quinta-feira, 13 de dezembro de 2012

Tio Bruda e a transição em Florianópolis

- Alô, tio Canga?

- Oi, tio Bruda! Por onde o senhor anda?

- Olha, tio Canga, não posso dizer onde estou agora, mas que o sinal aqui é bom, ah isso é!

- Tá bom, tio Bruda. Mas me conte qual é a novidade?

- A novidade, tio Canga, tá aí na capital! Essa confusão que o Dário tá fazendo com essa tal da transição! O home não pára de fazê cagada e dizer besteiras, tio Canga! Essa trasição tá mais empacada que burro de mascate!

- É verdade, tio Bruda! O que está acontecendo aqui é uma coisa impressionante! Dário Berger está entregando uma prefeitura falida, totalmente destruída e ganhando espaço na imprensa para dizer um monte de mentiras se autopromovendo!

- Tio Canga, esses Berger são muito cara-de-pau mesmo. O Dário, no começo da tal transição, que eu acho que tá mais pra transação, andou dizendo que não tava preocupado se ia tê o tal de Carnaval ou não! Que tava preocupado mesmo era com as contas dele! Mas oigaletê home sincero! Vai pra televisão, com aquela cara de piá cagado, e diz a verdade! Tá cuidando dos pila dele!!!!

- Eu acho que ele estava falando das contas da prefeitura, tio Bruda!

- Ah, tio Canga! Ficaste ingênuo depois de véio?! Esses Berger são mais ligero que correntino roubando, tio Canga! Olha só, tu lembra quando na campanha eleitoral ele mandou o Gean prometer passage grátis pra estudantada? Que a prefeitura ia bancá essa história? 

- Lembro da promessa de campanha do Gean, mas e daí? Qual é o problema?

- Tio Canga do céu! Acorda home! Eles tavam prometendo passagem de grátis e já tavam devendo quase 5 milhão prás empresas de ônibus, tio Canga!!!!! O tal de subisídio! Essa história tá mais complicada que receita do creme Assis Brasil! Isso é coisa de vigarista, tio Canga! 

- É verdade, tio Bruda! Eu até tinha esquecido esse pormenor. O senhor tá atento, heim véio?

- Otra coisa, tio Canga, o Dário disse que não tinha dinheiro prá fazê o Carnaval e agora tá dizendo que vai deixar 100 milhão em caixa, pro Cesar! Ele tá se fazendo de porco vesgo prá mamá em duas têtas, tio Canga!

- É, os números não estão batendo, tio Bruda. O pessoal que está fazendo o levantamento das contas da prefeitura diz que a coisa é assustadora.

- Mas isso já era sabido, tio Canga! A prefeitura tá mais quebrada que arroz de quinta! É só relacioná as coisas! O Dário acabou com a Fenaostra. Depois disse que não tinha dinheiro pro Carnaval. Não tem pinheirinho de Natal nem a festa de fim de ano. Andou dizendo que até o salário e o décimo terceiro dos funcionários tava perigando, tio Canga, e agora vem com essa lorota de que tem 100 milhão em caixa? Esse cara tá mais nojento que mocotó de ontem, tio Canga! Quem muito jura, muito mente, tio Canga

- É, tio Bruda, mas ele continua com espaço nos jornais e falando besteira todos os dias. 

- Tio Canga, esse é o tal administrador, aquele! Ele e o irmão, venderam essa lorota de bons administradores e taí o resultado. Diz que dentro da prefeitura tá um frenesi de assinar documento o tempo todo. Parece que tão autorizando construção a reviria, tio Canga. Essa é a famosa despedida de mangueira!

- Eu soube que em São José tá a mesma coisa. Estão autorizando contrução e assinando convênios numa rapidez espantosa.

- Lá em São José, tio Canga, a coisa parece que é osca! Tá mais feia que tombo de cusco no lançante! O Djalma Berger tá de mulher nova, parece que é uma secretária do governo dele, e diz que já tão de mala pronta prá se bandeá pro Tocantins. Mas quem é ruim, tio Canga, não encontra capão prá pouso! É ruim aqui e vai ser ruim lá!

- É, tio Bruda, mas isso aí já é fofoca tua, né véio?

- Não é fofoca nada, tio Canga. Eu so mais informado que gerente de funerária. O Berger abandonou tudo em São José. Agora o povo tá proibido até de morrer no fim de semana! 

- Proibido de morrer, tio Bruda???? Que história é essa, véio???

O Djalma cortou as horas extras dos funcionários do cemitério. A partir de sexta-feira o campo santo de São José vira tapera! Fica sem atendimento nos finais de semana! Quem morrer na sexta tem que entrar na fila e esperar até segunda-feira para ser enterrado, tio Canga! 

- Meu Deus, tio Bruda! Mas isso já é demais! Ouvi dizer que até energia o Djalma está racionando!

- Tio Canga, sabe a minha pinguancha ali da Palhoça, né? Ela trabalha no cafézinho da prefeitura de São José. Ela me disse, tio Canga, que naqueles dias de calorão que deu por aí, um monte de funcionários da prefeitura passaram mal. Foram tudo dispensados do trabalho por que não tem mais ar condicionado funcionando. Diz que a coisa tava mais quente que frigideira sem cabo! A caristia é grande por lá, tio Canga!

- Enquanto isso, os Berger ficam se pavoneando na imprensa, tio Bruda! O Dário mesmo, está todos os dias debochando da população, num cinismo descarado!

- Pois é, tio Canga, o dinheiro da cidade pode tê acabado mas eles tão saindo com os bolso mais cheios que pinico em dia de baile, tio Canga!

- Bem, aí já é outra história, tio Bruda. Vamos parar essa conversa por aqui, pois...tú...ú...tú

- Caiu o sinal!

Nenhum comentário: