sábado, 5 de janeiro de 2013

Herança maldita dos irmãos Berger

   
   Nem mesmo a prefeita Adeliana Dal Pont, empossada no dia 1º de janeiro, sabe ao certo o tamanho da encrenca que recebeu das mãos de Djalma Berger e da sua desastrada administração, em São José. Os contribuintes, porém, tem certeza de que nos últimos 50 anos nenhuma administração foi tão ruim em termos de serviços e desmandos. Os irmãos Berger deixam como herança em São José e Florianópolis, dívidas e contas atrasadas, muita conversa fiada e exemplos de arrogância e descaso com a coisa pública.
   Quem passou nesta sexta-feira pela Beira Mar de São José ficou admirado com a quantidade de automóveis enfileirados em frente ao pátio da prefeitura. Nos bastidores, comenta-se que por conta de um contrato vencido e não pago, a prefeita Adeliana vai ter que devolver cerca de 40 veículos e viaturas que serviam a guarda municipal e as diversas secretarias do município. 
    Se a prefeita não determinar urgente auditoria para levantar a verdadeira realidade de algumas secretarias e setores estratégicos como a SUSP, vai se encrencar logo ali na frente e terá muitas dificuldades para administrar depois.


3 comentários:

Mané Estrangeiro disse...

Que a situação é de calamidade, todos sabem e não discordam. A dúvida que fica é: serão os irmãos metralha responsabilizados? Responderão processo? Diante de tanto descalabro, estranhamente não se ouve falar em chamar a polícia, já que o caso é simplesmente esse.

Anônimo disse...

Meu DEUS depois de ler na coluna do Moacir Pereira os comentários do post "A bala de prata do Colombo" sobre as muitas falcatruas feitas por esse tal de Deglaber Goulart quando foi Secretário do Continente, será que as autoridades, o Ministério Público e a própria polícia não vão tomar alguma providência para colocar essa cara na cadeia? Isso é demais! Por favor autoridades olhem isso commais carinho. Esse é mais uma herança dos Bergers na Capital.

Anônimo disse...

O Anônimo que criticou a gestão do Deglaber na sec do Continente pode tirar o cavalinho da chuva. Tudo mudou para continuar como estava. Esclareço, o governo do César Jr infelizmente fez aliança com o PMDB. Um exemplo foi a manutenção do Prof Rodolfo no cargo de secretário municipal da Educação. Isto sinaliza o quê? Acredito que tanto o PSD quanto o PP tenham gente com competencia para tocar esta pasta, mas como mantiveram o Rodolfo não significa que ele tenha uma competencia insuperável, mas que o PMDB integra a base governista na nova gestão e possivelmente a troco de abafar algumas coisas indigestas na gestão do Dário Berger. Quem viver verá!