terça-feira, 29 de janeiro de 2013

Caros amigos e inimigos...

Com o Tio Bruda de "roupa nova"
   O fato de ter estado ausente do blog por alguns dias, fez com que vários amigos me ligassem preocupados com a minha saúde, achando que alguma coisa havia acontecido.

   "Não basta o Cháves ficar sem dar notícias agora você desaparece do blog!", dizia o amigo jornalista Jurandir Camargo, ao telefone.

   Para tristeza dos inimigos e felicidade dos amigos, comunico que estou bem, aliás, muito bem! Desde que o resultado do último exame de contagem do vírus (Flavivírus), da hapatite C deu NÃO DECTADO  (leia aqui) tenho estado bastante feliz.  Feliz é o modo de dizer. Os efeitos colaterias da medicação, que continuo tomando, agora são constantes. A depressão, falta de concentração e a dislexia me impedem de escrever, de raciocinar. Doenças hepáticas afetam profundamente a cognição.
 
   Mas tudo isso é temporário. Faltam agora apenas dois meses e 5 dias para o fim do tratamento. Já faltou bem mais, o tratamento completo é de 6 meses. Consegui surpreendentemente "zerar o bicho" em apenas 3 meses. Atribuo isso à disciplina adotada durante o tratamento, ao cuidado e apoio da minha família e ao Boceprevir, o novo medicamento que estou tomando e que é o primeiro antiviral que ataca diretamente a estrutura molecular do Flavivírus.

   De maneiras que, estou vivo e bem vivo! Ansioso para que chegue abril quando, finalmente, vou parar de tomar os 17 comprimidos diários e mais a injeção de Interferon semanal. Daí espero voltar ao normal e melhor, curado da Hepatite C. 
   
   Agradeço aos vários amigos que me telefonaram preocupados com a minha ausência no blog. 





4 comentários:

Jeronimo disse...

É nózes, canguinha. Estamos muito felizes com a garantia da tua presença por mais, mais tempo. te amo, beijo, Jê

Anônimo disse...

Que bueno meu amigo. Pé na buzanfa da deprê. É dificil. Mas já foi pior. Les

Anônimo disse...

Esse é o Humbert do casseta e planeta...rsrsrsrsrs

Mário Fernandes disse...

Parabéns pela ótima notícia. Também vivi a mesma jornada. Eram tantos comprimidos que mais parecia Dieta de Astronauta...
...sem esquecer dos medicamentos com nomes que parecem gente (kkk): o "jovem" Boceprevir, sempre acompanhado do "vovô" Interferon, da "mamãe" Ribaverina e suas "tias" Filgastrina e Eritropoetina.