terça-feira, 26 de agosto de 2014

TRUCO !
















Para cobrir as eleições presidenciais, a Agência Pública preparou o projeto Truco!, que se dedica a checar as informações veiculadas pelos candidatos no horário eleitoral da TV. Três vezes por semana, após os programas irem ao ar, publicaremos nossas checagens.

Truco!
“(Somos) O país que vem realizando um dos maiores conjuntos de obras de infraestrutura do mundo, e o maior de sua história” – programa de Dilma.

Perguntamos à campanha de Dilma Rousseff:- Quais dados foram utilizados como base para essa afirmação?
- Como foi feita a comparação com investimentos em infraestrutura em outros períodos da história brasileira?
- E com outros países?

A campanha da candidata Dilma respondeu ao nosso truco no dia 21 de agosto. 
"Todas as informações divulgadas no Programa Eleitoral de TV da candidata Dilma Rousseff foram levantas junto a órgãos oficiais, institutos de pesquisa e organismos internacionais. Sobre as ações e obras realizadas no governo Dilma, você pode obter informações no Programa de Governo disponível no site www.dilma.com.br"
Consideramos a resposta vaga e pedimos Seis!, ou seja, novamente pedimos que o comitê da campanha diga de onde tirou os dados do programa eleitoral.
   
Blefe!

  “Os empregos começam a desaparecer” – Aécio Neves

Ao contrário do que o candidato Aécio Neves (PSDB) afirmou em seu programa eleitoral, os empregos não estão desaparecendo no país.

Segundo o Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos), a taxa de desemprego total em 2013 foi de 10,3%, ante 10,4%, em 2012, e 10,3%, em 2011. Ou seja, não houve oscilação significativa nos números de desemprego do Brasil.

O que há, de fato, é queda na geração de novos empregos. No primeiro semestre de 2011, primeiro ano do mandato da presidente Dilma Rousseff (PT), foram gerados 1,4 milhão de postos de trabalho enquanto apenas 588,6 mil vagas foram criadas no mesmo período de 2014. Os dados são do CAGED (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego.


   Leia o confronto dos discursos com a realidade na Pública.

   Entenda o Truco!: http://apublica.org/truco

2 comentários:

carlos disse...

A informação do Dieese, com os dados do desemprego, precisa ser contextualizada. Esse indicador só mostra o índice de pessoas desempregadas que estão procurando emprego, não pegando aqueles que nunca trabalharam ou desistiram do emprego formal. O dado mais relevante seria a taxa de pessoas empregadas em relação à população em idade de trabalhar, e nesse quesito estamos mal.

Léo disse...

Pois é...
Li em algum lugar que o desemprego está baixo por que contabiliza só os que procuram e não acham emprego. Os que não estão procurando emprego, não são considerados desempregados.
Parece a campanha do cara que "fez um projeto para construir 100.000 casas". O projeto foi aprovado? Está em execução? Ou seja, não é mentira, mas a verdade está longe, coitada...