sábado, 29 de junho de 2013

Qual a idéia que o governo tem da gente?


   Por Armando José d’Acampora* 

   Estou pasmo.
   Diante de tamanha manifestação de descontentamento popular, o governo federal se cala num primeiro instante e fala bobagens depois, quando já não havia espaço para sua manifestação, pois não há um discurso que seja coerente da parte da Presidente. 
   Porque? 
   O que será que estão pensando de nós?Pois é. A escola que por muitos anos frequentamos sem que houvesse uma matrícula, foi compulsória e muito boa. 
Durante trinta, eu disse 30, anos o partido que hoje ocupa o planalto, nos mostrou como realizar manifestações de efeito. Também nos ensinou como conduzir uma assembleia para que resultasse sempre em favor dos comandantes, daqueles que portavam o microfone. Muitas vezes isso era obtido pelo cansaço. 
   Portanto, depois de tanto tempo na escola, parece que aprendemos o suficiente para imitá-los. 
   Aprendemos a nos manifestar contra com esse pessoal que hoje é governo, numa patrulha instalada de forma contínua, da mesma forma como se manifestavam quando eram oposição. 
   Mas eles também tem que aprender que uma coisa é ser pedra e outra é ser telhado. São situações opostas e parece que isso ainda não aprenderam. 
   Nós, que estamos de fora, sim. Aprendemos um monte de coisas. E, principalmente, aprendemos a mostrar o que pensamos sem ser do contra só por ser do contra, pois temos consistência no que pensamos, e daí agirmos sem arruaça, sem a violência da invasão ou depredação de nenhuma propriedade, seja ela pública ou privada. Também não precisamos de nenhuma bandeira, seja ideológica ou partidária. 
   Aprendemos a ser contra a corrupção que nos avilta o ser, contra a volúpia do poder que nos corroi, contra as mordomias que nos assustam, como a dos vereadores, deputados estaduais, federais, senadores e todos os políticos desse país rico em tudo, mas pobre em idéias que façam com que possamos pertencer ao primeiro mundo. Já percebemos que não temos educação, nem segurança e nem saúde. Tudo o que eles pregavam como reivindicações primárias antes de ser governo, e que se perdeu no tempo, assim que tomaram o gosto pelo poder e suas inerentes mordomias. Esqueceram de tudo o que era, em princípio, seus objetivos.    Estamos cansados do aditamento absurdo das obras governamentais, da falta de planejamento e da aceitação de condições impostas de fora do país como aquelas que a FIFA determinou. 
   Já que falamos em FIFA, está na hora de exigirmos escolas, saúde e segurança no mesmo padrão que a FIFA exigiu dos nossos governantes, para que os estádios de futebol tenham beleza, segurança e infraestrutura, que infelizmente não temos em nenhum nível, das ferrovias, estradas e aeroportos. 
   Também estamos cansados de sermos tachados com uma maioria da população como analfabetos funcionais, que não conseguem interpretar um texto simples. 
   Chega de sermos presos em nossas casas, por insegurança, o que se transforma em medo de sair, pois seremos vítimas de furtos, roubos e até mesmo podemos morrer por portar um tênis, um relógio, ou um carro de maior valor que a porcaria dos populares sem um pingo de segurança que o país oferece a crédito ínfimo à chamada nova classe média. 
   Classe média que compra o carro, mas não tem como realizar a manutenção do mesmo, muito menos pagar o seguro. 
   Está na hora de se acabar com a precariedade da saúde, sucateada e, a olhos vistos, sendo entregue a iniciativa privada, exatamente como já ocorre com a educação superior, ou considerada como sendo superior. 
   Em suma: estamos cansados de pagar impostos sem retribuição em serviços que deveriam ser obrigação do governo. 
   Cansados da idéia do governo de que somos uma manada de idiotas, e que seremos eternamente ludibriados pela propaganda enganosa da televisão. 
   Ou alguma coisa muda de verdade e em benefício do povo, ou não sei o que irá acontecer. 

*Médico, Cirurgião, Professor Universitário

Um comentário:

Léo disse...

"Nussa! Temos que desmontar ainda mais a educação, pois o povo está instruído demais!"....