quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Luiz Henrique na Suíça...com o nosso dinheiro

   Conhecida como refúgio de dinheiro roubado por ditadores e governantes corruptos do mundo todo, a Suíça recebe em março o nosso ínclito senador Luiz Henrique da Silveira. 
   Em seus oito anos de governo, Luiz Henrique protagonizou os maiores escândalos políticos acontecidos em Santa Catarina. Favorecimentos, projetos milionários que nunca saíram do papel e superfaturamento de obras sem licitação, foram a tônica dos seus dois mandatos como governador.
   Agora, juntamente com o senador Paulo Bauer, Luiz Henrique parte para uma temporada de onze dias na capital mundial dos paraísos fiscais. O passeio se dará em março, em pleno período de trabalho no Congresso Nacional, custeado com o dinheiro do povo, é claro.
   
   Embromação
   O álibi dos senadores é que irão em "missão oficial" organizada pela embaixada da Suíça e o Grupo Parlamentar Suíça América-Latina. 
   Segundo o jornalista Cláudio Humberto, tudo não passa de embromação: "quem conhece, sabe que programas de grupos parlamentares (que nem existem na estrutura do Senado ou da Câmara) são pura cascata".

   O que será que os dois senadores farão na Suíça? Visitarão algum banco?

5 comentários:

Anônimo disse...

Uh, mais tem gente maliciosa no mundo. Cruzes!

Anônimo disse...

Ah, foram só dar uma conferida no saldo em Zurique!

Anônimo disse...

Safado! Enquanto em Santa Catarina os servidores da educação, saúde e segurança pública padecem até hoje com as medidas tomadas LHS em seu governo, o pilantra vai torrar o dinheiro da nação na Suiça. É um baita de um espertalhão, isso sim. Olho vivo!

Anônimo disse...

Pior é saber que será reeleito quantas vezes desejar.

Anônimo disse...

Olha, todos reclamam desta viagem mas temos que pensar que estes dois nobres representantes de Santa Catarina no Senado Federal não tem uma Rosemay com mala diplomática para fazer o "serviço" para eles. Então, tá mais do que justificada esta viagem.
Falando sério, quando é que a população do nosso estado vai usar os neurônios para exercer o direito do voto?
Luciano