sábado, 9 de agosto de 2014

EXTRA!! EXTRA!! EXTRA!!

Jornalista Leal Roubão sofre
tentativa de censura

O jornalista português Leal Roubão, recentemente contratado por este blog para cobrir a campanha eleitoral de 2014, nem bem chegou ao Brasil e já está sofrendo perseguição e tentativas de calar a sua verve jornalística. 

   Os políticos Eduardo Pinho Moreira, candidato a reeleição a vice-governador e Dário Elias Berguer, candidato ao senado da República na chapa do governador Raimundo Colombo, entraram no Tribunal da Justiça Eleitoral, com uma "REPRESENTAÇÃO COM PEDIDO LIMINAR pedindo a imediata interrupção das postagens anônimas veiculadas em blog na rede mundial de computadores- internet".
      Trocando em miúdos, os dois políticos peemedebistas fizeram uma tentativa de censurar o Cangablog e o jornalista Doutor Leal Roubão, que nada mais fez do que escrever o perfil de políticos catarinenses que disputam esta eleição. 
   O que talvez tenha incomodado os dois políticos, tenha sido a forma como Leal Roubão escreveu estes perfis. Oriundo de uma escola de jornalismo fiel e leal à verdade, Roubão fez os pesfis o mais próximos da realidade sobre a vida dos políticos que, na maioria das vezes, em vez de vida pregressa, apresentam fichas corridas. 
  Provavelmente por discordarem de seus perfis traçado por Leal Roubão (leia em 
Gott, Liebe und Arbeit e Perfil do vice candidato a vice), Eduardo Pinho Moreira e Dário Elias Berger entraram com representação acusando o Cangablog de "flagrante violação à lei eleitoral por veicular propaganda eleitoral anônima de caráter negativo e antidemocrático".

   Leal Roubão vem de uma sociedade onde a democracia existe e a imprensa não é comprada. - Se mandaram retirar as notícias é porque deve haver um fundo de verdade,  diz Roubão.
   Leal Roubão não é um personagem de ficção, ele vive em nossas consciências, representa a imprensa que já não suporta mais tanto cinismo, indecência e mentiras por parte da classe política. Ele é a expressão daquilo que o Brasil precisa: honestidade, seriedade, comprometimento com a República. Leal Roubão veio cobrir as eleições para mostrar ao povo como ele é enganado diariamente por atos políticos de interesse privado.
   A liminar foi indeferida pelo juiz da Justiça Eleitoral Fernando Vieira Luiz. 
Veja abaixo:



   Corte internacional
   Leal Roubão peticionará na Corte Internacional de Justiça em Haia contra os políticos por proposição intempestiva da representação. Pois não tendo havido injúria, calúnia e difamação Leal Roubão apenas escreveu o perfil dos candidatos.

   Solidariedade internacional
   Friedrich Carl von Savigny e Rudolf von Ihering foram juristas alemães. Ocupam lugar ímpar na história do direito alemão, tendo suas obras grandemente influenciado a cultura jurídica em todo o mundo ocidental. São contemporâneos de Leal Roubão e manifestaram solidariedade jurídica e moral ao Doutor Roubão pelos constrangimentos sofridos em Santa Catarina.
   Em Der Geist des römischen Rechts auf den verschiedenen Stufen seiner Entwicklung, 4 Vol. 1852-1865, Rudolf von Ihering dá todo o suporte legal para os argumentos narrativos de Leal Roubão. Vejam as páginas 145 e seguintes do original.
   A verdade jurídica conceitual é relativa e o direito é a manifestação do desejo do poder e do interesse do particular, assim combaterá Leal Roubão a representação sofrida pelos políticos em questão.

4 comentários:

Gambuzinho disse...

Deixa de palhaçada, seu istepô. O Paulinho Bornhausen vem usando há tempos os carros e os funcionários comissionados da SDS-SC na campanha eleitoral e até agora ninguém disse nada.

Anônimo disse...

Canga
Como discípulo leal ao Doutor Leal Roubão, não posso deixar que entre nessa roubada sozinho, minha lealdade urge em vossas defesas. Dr, Leal jamais participou de qualquer atividade do Theatro Dariano, suas encenações, óperas e Theatro da farsa. Roubão possui currículo Lattes, com láureas de várias universidades pelo mundo luso e angolasaxônico. Alguns dos detratastes possuem, ao contrário de Roubão, ficha corrida. Segundo o entendimento do Real Gabinete Português de Imprensa, Roubão nunca entro nem induziu uma roubada, sempre houve retidão de caráter, seu amigo e fiel escudeiro dês negro de ébano , sempre esteve ao seu lado, mas discretamente.
Que viva a imprensa livre, que a ópera seja realizada ou devolvido os escudos pagos. Dos Resi de França, era fanático admirador de Napoleão Bonaparte, abominava Luiz XV e seus capachos asseclas, famosos por surrupiar o tesouro e saquear as moedas.
Viva Dom João VI, viva Pero vaz de caminha e diva a decência.

Roubão Júnior

Anônimo disse...

Esse pessoal enriquece na politica, mas não aprende. O Eduardo, médico e politico, deveria fazer como o médico e politico Jucelino Kubitshek. Além da Romiseta, o peixe vivo ( e bota vivo nisso) deixou para os imundos a seguinte máxima:"falem mal mas falem de mim!"
O vice governador deveria agradecer o Dr. Roubão com um belo dum emprego no Deter, mas a ingratidão é filha do seu Borba...

Anônimo disse...

CANGA TENHO MEDO, SUICIDARAM O MOSQUITO. TENHO MEDO DE ACONTECER COM VOCÊ O MESMO. TE CUIDA AMIGO. ESSA TURMA É PERIGOSA...