terça-feira, 13 de novembro de 2012

Pinho Moreira "doa" R$ 1 milhão a empresários

(...)Nesse quadro agitado, há tramas obscuras e acusações pesadas. O dinheiro que ajuda a empinar uma candidatura também pode sabotar uma outra - e até retirá-la da disputa. "Isso aconteceu em Santa Catarina", acusa o deputado Walmor de Luca, vice-líder do PMDB na Câmara. Segundo ele, graças ao pagamento de 1 milhão de cruzados, "parte em dinheiro, parte em cheque", o empresário Realdo Guglielmi convenceu o candidato Rony Zaniboni a desistir da campanha - abrindo uma vaga a seu cunhado Eduardo Pinho Moreira."

(Revista Veja, agosto de 1986)


   É impressionante a cara de pau dessa turma do PMDB de Luiz Henrique da Silveira quando se trata de meter a mão no dinheiro público. Aboletados no poder estadual há 10 nos, a turma transformou secretarias  e estatais em feudos que mais funcionam como empresas privadas do que como órgão público.
   A trajetória política de Eduardo Pinho Moreira e sua intimidade com os milhões usados em campanhas eleitorais vem de longe como mostra a denúncia acima. 
   Agora, ocupando o cargo de governador interinamente, Eduardo Pinho Moreira, teve a desfaçatez de pegar R$ 1 milhão dos cofres públicos e doar graciosamente para a Associação Empresarial de Criciúma que vai construir o auditório modular da sede da entidade.
   Eduardo Moreira é de Criciúma e tem na cidade vários empresários financiadores de suas campanhas eleitorais. Às vésperas de uma nova eleição para prefeito na cidade, o governador interino resolve de uma canetada só doar aos empresarios um montante de dinheiro que sem dúvida alguma seria muito bem vindo na reforma de algumas escolas, centros de saúde e outros equipamentos em estado precário na sua cidade. 
   A solenidade de camaradagem aconteceu sexta-feira (9), quando Pinho Moreira esteve na ACIC.
   Vergonha! 

Do professor Marcelo Speck Rosa, Secretário de Organização do Sinte no Sul:
    "É com imensa tristeza que informamos aos Catarinenses a noticia veiculada em toda a mídia do sul, sobre a doação irresponsável e criminosa de UM MILHÃO DE REAIS (R$ 1.000.000,00) em cinco parcelas, por parte do Governador Interino Eduardo Moreira à ACIC – Associação Comercial e Industrial de Criciúma.
   Como pode o Senhor Governador fazer este tipo de lobby politico com dinheiropúblico, quando crianças estudam em supermercados inacabados, salas de aulas que funcionam em refeitório e o quadro negro é a metade de uma mesa de ping-pong, com escolas interditadas pela vigilância sanitária, bombeiros e Ministério Público e desinterditadas por canetaços políticos.
   Vergonha! Vergonha na cara é o que estes políticos e empresários não tem, pois isto nada mais é que “um toma lá, da cá”. Os governos doam formalmente para os empresários e os mesmos retribuem em doações para milionárias campanhas politicas.
   Convido o Sr. Eduardo Moreira e os Empresários de Criciúma a visitar comigo a E.E.B. Campos Verdes, na Praia de Campo Bom no município de Jaguaruna. A fim de verificar a situação deplorável que se encontra aquela comunidade escolar, e assim justificar se o dinheiro publico doado para ampliação do fabuloso prédio da ACIC é mais necessário que a construção da nova escola.

MARCELO SPECK DA ROSA
Secretario Adjunto de Organização do Sul ."

Um comentário:

gafanhoto disse...

MEU DEUS CANGA, ESSE CARA TEM UMA FOME DE PODER SEM IGUAL. SÓ ELE E O LHS.
SÃO PODRES DEMAIS.