sábado, 3 de agosto de 2013

Demolição na Baia Sul


   
   Assisti, ontem de manhã (2), a demolição da sede da Federação Catarinense de Remo, no aterro da Baía Sul, aqui em Florianópolis.
   Segundo o juiz Hélio do Valle Pereira, a Federação abandonou o imóvel que já apresentava risco de desabamento. O prédio, um monstrengo de concreto construido em área pública e de preservação, acabou se tornando abrigo de usuários de drogas e marginais. Em sua sentença o juiz assinala que "o Município deve exercer, efetivamente, o seu poder de polícia diante do alto risco de desabamento do referido imóvel". 
   Resta agora dar fim nos outros dois monstrengos de concreto construidos também em área pública na entrada da Ilha: O Centro de Eventos da Baia Sul e a estação de tratamento de esgôtos, O Pinicão, que pelo que se sabe não trata nem a metade dos efluentes e joga merda in natura nas águas da referida baia.

Nenhum comentário: