segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Colombo: entrevista histórica

 
  Por XixiMao 

   Tão logo decolou em Frankfurt, a aeronave da AIR CHINA transformou-se numa sala de imprensa. Cinco jornalistas catarinenses, dois publicitários e 136 jornalistas da China.
   Colombo estava maquiado e preparado para as perguntas.
   Pelo direito de cortesia, a primeira pergunta foi feita pelos chineses:
- Governador Colombo vai ao Banco da China?
- Sim, estou com meu secretário de Fazenda para equacionar a dívida de SC. O Luiz Henrique deixou R$ 10 bilhões e a Dilma presidente emprestou mais R$ 9 bilhões, são R$ 19 bilhões. Só com o Banco da China para sair deste rabo de foguete.
   
   Ao jornalista catarinense coube perguntar: - E a saúde? Algum plano? 
Colombo disse que pretende formalizar o convênio com o governo chines e trazer seis milhões de médicos para cá. Um médico para cada catarinense. E nem precisará pagar R$ 0,30 centavos por atendimento.
   Perguntado pelo jornalista chines sobre a visita à Muralha da China, Colombo chorou (já estava combinado com os marqueteiros) e falou: 
- Lembra-me Lages. As pedras, as taipas e a murada...
E continuou chorando...

   Jornalista da RBS presente no vôo disse que este era o momento mais sublime de sua carreira. Nunca vira um governador tão emocionado... A audiência da RBS foi aos 98% e as imagens seriam usadas na campanha de 2014.
    A jornalista chinesa deu-lhe um lenço branco. Ele agradeceu e aí pintou um clima...

O nosso correspondente, XixiMao, viaja com cortesia da Air China e não dos cofres públicos.

Nenhum comentário: