quarta-feira, 6 de fevereiro de 2013

Investindo em segurança...

Foto publicada no blog do Edson Varela
 
   A foto é cômica se não fosse triste. 
   Veículo do Instituto Geral de Perícias, de Lages, mostra bem as condições em que a polícia catarinense trabalha. 
   Enquanto a cúpula da segurança continua sob o comando de apadrinhados políticos de Luiz   Henrique da Silveira, o coveiro de Santa Catarina, responsável pelo desmonte da estrutura de segurança do estado (leia-se Ronaldo Benedet), policias de carreira penam com perseguições internas, desmonte da estrutura policial e falta de condições de trabalho. 
   Para onde está indo o dinheiro da segurança?

2 comentários:

Joel Furtado disse...

Isso que você mostrou aí é um pingo d'agua num oceano, a situação é mais precária ainda. Polícia mal paga, despreparada, mal treinada, faltam policiais enfim essa e a nossa realidade. se não bastasse temos que dizer que não só as polícias mas todo a máquina pública catarinense está suacateada. Tem servidores da PGE, SEA, Educação, IPREV, Saúde e outros Órgãos pedindo esmolas na escadaria da Catedral. Só os funcionários da Secretaria da Fazenda estão de bem com a vida, ganhando uma gratificação chamada GAF que vai de R$ 1.300,00 a R$ 3.500,00 e junto com a GAF mais uma Chamada Retibuição de Esforço que no mínimo é de R$ 3.800,00, além é claro dos vencimentos, triênios, agregações que já obtiveram no passado e do vale alimentação. Para o governo atual e para os governos passados só é funcionário público quem trabalha na Secretaria da Fazenda o resto é apenas lixo. QUE VERGONHA!

Anônimo disse...

Duas questões:
O Governador mentiu para a população sobre a sua conversa com o Ministro da Justiça. É caso de improbidade administrativa!

A Secretária Ada Lili esta esta sendo convocada para sessão na Câmara de Florianópolis. Vair sair um monte de besteira!