segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

Segurança é possivel, sim senhor.


   Por Armando José d’Acampora *
   Senhoras e senhores, permaneço pasmo.
   Fiquei muito feliz por ver policiais nas ruas, achando que havia ocorrido um acordar do Secretário de Segurança Pública e do Comandante da Polícia Militar, de que havia uma necessidade real de proteger a população que, penosamente, paga os impostos para que a segurança pública exista. Achei que tinham descoberto a pólvora sem fumaça, quando vi o contingente policial que estava nas ruas, sendo finalmente apresentado à população.
   Nunca vi tantos policiais na rua. Em tudo quanto era esquina havia um carro da Polícia. Batedores, seguranças, carros blindados e um monte de gente que se acha importante furando sinais e espalhando carros para cima das calçadas. E olha que vivo aqui há 61 anos.
   Daí descobri que havia um pequeno bando de estrangeiros a bordo, ou seja, para nós não há necessidade de segurança, mas para os estrangeiros devemos mostrar que a segurança é melhor do que em Nova Yorque.
   Onde está a falta de efetivo, tão propalada pelas instituições e do qual depende o policiamento extensivo?
   De repente surge um efetivo nas ruas até então desconhecido pelos nativos. De onde veio isso? Contratação emergencial?
   Como justificar que, para os estrangeiros temos segurança e para os locais não temos?
   Nunca me senti tão seguro, pois até a grama dos canteiros da Avenida Beira Mar foi queimada pelos carros da Polícia. Simplesmente fantástico, se a segurança fosse mantida rotineiramente para todos os moradores e não somente para demonstrar aos estrangeiros que nos visitam por alguns dias, que temos plena condição de manter a segurança deles. Mas, e a nossa?
   Todos nós sabemos, que há perfeita condição de manter a nossa segurança, só não sabemos por que isso não é mantido durante o ano inteiro e sim, somente na presença de estrangeiros.
   Hipocrisia? Economia? Falta de gestão?
   Gostaria de obter uma resposta sincera, honesta a estes questionamentos.
   O texto foi escrito enquanto o pessoal da FIFA estava aqui. Eles se foram, e ao que tudo indica, acreditaram na nossa segurança, pois levaram todos os nossos policiais com eles. Senão como explicar que sumiram de novo?
   Pois é, também sou a favor da segurança tipo FIFA, para todos nós.

* Médico, Cirurgião, Professor Universitário

Nenhum comentário: