quarta-feira, 7 de maio de 2014

Infelizmente...

   Por Jaison Barreto

   História e estória sempre andaram juntas, dependendo de quem conta.
   Foi assim que crucificaram Jesus Cristo e absolveram Barrabas.
   Claro que a democracia e as novas tecnologias possibilitaram vários outros meios de informação, tirando o poder de manipulação da grande mídia, mas que ainda permanece e daí esse espetáculo de noticiários agravado agora pela véspera das eleições.
   Então se vê as coisas, como vi nos jornais hoje, aqueles que estão com o seu ex-diretório nacional na Papuda, estimulando e sugerindo candidaturas do outro lado, da oposição.
   Irrita essa evidente manipulação.
   Cometem erro crasso, àqueles que subestimam a inteligência dos mineiros que ajudaram, certo ou errado, a construir a história brasileira.
   Acreditar que o Aécio Neves do PSDB vai permitir candidaturas comprometidas eticamente, que possam representar apoio à sua candidatura, seria burrice demais.
   No momento em que a sociedade brasileira se ancora na necessidade da mudança de comportamento ético, querer colocar como candidatos da oposição, “fichas-sujas”, ou alguém submetido ou com histórico altamente polêmico, enriquecido no dinheiro público, é brincar com a inteligência dos outros.
   VOTO, INFELIZMENTE, NÃO É ATESTADO DE HONRADEZ NEM CERTIFICADO DE COMPETÊNCIA.
   Vocês sabem a quem estou me referindo.
   Essa tese em que todo mundo é ladrão, que todo mundo é vassalo, que todo mundo é serviçal, tem que ser derrotada nessa eleição.
   Por fora, por dentro, por cima, por baixo, pelos lados, por onde for possível, por dentro de todos os partidos, escolha e eleja aqueles que verdadeiramente representam o Brasil que nós somos.
   “Cético no resultado, mas entusiasta na pregação” é dever de cada um de nós continuar na luta.
   Saudações,

Nenhum comentário: