sexta-feira, 7 de novembro de 2014

Visita à Câmara de Vereadores da capital.


   Por Leal Roubão 

   A Escolinha do Professor Raimundo é mais engraçada e mais inteligente. Vossa Excelência pra cá, pra lá e eles vão se desentendendo.

   Um dos mais velhos e mais sérios lembrou que o sul da Ilha tem dois sistemas de esgoto em andamento. Um deles deveria estar concluído em dezembro de 2014, mas não estará.

   Faltou empenho e disposição dos executores.

   O outro sistema, mais ao sul, tem verbas da JICA (Japan International Cooperation Agency) à disposição da CASAN, mas por falta de obras específicas, o dinheiro está suspenso.

   Assim, no meio de um possível merdamoto, eles discutem temas com muita graça.

   Um deles diz que o dinheiro aprendido com os dois elementos da Guarda Municipal é fato isolado. Ora, se é fato isolado, é suficiente para instalar a CPI.

   Outro diz que o tal vereador que denunciou o prêmio da "seu voto vale uma emenda de um milhão" é mentiroso.

   Outro reclama que um vereador afro-descendente foi alçado ao cargo de prefeito ilegalmente.

   A maioria joga para a platéia, sem nenhum comprometimento com a cidade.

   Nenhum deles fez referências ao novo sistema integrado de mobilidade urbana: ônibus pintados de azul e branco (homenagem ao Avaí), com a nova frase nas laterais.

   Nada mudou, apenas a cor dos veículos. Nos "amarelinhos" a cor foi mantida. Só o preço mudou: aumento de R$ 1 real.

   Ou são idiotas ou não são sérios. São enganados pela PMF e nada dizem.

   Se a capital sobreviver a esta Câmara, estará pronta para a próxima guerra no Oriente Médio.

   Eles atiram para todos os lados e pouco fazem pela cidade. Imagina uma Câmara destas num seminário da ONU sobre o futuro das cidades.

   Florianópolis merece mais.

Nenhum comentário: