quarta-feira, 13 de agosto de 2014

A sucessão no Brasil

Por Leal Roubão

  Apesar da tragédia do desaparecimento deste jovem talento na política brasileira, Eduardo Campos pediu em rede, no Jornal Nacional, na terça-feira à noite: Não desistam do Brasil.
   Marina Silva, sua vice-candidata à presidência, deverá assumir a posição de cabeça de chapa e levar a frente os projetos da Rede e dos Socialistas.
   Serão duas mulheres (ela e Dilma) e um homem (Aécio) disputando as eleições presidenciais.
   Mesmo, aparentemente apagada, Marina deverá provocar mais estragos do que Eduardo. Os que acompanharem o processo verão.

Nenhum comentário: