quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Horário eleitoral presidencial


   Por Leal Roubão

   No primeiro programa gratuito do horário eleitoral, a grande estrela foi a Dilma. Uma mulher brasileira comum, diz o locutor. Esticada, maquiada, acorda em palácio, coloca as jóias, lê e escreve muito. Cozinha massas e corta tomates, sempre elegante. Dizem que cuida do jardim e do cachorro preto. Ela afirma que é preciso matar um leão por dia. Quando a Marina souber disso, surgirão os problemas com o IBAMA.

   Aécio, também esticado, fala em tom único. Monocórdio. Ora de terno, ora de camisa, faz o de sempre: visitas, abraços, críticas, propostas e nenhuma grande novidade, ainda.

   Os cenários são no padrão da TV Tupi.

   Juros, dívida interna, inflação, isonomia no serviço público, economia de mercado, tributos, legislação eleitoral, partidos políticos e financiamentos de campanha, nada. Por enquanto só jogam para a geral.


Nenhum comentário: