quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Moradores contra destruição de praça em Florianópolis


   No úlimo sábado (1/11) as associações Projeto Parque de Idéias, Associação da Comunidade do Campeche, Amigos da Figueira da Ponta do Leal e Associação de Amigos do Parque da Luz se uniram aos Amigos da Praça Dr. Gilberto Guerreiro da Fonseca, no centro de Florianópolis, e mais uma vez protestaram contra a destruição do espaço público, já aprovada pela Câmara de Vereadores da Capital.

   Membros da Associação de Amigos do Parque da Luz, em um ato simbólico, fizeram a entrega do livro Parque da Luz: um espaço em movimento.

   O local ameaçado de desaparecer é uma área verde, berçario de pássaros, com vegetação nativa e árvores centenárias que fica entre a Alameda Heriberto Hulse e a Rua Prof. Hermínio Jacques, um dos poucos espaços públicos com estas característica no Centro de Florianópolis.

   Os moradores da região se mobilizaram e estão resisitindo à destruição ambiental desde que a Câmara de Vereadores da Capital aprovou, sem consulta pública, Projeto de Lei Complementar (1333/14), que prevê a construção de uma rua bem no meio da praça. O projeto aguarda a homologação do presidente da Câmara, César Faria.

   A contrução da via por cima da praça teria o objetivo de favorecer o acesso ao Colégio Catarinese, tradicional escola privada da Capital.

Um comentário:

Léo disse...

E aquela praça que a WOA cercou, na Beira Mar Norte?