveis pelos desvios a ONG catarinense que a subcontratou e o empresário José Renato Fernandez Rocha, o Zeca, ex-assessor parlamentar do deputado federal Dr. Paulo Cesar (PSD-RJ).
   "O dinheiro vinha do Ministério do Esporte para a ONG de Santa Catarina, que passava para cá. Daqui sacava o dinheiro e mandava de volta para Brasília e Santa Catarina. Retornava o dinheiro todo", afirma o empresário. "O José Renato (Fernandez Rocha) sacava o dinheiro, colocava numa sacola e levava tudo embora para Brasília e Santa Catarina", diz o dono da JJ Logística, que alega não saber exatamente para quais políticos o dinheiro era encaminhado.
    Um terceiro personagem, identificado pelo denunciante como Wellington Monteiro, era o articulador entre as pontas do esquema no Rio, Brasília e Santa Catarina.
    Leia matéria do Estadão completa. Beba na fonte.

5 comentários:

COMUNI$TA DE BOUTIQUE disse...

TODOS MEUS AMIGUINHOS!!!DAQUI A 2 ANOS QUERO SER DEP. FEDERAL, HEIN?

gafanhoto anti-berger$ & comuna$ disse...

PORQUE SÓ O CANGA PUBLICA OS COMENTÁRIOS DA COMUNISTA DE BOUTIQUE E DO GAFANHOTO E O OUTRO LÁ DAQUELE JORNAL SEMPRE REPROVA? SERÁ QUE ELE TEM RABO PRESO?
PARABÉNS PELA CORAGEM E IMPARCIALIDADE MEU AMIGO CANGA.
G A F A N H O T O!!!

Anônimo disse...

É vergonhoso o que se passa em ministérios como o da Pesca e do Esporte. Estes ministérios existem apenas para produzir casos como esse. Que feio hein, Angela Albino? Agora pesa a dúvida, quanto desse dinheiro foi parar em sua campanha super bem produzida? O mesmo para outros candidados do PCdoB seguindo a mesma estratégia.

gafanhoto disse...

não esqueçam das lanchas patrulha da idelixo!!!

Anônimo disse...

SE VC FOR NO REGISTRO BR, VAI VER QUE QUEM REGISTROU O SITE DE ANGELA ALBINO FOI UMA TAL DE WWW.ALQUIMIDIA.ORG TODOS OS COMUNISTINHAS DA CAMPANHA "VIRTUAL" DA COMUNISTA TRABALHAM LÁ, UMA ONG QUE VIVE DE DINHEIRO DO GOVERNO FEDERAL, SOB O COMANDO DE THIAGO SKARNIO, DEPENDENTE ATÉ O RIM DA TETA DO PCDOB. É ATÉ CRIME ELEITORAL UMA ONG FAZER SERVIÇO ELEITORAL RECEBENDO DO GOVERNO CONVÊNIOS. OS COMUNISTAS GOSTAM DE GRANA, PERDERAM A VERGONHA.