sexta-feira, 28 de março de 2014

Manifesto de Resistência Do Coletivo Marxconheiro

   Pô Cara, pô companheiro, 
   Nosso presente Manifesto serve, assim, pô... à condenação da truculenta ação policial, caracterizada pela racialização, higienização e ataque homofóbico  à comunidade LGSBTRWZFDY, à nossa célula ufisquiana marxconheira e ao nosso  irrestrito respeito aos democráticos protocolos bolivarianos que asseguram a liberdade de expressão dos que concordam com a gente. 
   Pô cara... também contra as cotas.
   O livre território planetário constitucionalmente assegurado por nossos estatutos, não pode ser invadido pelas forças conservadoras e retrógadas, a serviço do capitalismo internacional, subordinados à ordem mundial teuto-maçônica-winsconsiana e às empreiteiras ligadas ao poder constituído, nefasto aos interesses dos coletivos de alguma forma representados pelo Protocolo Anarquista Paris-Texas. 
      Pelo vôo da Águia Albanesa!
      Pela mujicação da UFSC!
      Pela Sicília Livre!
      Pela Criméria Russa
      e pelo correio chega mais devagar!

  BOTAFOGO e BOMSUCESSO!
    Valdi (El Tigre) Wenders

Nenhum comentário: