quarta-feira, 27 de novembro de 2013

DIA DE FESTA EM SC


  Por Jaison Barreto
   Nossa presidente, presidenta Dilma nos visita com sua comitiva ilustre repleta de Ministros, Senadores, Deputados Federais, Prefeitos, etc., etc.
   Hoje é dia 27 e o mês é de novembro de 2013. Favor, deixemos de lado por enquanto.
   Tomando conhecimento da comitiva através do Moacir Pereira, não sei por que me lembrei da Arca de Noé.
   Da direita para a esquerda passando pelo centro, vejo de tudo:“Aprendizes de feiticeiro”, “contorcionistas de circo”, “traíras”, “eletricistas”, etc., etc.
   Acabo chegando à conclusão que muitos brasileiros já perceberam, de que “quanto mais se muda mais parecido fica”, infelizmente.
   Não sei também porque me lembrei do Presidente João Figueiredo à paisana, sem farda, chegando a Florianópolis em novembro 1979.
   A diferença é de 3 dias de 27 para 30 de novembro, mas o autoritarismo é o mesmo, “com ou sem saia”.
   O ponto Chic não existe mais, já roubaram os bronzes das placas do Jardim da praça na frente do Palácio e infelizmente, pelo menos pra mim, não existe mais a rebeldia, o idealismo, a ousadia e os sonhos de uma juventude libertária.
   “Tenho saudades do Adolfo Luiz Dias, da Lígia Giovanella, do Amilton Alexandre, do Geraldo Barbosa, da Marize Lippel, do Newton Vasconcelos Jr. e tantos outros.”
   “O Governador é um pupilo dileto” amamentado pelos governantes de 33 anos atrás, protetor explícito de descendentes que protege na sua administração e de cuja fidelidade nem mesmo os membros do PT confiam.
   Praticar democracia eu sei, é uma coisa realmente muito complicada. “Que me perdoem as amigas e amigos todos do Facebook.”
   Com honestidade intelectual e propósitos decentes nos interesses da maioria, nós todos podemos nos entender acima de siglas partidárias, procurando o consenso.
   Ninguém é dono da verdade.
   Humildemente, peço que não me convidem pra ir para o céu com essa turma que aí está.
   Não se iludam, o Papa Francisco vai alertar São Pedro quanto ao currículo desse pessoal.
   Por mais negativista e mau-humorado que a gente possa ser, não é possível acreditar que o céu tenha sido tão contaminado como nós aqui no Brasil.
   Saudações Democráticas.

Nenhum comentário: